Guias de Viagem e Arte

 
 
set 03 2010

Guia Prático Casa-Museu Delacroix – F.A.Q.

Estava decidida nesta viagem à encontrar pequenos museus para chamar de “meus”. Não ia deixar de visitar o Louvre, D`Orsay ou Pompidou. Mas queria provar de pequenas “delicatessen”. Numa manhã geladíssima resolvi conhecer a casa-museu de um pintor melodramático que eu adoro: Eugène Delacroix.

Museu Delacroix - Paris
Museu Delacroix - Paris Museu Delacroix - Paris


Seu último refúgio e local de trabalho, hoje abriga seus quadros de menor formato, desenhos e objetos pessoais. Escondido do lado esquerdo do Sena, mostra um pintor que não se vê nos seus quadros gigantescos dispostos no Louvre.

Museu Delacroix - Paris

Logo de entrada a primeira diferença. Museus delicatessen mesmo em Viagens para Paris normalmente não tem fila!

Como chegar?
Se até uma pessoa totalmente desorientada como eu, conseguiu encontrar o museu, não fique preocupado, qualquer um com um mínimo de orientação espacial nao terá problema para chegar. Fui caminhando desde o Palace Hotel ao outro lado do rio. Mas é possível chegar de:
Metrô: Linha 4 – Parada: Saint-Germain-des-Prés ou Linha 10 – Parada: Mabillon
Ônibus: 39, 63, 70, 86, 95, 96

Museu Delacroix - Paris
Mapa Museu Delacroix

Quando ir?
O museu apenas fecha na terça-feira, nos demais dias abre das 09:30 às 17:00 horas. Nos sábados e domingos dos meses de junho a agosto, fica aberto até às 17:30.

Quanto custa?
A entrada custa 7€, mas aceita o Paris Museum Card. Também dá para comprar o combo – Louvre + Delacroix por 15€.

Quais serviços oferece?
Para começo de conversa, visitar com crianças pequenas que utilizam o tal do carrinho, deve ser um pesadelo. Nem te conto para cadeirantes. O acesso é por umas escadas empinadas.

O único serviço que o museu oferece é uma lojinha, onde se pode adquirir por 7,50€ um guia do museu (francês e inglês). Não se oferece audio-guia. Para quem não conhece o pintor, ou tem muito interesse, a visita pode ser bem sem graça. Por quê? Falta interpretação, ou seja, meios que te ajudem a compreender o que está vendo! Por isso, antes de visitá-lo, a melhor dica que posso dar é: informar-se!!!

Museu Delacroix - Paris Museu Delacroix - Paris

Relaxe, flaine pelo museu, simplesmente pare naquilo que mais te chame atenção. Se pintar uma vontade, aponte o nome de uma tela que adorou, ou compre seu cartão-postal na lojinha e na volta pesquise sobre ela. Pense que naquela casa viveu e trabalhou uma dos maiores artistas do século 19!

Museu Delacroix - Paris Museu Delacroix - Paris

Pode fotografar?
Nadinha de nada!

Site: http://www.musee-delacroix.fr/
Endereço: 6 rue de Furstenberg – 75 006 Paris
Telefone: 00 33 (0)1 44 41 86 50

Veja todos nossos posts de PARIS

Busque e reserve seu hotel em PARIS, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste mês de janeiro/2016, coloque o código: 15%2016. Para ver os descontos em outros meses, clique aqui

Para comprar as entradas dos principais atrativos da cidade, clique aqui, e evite filas de até 2 horas de pé \o/

Posts relacionados:
Um museo é um lugar legal para …
Visitar ou não tal museu?! That´s the question (ou uma maneira de se divertir durante a visita)
Guia prático do Museu do Louvre – F.A.Q.
Guia prático para visitar o Centro Pompidou – F.A.Q.
Guia prático do Museu D´Orsay – F.A.Q.
Guia Prático do Museu de L´Orangerie – F.A.Q.
Guia prático do Museu de Cluny – F.A.Q.
Guia Prático do Museu Rodin – F.A.Q.

Guia Louvre
imagens: turomaquia_2010 e site Museu Delacroix

4 Comentários

  1. Clarissa Comim

    Adorei! Já fui 2 vezes para Paris e não fui neste museu. Uma pena! Mas vou guardar a dica! 😉

    responder
  2. Beatriz

    Oi Patrícia,Que museu fantástico, hein!!!BjsBiawww.biaviagemambiental.blogspot.com

    responder
  3. Luiza D. Henz

    Olá! Tudo bom?Simplesmente amei teu blog! Achei ele ontem a noite, e já li todo!Sou do Rio Grande do Sul e atualmente moro na Alemanha, passei pela Suica antes, mas queria uma ajuda tua, ao menos uma dica.Meu bisavô (pai da minha avó paterna) veio da Espanha, temos todos os documentos dele, menos a certidao de nascimento, se eu conseguisse a certidao de nascimento, eu poderia solicitar a Cidadania espanhola? Eu teria que residir quantos ano na Espanha para coneguir a cidadania?Meu visto vence em junho do ano que vem aqui na Alemanha (estou como au pair), gostaria de ir para a Espanha, como sao a leis aí? Gostaria de fazer um curso superior, pois tive que trancar minhas faculdades no Brasil ( fazia Pedagogia e Artes, acho que por isso que me identifiuei tanto com teu blog)Desculpa taaaantas perguntas!Desde já agradeco,Beijos, Luiza

    responder
  4. Patricia de Camargo

    Clarissa e Beatriz, o museu é legal, especialmente para quem curte o artista!Luiza, o lance é que tua cidadania não seria por residência e sim por ascendência, é diferente da minha. Dá uma olhadinha nesta página do Ministerio de Justicia – http://www.mjusticia.es/cs/Satellite?pagename=Portal_del_Derecho/Page/PreguntasFreqs&c=Page&cid=1151913189133&p=1151913189133&menu_activo=1151913189133&lang=es_es&idTematica=1070283376284&idColFaqs=1070283376267Para estudar por aqui tem que sair com visto do Brasil, não é possível obtê-lo diretamente em território espanhol. Neste site que te passei vc pode ver como fazer para entrar com teu pedido diretamente por aqui, e veja principalmente se no período de trâmite existe um visto temporário. Isto resolveria teu problema, e vc poderia pedir vaga na universidade. Se vc quisesse começár este ano teria que ver tudo isto super rápido pq as aulas começam em 2 semanas!Qualquer outra dúvida, me pergunta!!! Espero te ver mais vezes por aqui!beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!