Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 01 2007

Mais perto do “céu” (A Saga do Caminho 24)

O Cebreiro – Monasterio de Samos: 34,05 Km
Lembram que nós viajamos em pleno verão europeu? Bem, vejam minha roupa de saída do Cebreiro! Fazia muito frio!!! Estávamos a cerca de 1.350 metros de altitude, portanto quem escolher o inverno pode ter que dormir alguns dias por aqui caso lhe alcance uma tempestadede neve.
Image00021

Na saída, um panorama incrível, e este tipo de paisagem te acompanha até Triacastela. São subidas e descidas, mas eu pensava que o pior tinha passado. Todo mundo falava do Cebreiro, mas ninguém te conta que neste dia você terá uma subida mais curta, mas muito mais intensa – é a subida ao Alto do Poio. Depois desta subidinha (hehehehehe) tudo fica mais tranquilo nesta etapa. E daí vem o campo, e a partir de agora você verá (se é possível!) ainda mais vaquinhas, estamos na Galícia.
Image00022

A maioria dos peregrinos para em Triacastela. Se você começou o caminho a poucos dias, é o melhor que pode fazer! Mas prá quem já está caminhando a muitos dias, vale a pena andar um pouco mais, e chegar até Sarria, ou desviar a um caminho opcional, e conhecer o Monasterio de Samos.
Image00023 Image00024

Em Triacastela, comece a provar as delícias “Gallegas” e peça o “pulpo a la gallega” (polvo). Este manjar dos deuses você encontra por diversos lugares, mas a cada passo que avança em direção a Santiago, o polvo fica mais caro!!! (Em alguns dias – não percam – receita do pulpo a la gallega!!!)

Pegamos o desvio ao monasterio, era um dos meus sonhos conhecê-lo. E veja só como valeu a pena, de repente não mais que de repente (eu sei que gosto desta expressão poética tomada emprestada! – perdão, mas é a que melhor define certos momentos desta viagem!) o imenso “monasterio” aparece diante de nós …
Image00026

Claro que já não havia cama no albergue mantido pelo monasterio, mas passou algo mágico, nos disseram que podíamos tomar banho e que teriam um lugar para nós ao qual poderíamos aceder às 22:00 horas. Sabe aonde dormimos? Dentro do monasterio, na parte destinada aos hóspedes, cada um com seu quartinho. Somente deixam entrar esta hora para que os peregrinos não pertubem a dinâmica dos monges!
Image00027

Pode parecer besteira, mas foi uma sensação maravilhosa dormir neste lugar, senti como se estivesse mais perto de algo mágico: Céu, Deus, Anjos, não sei dizer, e não existem motivos para substantivar certas emoções … basta com respirar fundo e desfrutarrrrrrr


Posts relacionados:

Tudo que é bom … (de Saint-Jean-Pied-De-Port a Roncesvalles)
Dificuldades … (de Roncesvalles a Zubiri)
Eu x Eu (de Zubiri a Cizur Menor)
Perdão e Reflexão (de Cizur Menor a Puente de la Reina)
Eu necessito … (de Puente de la Reina a Estella)
Da fonte de vinho a pocilga (de Estella a Los Arcos)
A chegada a La Rioja (de Los Arcos a Logroño)
Um lugar abençoado por Deus … (de Logroño a Ventosa)
O importante não é chegar … é ir! (de Ventosa a Santo Domingo de la Calzada)
O primeiro grande desafio (de Santo Domingo de la Calzada a Montes de Oca)
Divagações em Atapuerca (de Montes de Oca a Agés)
Os grandes tesouros (de Agés a Burgos)
Feliz na Aldeia Global! (de Burgos a Hontanas)
Gente de todas as cores e sabores … (de Hontanas a Boadilla del Camino)
Da obra gigantesca ao pequeno milagre da vida! (de Boadilla del Camino a Carrión de los Condes)
Simplesmente humanos! (de Carrión de los Condes a Sahagún)
Não estou louca, nem virei psico-autora, apenas tive vontade de me abrir ao mundo! (de Sahagún a Mansilla de las Mulas)
Tempo de Turismo! (de Mansilla de las Mulas a León)
Em homenagem ao Gustavo: cancun, cancun … (de León a Puente y Hospital de Órbigo)
Chuva e cozido: um dia de reis (de Puente y Hospital de Órbigo a Santa Catalina de Somoza)
Seguimos na Maragatería … um dia inesquecível … (de Santa Catalina de Somoza a Cruz de Ferro)
A Maragatería já era nossa casa! (da Cruz de Ferro a Molinaseca)
Que diazinho do caramba! (de Molinaseca a Cacabelos)
Quando menos se espera … (de Cacabelos a O Cebreiro)

fotos: turomaquia_2006

4 Comentários

  1. Rodrigo

    Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

    responder
  2. Jorge

    Hola Pati,como no me contestas al mail que te envié, te vuelvo a escribir aquí.Lo dicho, me dejaste intrigado con tu comentario en el post anterior. ¿Cómo estás? ¿va todo bien? Yo ya estoy por aquí (en Tenerife) pero en Octubre me vuelvo a México por dos años.Besitos

    responder
  3. esiopoeta

    Estava no Cebreiro. Verão de 2015. A temperatura já havia subido um pouco. dez graus. na ponte de ferro em Foncebadon fazia frio de cinco graus e chuva e neblina. Mas saí do Cebreiro, fui para o Poyo e a caminho de Samos, senti a mesma sensação que vc. O Monastério apareceu da nada bem à minha frente. Engraçado que eu me via perdido. Nao chegava nunca essa Samos. Mas “de repente, não mais que de repente”, dizia meu amigo Vinícius de Moraes, sim meu amigo de verdade, Samos surgiu em seu esplendor. Mas bem me lembro que uma hora antes minha mulher me liga. Eu nao sabendo onde me encontrava, sozinho, sem ninguém, sol, vento, perdido na estrada e lhe digo: nao sei onde estou. Ela diz: para num posto, pergunta para um policial…. e eu tive vontade de chorar mas ri muito… e caminhei caminhei e caminhei até Samos, para dia seguinte seguir até Portomartin numa outra jornada perto do fim de 42km. Recordando agora aqui dá uma vontade imensa de pôr novamente os pés no camino. A você que vai percorrer, buen camino. quem quiser me escrever…. esiopoeta@bol.com.br. Sempre em pé e à ordem para ajudar quem precise. TFA Esiopoeta, Piracicaba, SP Brasil

    responder
  4. Esiopoeta

    oi de novo sou eu.
    por um acaso do destino, vc já percebeu que sou Poeta, tive o privilégio de estar num de repente mais que de repente, com o poetinha Vinícius de Moraes, de quem guardo um tesouro: um autógrafo a mim dedicado, mais que um autógrafo mesmo, uma dedicatória apos ele ter lido meu soneto feito em sua homenagem e ao seu Soneto do Verbo do Infinito…. mas vc definiu bem… Samos aparece assim, do nada do nada do nada, à nossa frente… madre dio, mas que beleza sem tamanho… eu cheguei cedo, perto das onze e meia da manha. havia saido do Cebreiro as seis da noite…. frio intenso em pleno verao. isso mesmo. dia anterior tava dez graus e em foncebadon apenas 5 e chuva e vento e frio. vc sabe, ne, Patricinha…. eu to adorando seus relatos. muito do que vc fala eu vi e muito nao vi. por isso vou fazer pela terceira vez o caminho para ver o que ainda meus olhos nao viram. e sei que será especial…. mas eu to adorando mais que adorando seus relatos recheados de boas tiradas e bom humor as vezes. bjs e ao seu amado um TFA esiopoeta

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes
  • Fim da San Silvestre! Foto tirada por um amigo querido, Federico. Agora partindo para a casa da minha sogra e vc onde vai passar essa noite?

#sansilvestrelaspalmas #anonovo2020 #laspalmasdegrancanaria #running

Follow Me!