Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 01 2011

Roteiro de tapas – San Sebastián

A cozinha espanhola é destas de tirar o chapéu. Nem preciso falar de Ferran Adrià e sua revolução. Mas no norte, naquele lugar com nome de país, existe uma epidemia de chefs premiados. Uma loucura capaz de converter um mero petisco numa obra de arte. Este lugar que o Edu Luz chamaria de “sex shop” e eu acrescentaria “a lo bestia” tive o prazer de comer umas tapas, que foram além do sempre visto, mesmo naqueles casos que tratavam de tapas de toda a vida. Nosso roteiro no País Vasco começou em San Sebastián. Do hotel fomos direto para o Centro Histórico cheio de ruelas e becos para começar a provar o que aqui recebem o nome de pintxos. Aviso: chegamos em altíssima temporada, todos os lugares estavam abarrotados. Mas tapear significa ir de bar em bar, comendo o melhor de cada bar. Nada de mesa, as vezes com sorte um banquinho.

1ª. parada: Goiz Argi – C/Fermin Calbeton, 4.

Roteiro de Tapas - San Sebastián

Pintxo estrella: brocheta de gambas con vinagreta. Um ou dois camarões gigantes num pãozinho e em cima de tudo, um molho dos deuses. Quentinho e realmente feito na hora. O pintxo com uma clara, que é cerveja com resfresco de limão, custou 4€. Tem gente que pede o pintxo e come na rua, que é de pedestres.
Roteiro de Tapas - San Sebastián
2ª. parada: A Fuego Negro – C/ 31 de Agosto, 31 O que por aqui se chama Gastro Bar. Um boteco gerenciado por um chef que inova e cria novas tapas. Ambiente descolado, o menu escrito em um quadro negro.

Pintxo estrella: MacKobe con Txips. Um pequeno hamburguer de Kobe ao qual acompanha umas batatas chips recém-fritas. A carne estava impressionante. Depois passamos para o “bakailu enkarbonao con pepitas de pimiento”. Um bacalhau no ponto, que derretia na boca, e embaixo estas bolinhas de pimentão que ampliavam o sabor do “bicho”. Esta é uma tendência forte nas tapas espanholas, “pepitizar” certos ingredientes. Nossos dois pintxos mais um chopp e um vinho custaram 11,20€.
Roteiro de Tapas - San Sebastián Roteiro de Tapas - San Sebastián
Também é altamente recomendável, “la Txiki-Huerta en tempura”. Neste gastro bar há uma zona de mesas na parte detrás para quem quer desfrutar de um menu degustação de tapas. O “corto” com 8 pintxos a 35€ e o “largo” de 11 pintxos por 45€. Não incluem bebidas. Para reservar mesa: jan@afuegonegro.com
A Fuego Negro
Site: http://afuegonegro.com

3ª. parada: Ganbara – C/San Jerónimo 21 Tapas mais tradicionais. Tudo que leve “jamón” e “setas” (champignones) prove de olho fechado.
Roteiro de Tapas - San Sebastián
Pintxo estrella: Tartaleta de txangurro (tortinha de “centollo” – um carangueijo enorme). Maravilhosas e gratinadas no momento do pedido. Produzem um croissants ao que recheiam de muitas coisas, mas não deixe de provar os que levam jamón ibérico. Também são famosos os pintxos com chistorra (uma espécie de linguicinha).
Roteiro de Tapas - San Sebastián
Você fica na barra do bar, vendo todos aqueles pintxos e é difícil resistir! Comemos 2 tartaletas de txanguro, 1 croissant de jamon iberico, 1 massa folhada de chistorra (aqui se chama hojaldre) e tomamos 2 claras, pagamos 14,20€.
Site: http://www.ganbarajatetxea.com
4ª. parada: Eibartarra – C/Fermin Calbetón 24 Boteco que paramos para comer um pintxo de tortilla de patatas por uma indicação. Você mostra na barra qual deseja, o tipo esquenta. E daí vem aquele momento em que você morde e não acredita como a danada está boa, ou melhor, está perfeita!
Roteiro de Tapas - San Sebastián

Pintxo estrela – Tortilla de patatas. Comemos duas com pimentão verde, que vem em cima da tortilla e também quentinho. O Tom tomou 1 clara, pagamos 5,60€.
Roteiro de Tapas - San Sebastián

Veja todos nossos posts de SAN SEBASTIAN

Busque e reserve seu hotel em San Sebastián, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada. 

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste ano de 2017, coloque o código: 2017AFL. Para ver os descontos em outros anos, clique aqui

fotos: turomaquia_2011

4 Comentários

  1. aboutbc

    Saludos desde el País Vasco y felicidades por el blog….magnífico

    http://blog.aboutbc.info/2011/11/02/guia-de-tapas-de-san-sebastian-y-mas-cosas-sobre-esta-ciudad-escritas-desde-brasil/

    responder
  2. Cristina

    Parabens..estou anotando todas as dicas pois quero ir la em outubro..

    responder
  3. Tatiana

    Que delícia!! Mas que cheio!! Que época é considerada alta temporada??

    Abs!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Tatiana,
      a época do Festival de Cinema, do Festival de Jazz (finais de julho) e todo o mês de agosto. Estava super cheio por causa do Festival de Jazz e era um sábdo 🙂
      Beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Publiquei a última parte do guia de leitura desse mês. Lembre que nosso bate-papo sobre ele vai rolar no dia 27 de fevereiro às 19:30 horas no YouTube - Patricia de Camargo. Ah, é o guia vc encontra no www.turomaquia.com 🤓

#lendoarte #seurat #nationalgalleryoflondon #pontilhismo #historiadaarte #artemoderna #issoearte
  • Sentados no chão do café da Galeria degli Uffizi tomando um aperol spritz após a visita. E você acha que a gente tá com cara de infeliz?! 😂😂 Esse é um baita museu, mas que tem um café minúsculo, então não tivemos muita alternativa e estávamos mortos depois de 6 horas entre obras 🤷🏽‍♀️ Qual foi o café ou restaurante que você mais curtiu dentro de um museu?

#galeriadegliuffizi #firenzelovers #artmuseum #museu #italyart
  • Mostro pouco minha cidade por aqui. Mas uma das minhas resoluções de ano novo é resolver essa pendência 🥳 
#laspalmasdegrancanaria #vegueta #grancanarialovers🖤 #canaryislands
  • Dica Londres: vai para a cidade até 15 de março? Visite a exposição temporária de Dora Maar no Tate Modern. ⁣
⁣
Está simplesmente maravilhosa. Perfeita para você entender como ela passou de atuar como fotógrafa para grandes revistas de moda a ser uma dos bastiões do surrealismo. É claro que falam da sua relação com o Picasso, mas fiquei sabendo lá que ela além de fotografar todo o processo de desenvolvimento do Guernica, também deu algumas pinceladas no quadro e que Picasso se inspirou em uma de suas obras para colocar aquela lâmpada olho no quadro que virou símbolo da luta contra a guerra.⁣
⁣
Para entrar na coleção do Tate você não paga nada, mas as exposições temporárias são pagas. Essa custa 13 libras e vale cada centavo! Evite os finais de semana quando os londrinos também vão em massa ao museu.⁣
⁣
#doramaar #tatemodern #londresmuseu #oqueveremlondres #exposiçoesquevalemapena #artemoderna #historiadaarte #surrealismo
  • Dica de Londres: Sky Garden - Vista bacanuda e gratuita. Numa cidade em que a maioria dos mirantes são caros, é quase uma dádiva ;) ⁣
⁣
O Sky Garden fica na City of London e para subir basta com reservar pelo site: https://skygarden.london/booking ⁣
⁣
Como tem uma varanda aberta, no inverno faz frio lá em cima, por isso vá preparada(o)!⁣
⁣
Hoje por exemplo, dia 03/02 já estão abertas as reservas até 1/03. Lá em cima dá para comer alguma coisa, beber um drink. Abre de segunda a sexta das 10:00 às 18:00 horas. Nos finais de semana e feriados, das 11:00 às 21:00 horas.⁣
⁣
#skygardenlondon #mirantelondres #londresdesdecima #londonlovers #londonviews
  • Dica de Londres: na real essa dica quem me deu foi a clarissa do @dondeandoporlondres. Estava fazendo umas pesquisas em Londres e ela me disse que devia ir a Guildhall Art Gallery. Sai do Sky Garden e fui caminhando até o centro administrativo da City of London. O lugar em si já tem uma atmosfera difícil de explicar. Mas vamos lá, você vem andando entre arranha-céus, passa por edifícios neoclássicos da Justiça e de repente entra numa espécie de praça com um chão lindo e edifícios que te abraçam na sua escala. Ou seja, são grandes, mas depois de passar pela selva de pedra, parecem casas, se é que você me entende ;)⁣
⁣
Como todos os grandes museus londrinos, a entrada é gratuita. Exceto, quando abriga exposições temporárias. Primeira surpresa: os restos arqueológicos da cidade romana: Londinium, construída no século 1 d.C. e que chegou a ter entre 20.000 e 30.000 habitantes. No subsolo do Guidhall Art Gallery poderá ver alguns dos restos arqueológicos numa montagem prá lá de didática.⁣
⁣
As salas da galeria abrigam pintura vitoriana, ou seja, produzida entre 1837 e 1901, durante o reinado da Rainha Vitória. São vários estilos, pois essa denominação é temporal. As pinturas estão divididas por tema que te mostram como era a sociedade da época. ⁣
⁣
Assisti parte de um tour gratuito e se você tem um inglês intermediário, acho que valeria a pena dar uma olhada se no horário da sua visita não tem nenhum acontecendo. ⁣
⁣
Uma das peças-estrela do museu é "La Ghirlandata", pintura pré-rafaelita de Dante Gabriel Rossetti. Mas que infelizmente está sendo restaurada nesse momento. Mas mesmo assim, vale a pena a visita. Calcule entre 30 minutos e 1 hora para a visita. ⁣
⁣
#guidhallartgallery #londonmuseum #londonlovers #prerafaelita #pinturavitoriana #artlondon

Follow Me!