Guias de Viagem e Arte

 
 
jan 25 2011

Reflexões sobre a Fitur 2011

Poucas novidades neste ano na Fitur. Crise econômica ou de criatividade?! Destinos que no ano anterior foram um “desbunde”, neste ano parece que morreram na praia. O turismo como muita coisa nesta vida é uma corrida de longa distância. Melhor não dar um sprint se depois vai faltar fôlego para chegar à meta. É necessário constância neste mar de ondas fortes da concorrência, no qual cada vez mais países se candidatam ao jogo. Como é o caso da China, que desbancou a Espanha de seu segundo lugar no ranking de país receptor de turismo mundial. Afinal o que posso falar da Feira de Turismo de Madrid deste ano?!

Os destinos não despertaram para os blogs e redes sociais. Poucas referências à Facebook, Twitter, Tuenti, etc. Quase nenhum destino tinha preparado um material de imprensa para estes entornos. Em um deles, comentei com a moça que tinha um site de viagens, e ela não sabia o que era?! Em espanhol, utiliza-se o termo: Página Web. Ok, mas estamos em uma feira de turismo, não no bar da esquina!???

Fitur 2011
Fitur 2011

Contraditoriamente a invenção do Steve Jobs estava por lá, o IPAD. Segundo pesquisas (ou seja, ñ é invenção minha) as pessoas utilizam os dispositivos móveis para ver o e-mail e suas contas nas redes sociais. Sem um trabalho forte nestas áreas, os aplicativos não tem muita funcionalidade.

Fitur 2011

Ok, a maioria tem site e tal. Alguns já entraram na onda do IPAD, e a pergunta que não quer calar é: Por que tanto papel??? Este rolo de sustentabilidade é para turista ver!!!?

Fitur 2011
Fitur 2011

Em termos de produtos, nada novo. O conceito de turismo de saúde mas relacionado com relax. Em muitos stands se ofereciam massagens em um ambiente chill-out.

Fitur 2011
Fitur 2011

Noruega e Costa Rica se mantém em seu nicho de mercado. Construiram uma imagem, são referência mundial. Complicado ser multi-produto. Pode dar a entender que não é especial em nada! Tipo marca branca de supermercado. Todo mundo compra, porque costuma ser mais barato. Mas o que deseja com todas suas forças é poder comprar aquela marca especial e única!

Fitur 2011 Fitur 2011
Fitur 2011

Turismo ativo continua forte. Destaque para o ciclo turismo, que ganha mais roteiros, mapas e se relaciona diretamente com o turismo de saúde.

Fitur 2011
Fitur 2011
Fitur 2011

Poucos famosos nas promoções turísticas. Vi estes dias uma matéria dizendo que contratar famoso é uma furada, mas o que dizer do “desempenho” da nossa Gisele. As marcas que se associam à ela, aumentam em um 15% suas vendas!?? Talvez, o que falta é saber com quem se associar …

Fitur 2011
Fitur 2011
Fitur 2011
Ainda hoje, os stands que se destacavam nos dez pavilhões da Ifema de Madrid, e a transformação de Bilbao a partir dos anos 1990. O que podemos aprender com ela?!!

Posts relacionados:
Quero ver meu Brasil Brasilerio, não um estereótipo fake – Fitur 2011
Promoção turística brasileira: um giro de um minuto por algumas cidades do Brasil Varonil

fotos: turomaquia_2011

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

5 Comentários

  1. Beatriz

    Oi PatríciaUma aula! Infelizmente sinto a mesma coisa aqui no Brasil também….várias faculdades de turismo fecharam de uns anos para cá. E olha que ainda vamos ecber a Copa do Mundo e as Olimpíadas!!!Beijinhos e boas viagens!!!Biawww.biaviagemambiental.blogspot.com

    responder
  2. Alexandre Costa

    Oi Patrícia! O turismo é um dos setores que mais se beneficia da web. Veja quantos blogs sobre o assunto existem, quantos perfil falando sobre viagens no Twitter, enfim, há um grande volume de informação sobre destinos turísticos na web.Mas a maioria da empresas que atuam no ramo, assim como os governantes de destinos turísticos, não sabem como usar a web para atrair mais clientes e turistas. Como você disse, ainda não despertaram para o poder da web e redes sociais.Um abraço!

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Beatriz e Alexandre, eu realmente ñ entendo esta falta de visão relacionada com as mídias sociais. Chega a ser um suicídio!beijos

    responder
  4. Viaje com a Flora

    Pat,Estes seus posts só confirmam o que a gente percebe há muito tempo: O Brasil tem lugares maravilhos, de uma diversidade incrível e já perdeu o bonde da indútria do turismo. Eu achei e estava torcendo para isto, que poderia mudar com a Copa e as Olimpíadas, mas pelo que vi por aqui o amadorismo e jeitinho imperam. É muito triste.Bjs

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Flora, mas por mais chavão que pareça, a esperança é a última que morre! beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!