Guias de Viagem e Arte

 
 
out 02 2009

Genebra: um passeio pela cidade de Calvino

19 de maio
Acordamos mais cedo para saborear o café-da-manhã. Fomos até a Gare para a Jô comprar a passagem para Veneza e eu troquei dinheiro, precisava de francos franceses, lá encontramos o Eduardo. Fomos para o outro lado da cidade.

Passamos pela Ponte Mont-blanc, vimos o jato d´água, achamos o dito relógio das flores, que não estava montado! Subimos no sentido Alpes e encontramos a Catedral de Saint-Pierre, que fica bem no alto, e é a Igreja de Calvino. A frente da igreja mais parecia um palácio de justiça, por dentro é imponente, com um orgão lindo prateado e dourado.

Sem querer achamos a Maison Tavel. Um museu (grátis!) que fica na casa mais antiga da cidade, é muito interessante. Vimos peças de vestuário, um bercinho em forma de barco, portas de antigas casas da cidade, mapas antigos, e peças da própria casa misturadas com a história da cidade. Impressionante a maquete da cidade feita em cobre e níquel, era gigantesca.
Maison Tavel
Detalhe de porta da Masion Tavel

Bem perto da Maison Tavel, a Église Russe, não entramos, porque tinha que pagar. Almoçamos fondue de queijo, custou caro FS16, tinha um sabor forte e ao mesmo tempo estranho. Ficamos meio irritadas com a comida …
Suiza

Na saída do almoço, caminhamos e chegamos bem perto do jato d´ água, te dá uma sensação que a água vai cair em cima de você, e se perde um pouco o equilíbrio ao admirá-lo tão de perto. Ficamos uma hora vislumbrando o jato e os montes nevados da Quai Gustave Ador.
Genebra
O jato d´água ao fundo

Cruzamos novamente o lado direito, fomos comprar chocolates e depois ao supermercado para fazer um lanche para amanhã levar no trem. No albergue encontramos o Eduardo e o Fábio, e um casal de argentinos, o Gonzalo e a Vicky. Depois de horas a fio conversando, subimos para arrumar as coisas para a viagem do dia seguinte …

Genebra é assim, como esta foto, cheia de constrastes …

O dia foi lindo, e a única decepção foi o fondue (peninha!). Que comida mais te surpreendeu em uma viagem? Aquela que ficou na tua lembrança para sempre!

Informação prática:
Jato d´água – Originalmente era apenas uma válvula de segurança da fábrica hidráulica da Coulouvrenière. O jato se converteu com o passo dos anos em um autêntico símbolo de Genebra. Em 1891 encontrou seu lugar definitivo, mas somente em 1951 foi equipado com uma estação de bombeamento autônomo que jorra 500 litros d´água por segundo a 140 metros de altura. A água alcança uma velocidade de 200 km/h. À noite, o jato é iluminado por oito projetores com uma potência de 9.000 Kw (texto traduzido do site: http://www.geneve-tourisme.ch)

Masion Tavel – Rue du Puits-St-Pierre 6 No mapa é o número 3
Horários:das 10:00 às 17:00 horas, fecha na segunda-feira
Tarifa:grátis, somente se pagam as exposições temporais
Site: http://www.ville-ge.ch/mah/index.php?content=6.&langue=eng

Catedral de Saint-Pierre – Place du Bourg de Four
Horários: Verão das 10:00 às 17:30 – de segunda-feira a sábado das 12:00 às 17:30 – aos domingos / Inverno – Das 09:30 às 18:30 – de segunda-feira a sábado /Das 12:00 às 18:30 – aos domingos
Site: http://www.saintpierre-geneve.

Para ler todas as crônicas do Mochilão Europa, clique em: https://turomaquia.com/?cat=64

Mais Genebra na blogosfera: Pequena guia da cidade para mochileiros
A Gisele dá um panorama geral da cidade
Um passeio para ver Genebra do alto feito pela Ana Paula

Destaque post:
Mochilão Europa
Genebra
Jato d´água
Calvino

Fotos: archivo_turomaquia_1995

3 Comentários

  1. SÍLVIA OLIVEIRA

    Eu comecei há bem pouco tempo a me dar alguns luxos gastronômicos. Mas o almoço que mais me marcou foi em Ouro Preto, Minas Gerais, há muitos anos… eu nem tinha blog, e nem me lembro o nome do restaurante, pode? Mas comi muuuito bem, num lugar charmosésimo e não foi barato! Era comida típica, aquela mineirinha, mas estilo alta gastronomia. Huuum, chelept! Bateu fominha! 🙂

    responder
  2. Karina Bettega

    Oi patrícia! Aqui é a Karina, não sei se vc lembra,estudei Turismo na Unicenp, vc dava aula de PTI. Muito legal o blog! Não conhecia!Virei leitora! heheheBeijos

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Ai que delicia Silvinha, Karina çe claro que eu lembro de ti, espero seus comentarios por aquiBeijos as duas

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Desfrutando de uma visão 360 graus de Madri, onde? No nosso hotel. Para descobri-lo, clique no link da bio 💁🏽‍♀️ #viewmadrid #madrilovers #espanha🇪🇸 #hotelcomvistas
  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet

Follow Me!