Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 20 2009

Trem Michelangelo: de Munique a Verona

Quando decidi descer do norte ao sul europeu, queria chegar desesperadamente na Itália. E naquele 8 de maio de 1995 alcançaria meu objetivo …

“Tomei um gostoso café da manhã no hotel e fui para a Estação pegar o trem Michelangelo para Verona, onde pego outro trem para Veneza!”

Às 12:00 horas já estávamos na Itália. “Já sinto um outro clima no ar, e já escuto aquele idioma lírico e poético. Tenho que trocar de trem em Verona e esperar 1 hora pelo outro trem”.

“Já vejo Veneza ao longe e estou ficando emocionada, quando desço na estação e vejo a cidade me dá um negócio no coração, é tão diferente”.

Por mais que você tenha visto fotos, videos, relatos de amigos e nem tão amigos, quando você esta frente a frente com Veneza, teu cérebro te envia um sinal dizendo que aquilo não existe, que é uma miragem, que você está sendo enganado. É algo tão mágico, e ainda tenho aquela primeira imagem gravada na memória. Aquele frenesi diante de mim, e não eram carros indo de uma lado a outro, e sim barcos de diferentes tamanhos, pessoas gritando e o mar encrespado. Se tivesse que definir tudo o que vi naqueles primeiros segundos diria: A-L-U-C-I-N-A-N-T-E!

“Peguei o vaporetto 82 (barcos que são os ônibus públicos da cidade) para o Ostello Venezia. O vaporetto para quase em frente ao albergue, que tem uma recepção muito bonita. O quarto é legal, estou com duas canadenses, e o banheiro é limpo. O sol brilha na cidade até muito tarde”.


Já passava das 21:00 horas …

Moraleja: Só não é feliz quem não quer. Algo ruim te passou, ao invés de estar cozinhando aquele momento, o lance é tocar pra frente e buscar um lugar ou uma pessoa que volte a te surpreender!

Momentazo: A primeira visão de Veneza ao sair da Estação de Trens.

Qual foi a cidade ou lugar que mais te impactou em suas viagens?
Aquele lugar que você respirou profundamente ao estar cara a cara com ele!

Informação prática
Veneza já oferece muitas opções mais em conta, mas se você vai sozinho e com orçamento reduzido, o Ostello Venezia é uma excelente idéia, com diárias a partir de 22 euros. Para reservar visite o site: http://www.ostellovenezia.it/

O trem Michelangelo oferece um visual impressionate, para mais informações: Trenitalia

Todos os posts do Mochilão Europa, clique aqui.

fotos: archivo_turomaquia_1995

10 Comentários

  1. Denise

    Delícia de post e de viagem!!! A itália deve ser puro sonho!beijo!

    responder
  2. Carol Wieser

    Enquanto minha viajem à Europa aind anão vem, vou me deliciando com seus relatos.Beijos

    responder
  3. Claudia Pimenta

    oi patricia! apesar de adorar paris e londres, talvez tenha sido veneza! é impossível não estranhar tamanha beleza e singularidade… inexplicável mesmo! bjs, querida!!!

    responder
  4. SÍLVIA OLIVEIRA

    Meu primeiro post internacional no Matraqueando foi sobre Veneza! Não é a minha cidade preferida – aquela de querer voltar e passar dois meses lá – mas é a mais surpreendente das que conheci. O cotidiano anfíbio seduz e impacta! Ah, na primeira vez em que estive lá também fiquei no Ostello Venezia. Quando voltei em 2007 fiquei no Hotel Ai Tolentini (http://www.albergoaitolentini.it) = 25 euros por pessoa em quarto quádruplo. Ou 70 euros o casal. Bjs!

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Denise, a Itália é realmente tudo aquilo que todo mundo diz, e as vezes até melhor.Beijos

    responder
  6. Patricia de Camargo

    Carol, espero te ver por aqui em breve. Por aqui também tem muito passeio mais natureza. Dá para fazer altas viagens de bicicleta!Beijos

    responder
  7. Patricia de Camargo

    Claudia, as palavras que vocè utilizou são certeiras:Beleza Singularidade …Beijos

    responder
  8. Patricia de Camargo

    Silvinha, bela dica de hotel em Veneza, e a um preço ótimo! Valeu!

    responder
  9. Lu Francesa

    Londres, minha paixão! 🙂

    responder
  10. Patricia de Camargo

    Lu, eu tbem amei Londres, este ambiente liberal, sem restrições e os museus de infarto!Beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • La Duquesita⁣
⁣
É uma das “docerias” mais antigas de Madri. Abriu suas portas em 1914 e ficou apenas 9 meses fechada. Quando todo mundo já dava por perdido esse emblemático lugar, veio Oriol Balaguer e reabriu suas portas.⁣
⁣
Oriol Balaguer é um dos mais famosos “chocolateiros” da Espanha, ou como se diz por aqui, “maestros chocolateros”.⁣
⁣
A loja é linda, mas não é só aparência. Os doces são gostosos e nem preciso falar dos bombons, tendo em vista quem é o dono do estabelecimento 😉⁣
⁣
Ele manteve o doce mais famoso da casa, como não, La Duquesita. Um doce de morango.⁣
⁣
Nessa época se passar pela loja, vale a pena comprar um dos panetones premiados do “chef”. Tem o tradicional, o de chocolate e o gianduia (pasta de chocolate com 30% de pasta de avelãs). E este ano também tem panettone de framboesa!⁣
⁣
#madrilovers #foodmadrid #oriolbalaguer #panettone #panettoneMadrid #doceemmadri #ondecomeremmadri

Fotos próprias e de divulgação.
  • Qual é seu drink favorito?⁣
⁣
Na foto estou com o “pear mule”, o novo drink do @200gramos. Leva vodka, pera, suco de limão e ginger beer.⁣
⁣
Beeeem gostoso!

#drinks🍹 #restaurantelaspalmas #laspalmasdegrancanaria🌴 #grancanaria
  • Paris sera Toujours Paris⁣
⁣
É um guia realmente diferente de Paris. Não vai te ajudar a pegar o metrô ou programar o dia a dia da sua viagem. E mesmo assim é incrível para quem busca compreender a cidade.⁣
⁣
Màxim Huerta nos mostra Paris através de seus personagens como Colette ou Joséphine Baker; de seus ofícios, um exemplo? Os “bouquinistes”, os vendedores de livros das “caixas verdes” das margens do Sena.⁣
⁣
Também fala do croissant, da Torre Eiffel, mas sempre trazendo um dado inusitado, contando uma história, porque afinal Màxim é um grande contador de histórias, já falei de outro livro dele no #turolivros⁣
⁣
O livro é lindo, graças as histórias e as ilustrações de Maria Herreros, que são pura arte.⁣
⁣
Dá para ler com um espanhol intermediário.⁣ Não tem edição em português.
⁣
#parislivro #parisbook #oqueler #bookaddict #turolivros #desafioumlivropormes #bookphotos
  • Bar-restaurante (Achado em Madri)⁣
Não estou exagerando, é realmente um achado em Malasaña. ⁣
⁣
Na verdade é um bar-restaurante com um armazém que vende frios, vermut e outras delícias.⁣
⁣
Típico lugar de bairro, frequentado pelos moradores e que oferece boa comida, excelentes vermuts e um atendimento amável.⁣
⁣
Levei meus pais e eles amaram. No final de semana tem que chegar cedo para sentar porque o local é pequeno. ⁣
⁣
Durante a semana, oferecem um prato do dia por 5,50€. Nós fomos de garbanzo con bacalao. Grão de bico com bacalhau. Na Espanha se prepara o grão de bico como a gente faz feijoada. ⁣
⁣
Se quiser acrescentar ao prato do dia, bebida e pão, o valor sobe a 8€. O pão é mara e o vermut muuuito bom, por isso vale a pena acrescentá-los.⁣
⁣
Para ir com amigos e petiscar, há tábuas de frios, colmadas (sanduíches) e conservas. ⁣
⁣
Veja o cardápio inteiro com preços no site oficial: http://lacolmada.com ⁣
⁣
Destaque: atendimento 5 estrelas.⁣
⁣
#madri #madridlovers #madridfood #restaurantesmadri #restaurantesmadrid #foodphoto #foodporn #foodpic @lacolmada
  • Hotel maravilhoso em Madri⁣ 🔝
Gente do céu, apaixonei por um dos hotéis que testei nessa última viagem para Madri. ⁣
⁣
Na verdade, também gostei de outro, que vou postar mais para frente. ⁣
⁣
Mas voltando a esse 4 estrelas incrível que me hospedei em 2 noites diferentes, uma com minha sogra e outra com meus pais.⁣
⁣
Ocupa um edifício histórico que foi o maior arranha-céu da Espanha na década de 1950. Foi remodelado totalmente pela rede RIU e reabriu nesse último verão.⁣
⁣
Mas o que quero destacar é o atendimento prestado por todo o staff, desde a recepção ao senhor que abre a porta. Passando pela senhora que retira os pratos da mesa no café-da-manhã. De tirar o chapéu!⁣
⁣
Os dois quartos que me hospedei tinham uma vista incrível de Madri, com Palácio Real incluído.⁣
⁣
Os hóspedes tem livre acesso a um dos melhores mirantes da cidade. E ainda conta com um piscina (bem pequena), academia, café da manhã com show cook e uma localização fantástica!⁣
⁣
Para ver preços e outras opiniões, clique no link da bio. Por que estou fazendo dessa forma? Se alguém resolver reservar, recebo uma comissão que não onera para nada meu seguidor, mas que é importantíssima para manter o Turomaquia e o Arte 365 navegando! ⁣
⁣
Desenvolver conteúdo de qualidade é caro e demanda muito tempo. Por isso, pequenos gestos como esse, permitem que os criadores mantenham seu trabalho. Não permita que apenas os conteúdos lixo sobrevivam nessa selva digital! É uma compromisso de todos nós!⁣ Vou mostrar o quarto nos Stories!
⁣
#hotelmadri #ondedormiremmadri #hotelmadricentro #hoteldesign #madrilovers #madrid #mirante
  • ⁣
Palmeritas Original, novidade em Madri.⁣
⁣
O dono de uma das melhores confeitarias de Madri e do melhor croissant de framboesa abriu essa “porta” no coração da Gran Via, praticamente na frente da Primark. ⁣
⁣
O responsável? Alejandro Montes e sua casa insígnia? Mama Framboise. ⁣
⁣
Eu escrevi porta porque está pensado para atender o pessoal na rua. Mas também dá para entrar no hotel Hyatt e saboreá-las desde dentro com um cafezinho quente!⁣
⁣
Loja de um único produto, a palmerita, conhecida no Brasil como palmier ou ainda como orelhas de elefante 😋⁣
⁣
Um doce de massa folhada que Alejandro deu um giro de 180 graus criando 12 sabores diferentes, uma mais legal que o outro. Eu provei a “castiza”, ou seja, a palmerita com mais sabor a Madri que leva geléia de morango, chocolate de amoras e pétalas de violeta cristalizada. ⁣
⁣
Crocante, fresca e de sabores surpreendentes. Meus pais também adoraram. ⁣
⁣
💶 O preço? 1,70€⁣
⁣
⏰ Abre de segunda a quarta-feira das 8:30 às 22:00 horas. Quinta e sexta-feira das 8:30 à meia-noite. No sábado das 9:30 à meia-noite e no domingo das 9:30 às 22:00 horas.⁣
⁣
📫 End.: Calle Gran Vía 31, 28013⁣
⁣
Fotos próprias e de divulgação

Follow Me!