Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 15 2009

Mochilando em Madri

24 de maio
Acordei antes que todo mundo, tomei um delicioso banho, e coloquei uma roupa diferente. Conheci  a Ana Beatriz, por sinal tirei ela do berço. É uma graça, fala palavras em português e outras em espanhol.

A Bete me deixou na Plaza de Castilla, onde eu peguei o metrô (muito fácil de utilizar com um plano) até a estação Banco de Espanha. Fui até o banco trocar U$ 50,00. Pela primeira vez precisei do passaporte para trocar dinheiro. Passei por diversos chafarizes (maravilhosos!) até encontrar o Museu do Prado. Desconto com a carteirinha de estudante e preço final: 200 pesetas.
Madrid

Pode fotografar, mas sem flash. Puxei o filme para 400 Asa. Comecei a ver o acervo às 10:30, como não estava entendendo diversas coisas, fui até uma das “librerías” e comprei o Guia del Prado completo, um super guia, em papel couchê com 1.000 ilustrações. Na lojinha tem tanta coisa que a gente acaba até meio louco, as pessoas que atendem são muito cordiais.
Museu del Prado
Museu del Prado

Quase uma da tarde, desci até a cafeteria, comi um croissant adocicado e um suco de abacaxi, num copo muito bonito (265 pesetas). Voltei à parte de cima, me deliciando com Goya, Velazquez (quando vi “As Meninas” fiquei muito emocionada, é uma obra gigantesca!). O Prado estava repleto de excursões, eram crianças, velhos, os temíveis adolescentes; guias falando em japonês, alemão, francês, espanhol …

A obra de Goya do fuzilamento também é muito grande, e tem uma força descomunal! Vi as delícias do Bosch (El Bosco, na Espanha) e outras obras dele. Outra obra com uma força incrível: “A Deposição”, de Weyden, fiz alguns detalhes fotográficos. O Prado tem muitas obras de Goya, o que é interessante para ver a evolução do artista. Na parte de cima vemos uma parte dos retratos, o fuzilamento, e na parte debaixo as pinturas negras, em uma sala especial o que aumenta ainda mais a dramaticidade dos quadros. Comprei uma série de slides destes quadros. Algumas molduras são uma história à parte, extremamente rebuscadas e interessantes.


O Guernica já não está no Prado, foi transferido para o Rainha Sofia. O Raul me contou que foram gastos milhões de pesetas na transferência, realizada em caixotes blindados e climatizados, todos acompanhados por montões de policiais.

Fiquei seis horas no Prado, mas para ver melhor a parte debaixo teria que ter ficado no mínimo mais 6! Sai do Prado e fui a Casa do Retiro, que a gente entra com o ingresso do Prado. Não se pode entrar com bolsas. Eu estava meio cansada mas gostei muito do que vi. E amei algumas molduras. Havia um grupo de senhoras tendo aula de arte em uma das salas do museu. (O ar da Espanha é seco, e algumas áreas são meio desérticas) Voltando ao museu, neste espaço conheci pintores interessantes e me apaixonei pelo quadro “Dolor”, de Eduardo Chicharro, e por uma escultura de uma soldado e uma mulher do Canova. A sala central com um pé direito gigantesco tinha o teto todo pintado, em suas paredes muitos quadros, e abaixo banquetas de veludo e ao centro uma escultura negra de cristo deitado. Sai deste museu, e fui ao Parque del Retiro, não aguentei andar muito!
Casón del Buen Retiro
Com a ampliação do Prado, as obras que estavam no Casón del Buen Retiro foram transferidas à nova ala do museu. Neste edifício foi instalado um Centro de Estudios.

Passei pela Paroquia S. Jerônimo del Real que estava sendo reformada. Dei mais uma andada pelos arredores, peguei o metrô até a Av. de América, corri atrás do ônibus 114 e o cordial motorista me indicou quando cheguei na Quinta dos Molinos. Cheguei por volta das 19:45, o Raul estava se preparando para uma reunião. A Bete fez um delicioso strognoff de frango e uma tortilla, que é um prato típico espanhol (uma omelete com batatas). Ficamos vendo fotos e filmes das viagens dos dois …

Informação prática: já não se pode realizar fotos no Museo del Prado.
fotos: archivo_turomaquia_1995

2 Comentários

  1. Paula*

    Madri é uma "falha" no curriculo. Tenho loucura pra conhecer o Prado. Deve ser uma coisa linda!…

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Paula, o Prado é ótimo porque é enorme, mas sem ser gigantesco, e bem mais didático que outros museos, sem contar os pintores espanhóis, possuem as obras mais importantes de Bosch!Beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes
  • Fim da San Silvestre! Foto tirada por um amigo querido, Federico. Agora partindo para a casa da minha sogra e vc onde vai passar essa noite?

#sansilvestrelaspalmas #anonovo2020 #laspalmasdegrancanaria #running
  • Recomendo essa caminhada que começa no Castillo del Tostón e vai até a Playa del Esquinzo. Ida e volta são na verdade quase 14 km, mas é de nível 1. Fizemos uma parte caminhando pela praia 🏖 
#elcotillofuerteventura #fuerteventuraexperience #fuerteventurabeach #beachlife🌴

Follow Me!