Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 23 2009

Gostinho caseiro com perfeição nos detalhes – Casa di Bel – Curitiba

Quando eu venho para a terrinha o que eu mais quero é comer uma mandioquinha frita, tomar uma caipirinha, o que parece fácil, né? Mas não é, porque nestas coisas simples o diabo mora realmente nos detalhes e na perfeição da execução. Nestes dias de Curitiba fui a diversos lugares que pouco a pouco vão aparecer por aqui, mas somente em um lugar comi o aipim (mandioquinha) frita perfeita e uma caipirinha sublime! Onde foi isto? Na Casa di Bel, no tradicional bairro Batel.

O lugar é enorme, mas com diversos ambientes. Se você for com um grupo entre 8 e 12 pessoas já pode reservar uma casinha, isto mesmo, não errei não! Na parte do jardim, pequenas casinhas abrigam os grupos e dão total privacidade em um ambiente de interior, relaxado mas com um serviço nota 10 e uns petiscos e pratos principais muito bem preparados.
Onde comer em Curitiba

Eu estava com um grupo e pedimos várias coisas, a mandioquinha frita, a carne de onça, a carne seca, e um prato chamado: chapa mineira: filé mignon na chapa, com batatas fritas com cebolinha, pãozinho quente e um molho de queijo, tô quase babando só de lembrar …
Casa di Bel-Curitiba
Casa di Bel-Curitiba
Casa di Bel-Curitiba

Informação prática
Localização: Alameda Dom Pedro II, 602, Batel
Telefone: 3243-5002
O site está em construção:www.casadibel.com.br
Horários:Servem almoço e ficam abertos até o último cliente sair …
Segunda a sexta-feira das 11:30 às 15:00 horas e das 17:00 às 01:00/02:00
Sábados e domingos: das 12:00 horas e vai pela noite afora …

Estacionamento ao lado: R$ 8,00

Nós pedimos tudo que eu comentei e pagamos R$ 26,00 por pessoa. Ah, esqueci de comentar, de sobremesa provamos o brigadeiro de panela. Servem o doce na panela, e cumbuquinhas para cada um se servir!

fotos: turomaquia_2009

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

6 Comentários

  1. Luisa

    Vc tà judiando, nè? Esses seus posts sobre a gastronomia curitibana estao me matando de saudades e vontades!ai, o brigadeiro de panela… Bjs

    responder
  2. SÍLVIA OLIVEIRA

    Aiii, e eu resolvo passar aqui bem na hora do almoço!!!! Ah, não… vou lá comer esta mandioquinha! Muuito boa dica! 🙂

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Luisa, eu mesma etsou me judiando snif snif porque hoje é o último dia!!! Nem te conto o que ainda vem pela frente na série de Curitiba!!!!Beijos

    responder
  4. Patricia de Camargo

    Silvinha, este aipim foi o vencedor de todos que comi nestes dias por aqui!Beijos

    responder
  5. Carol Wieser

    Oi Patricia,Na Casa di Bel ainda nâo fui, mas a Casa di Bela (que é bem parecida) também é muito legal. Comida simples, tudo simples e bem decorado. Adoro os pinguins que tem em cima das geladeiras…Beijos

    responder
  6. Patricia de Camargo

    Carol, e eu não conheço a Casa do Bela, mas me falaram que eles eram sócios e que se separaram, não sei se é verdade?!Beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pelas ruas de Madri 💁🏽‍♀️ #street_photography #madrilovers #madrid🇪🇸 #espana🇪🇸
  • Desfrutando de uma visão 360 graus de Madri, onde? No nosso hotel. Para descobri-lo, clique no link da bio 💁🏽‍♀️ #viewmadrid #madrilovers #espanha🇪🇸 #hotelcomvistas
  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia

Follow Me!