Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 13 2009

Museu Oscar Niemeyer – Curitiba

Museu Oscar Niemeyer
No meu tempo de advogada eu ia ao Edifício Castelo Branco para pagar o imposto de transmissão causa mortis. Aquele imposto dos inventários. Subia a rampa, girava a esquerda até o final do corredor. Nem passava pela minha cabeça que este prédio um dia se ia converter em um lugar para desfrutar da arte!

O Edifício Castelo Branco agora alberga o Museu Oscar Niemeyer. O edifício do museu, ou seja, aquele pelo qual você entra na instituição, é um projeto dos anos 60 de Niemeyer. Quando se resolveu que teria outra função, e que seria remodelado, Niemeyer projetou o prédio anexo, que é mais conhecido como olho.

O museu costuma albergar exposições bem interessantes. O espaço físico em si já vale a visita. Agora, em um lugar tão gigantesco porque não escolhem o melhor que eles tem no depósito (acervo) e criam uma personalidade própria com sua cara e fundamentada em sua coleção. Uma museu sem coleção é meio que um museu sem cara, sem identidade. Quando criaram este museu (e me desculpem, mas isso tem que ser dito!) “destruíram” outro museu, que era o Museu de Arte do Paraná. Naquele museu qualquer visitante podia entender o começo e a evolução da arte do nosso estado. Era uma delícia de museu. Ok, fecharam, ninguém falou nada, é passado e já está. Todas as obras daquele grande museu foram para o depósito deste novo museu. Porque não selecionar o mais relevante e montar uma coleção permanente atraente e que cumpra seu papel social de mostrar ao paranaense e ao visitante de outras paragens, um pouca da cultura artística do nosso estado!? Pela Europa, a maioria já entendeu que sem identidade e coleção própria, a coisa vai bem mal …
Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer

Depois deste desabafo, voltamos à minha visita ao Museu Oscar Niemeyer. Cheguei, e fui direto à bilheteria. Passado o raio-X me sentei para decidir o que eu iria ver. Escolhi a exposição de Portinari, a da minha amiga Rosemeire Odahara, a do acervo e passar os olhos pela exposição de paisagens.
Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer

Deixei para subir no olho por último, neste momento no olho se encontra uma exposição do acervo do museu. Subi a rampa, e visitei primeiro as exposições que estão na parte superior, depois desci para aceder ao olho. Na parte inferior, se encontra um espaço que conta um pouco da trajetória do arquiteto, urbanista e artista Oscar Niemeyer. São fotos, pequenos textos e maquetes de alguns de seus projetos. De um lado desta exposiçao, se projeta continuamente um documentário sobre Niemeyer. Deste lugar, já avistei o famoso túnel que liga os dois edifícios. É meio surreal atravessá-lo, é todo branco e com as típicas linhas curvas do arquiteto. Neste edíficio antes de chegar ao olho há outras salas de exposiçãoes, mas o melhor é subir diretamente ao olho. Quando você chegar ao olho, fique ligado no material utilizado, e na difícil tarefa que deve ser montar uma exposição por lá, pela disposição do espaço, pelas curvas das paredes e pela iluminação!!!
Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer

Desci pelo olho, e voltei ao edifício Castelo Branco. Dei uma passada na lojinha. Comprei um boné do museu, com um preço justo e de ótima qualidade – R$ 13,00. Também comprei uma espécie de “catálogo” do museu. Foi barato – R$ 5,00, mas deixa a desejar. Falta boa parte da história do prédio e da própria criaçao do museu. Traz um montão de números, quanto medem as salas, e coisas do gênero, um pouco chato!

Depois da lojinha, fui ao café. Um espaço aconchegante e cheio de charme. O café era uma delícia, servido com um copinho de água com gás e um biscoitinho, todo um detalhe! Também servem sanduíches, saladas e massas. Como o estacionamento na parte da frente e atrás é grátis, vale a pena passar por lá, nem que seja para tomar um cafezinho e curtir o exterior do museu.
Museu Oscar Niemeyer

Museu Oscar Niemeyer

Apesar do meu desabafo, vale muito a pena visitar o museu. Primeiro, porque é uma oportunidade única de visitar uma obra do Niemeyer, e nao qualquer uma, um projeto dos anos 1960, remodelado no século XXI pelo mesmo arquiteto!! E segundo, porque em 2009 a programação é de luxo, indo dos franceses Rodin e Camille Claudel ao espanhol Sorolla. Do húngaro Vasarely aos azulejos portugueses do século XVI. Para conhecer toda a programação, clique aqui. Na página da programação, basta clicar em cima de cada exposição para que se abra um documento com mais detalhes.

Como chegar
Está no Centro Cívico, mais ou menos atrás do Palácio do Governo. Fica perto do Shopping Mueller. O ônibus Ahú- Los Angeles te deixa na frente. Se você estiver no Batel, é só descer até a Avenida Silva Jardim, por onde passa este ônibus. No centro, ele
passa pela Avenida Marechal Floriano Peixoto. A parada fica após a Rua Marechal Deodoro.

Rua Marechal Hermes, 999

Horários
De terça a domingo, das 10:00 às 18:00 horas

Tarifas
R$ 4,00
R$ 2,00 – estudantes
Grátis – menores de 12 anos e maiores de 60 anos
Pode-se utilizar cartão de crédito tanto na lojinha, como no café ou na bilheteria.

Site do museu
http://www.museuoscarniemeyer.org.br/#

Fotografia/Video
Pode fotografar dentro do museu sem flash. Não pode filmar.
fotos: turomaquia_2005 e 2009

5 Comentários

  1. Claudia Pimenta

    oi patricia! a h stern lançou uma coleção de joias inteirinha inspirada nas obras do niemeyer – está linda! e, nas vitrines, pequenas maquetes das obras… bjs, querida!

    responder
  2. Carol Wieser

    Tenho orgulho desse Museu estar em Curitiba. A arquitetura dele é divina.beijos

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Claudia, que legal, eu não sabia, se você fizer um post, me avisa que ponho um link!Beijos

    responder
  4. Patricia de Camargo

    Carol, eu também tenho orgulho do museu. O que não entendo são alguns despropósitos a nivel administrativo!Mas vocè tem toda razão, é lindo!Beijos

    responder
  5. Teté

    tenho que ir, já amei

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!