Guias de Viagem e Arte

 
 
out 16 2008

O que se ouve por aqui: El Sueño de Morfeo

El Sueño de Morfeo

“El Sueño de Morfeo” é um grupo formado por três jovens: David, Raquel e Juan. Eles lançaram seu primeiro disco em 2005 e já de cara venderam 40.000 cópias, que por aqui é bastante. Começaram a sair por todos os lados, versionaram uma canção para uma série espanhola de êxito – “Los Serranos” e hoje ocupam seu espaço no panorama musical espanhol. Em 2007 lançaram seu segundo album.

O legal das músicas deles é que misturam música celta com pop. O grupo é asturiano, e por isso esta mistura. Mas apesar de ter sido criado em Oviedo (Asturias, é a cidade que aparece junto à Barcelona no último filme de Woody Allen), a vocalista – Raquel del Rosario é canária. Ela nasceu em 1982 numa cidade do interior de Gran Canaria – Teror e se mudou em 2000 para Asturias para formar o grupo.

E já entrando no mundo da fofoca (risos) ela é a esposa do piloto de Fórmula 1 – Fernando Alonso, que é asturiano. Eles se casaram secretamente em 2007, e até hoje se escondem dos meios de comunicação, sabe este lance de proteger sua privacidade! Mas todo mundo sabe que eles casaram, e que a lua-de-mel foi nas Ilhas Maldivas.

Alonso y Raquel del Rosario

Alosno y Raquel del Rosario

Alonso y Raquel del Rosario

Do primeiro disco, eu adoro uma canção intitulada: “Esta soy yo”, é super bem-humorada. A canção que está no video do Youtube, se chama “Déjame verte”. Ela canta com Diego Martín, que tem esta voz rasgada, que eu adoro.

Y esta soy yo
Y esta soy yo
Y esta soy yo
Y esta soy yo

Dicen que soy
Un libro sin argumento
Que no se si vengo o voy
Que me pierdo entre mis sueños

Dicen que soy una foto en blanco y negro
Que tengo que dormir más
Que me puede mi mal genio

Dicen que soy
Una chica normal
Con pequeñas manías que hacen desesperar
Que nos e bien
Donde esta el bien y el mal
Donde esta mi lugar

Y esta soy yo
Asustada y decidida
Una especie en extinción
Tan real como la vida
Y esta soy yo

Ahora llega mi momento
No pienso renunciar
No quiero perder el tiempo
Y esta soy yo
Y esta soy yo

Dicen que voy
Como perro sin su dueño
Como barco sin un mar
Como alma sin su cuerpo

Dicen que soy
Un océano de hielo
Que tengo que reír más
Y callar un poco menos

Dicen que soy
Una chica normal
Con pequeñas manías que hacen desesperar
Que nos e bien
Donde esta el bien y el mal
Donde esta mi lugar

Y esta soy yo
Asustada y decidida
Una especie en extinción
Tan real como la vida
Y esta soy yo
Ahora llega mi momento
No pienso renunciar
No quiero perder el tiempo

Y esta soy yo
Y esta soy yo
Oh

No se lo que tu piensas
No soy tu cenicienta
No soy la última pieza de tu puzzle sin armar
No soy quien ideaste
Quizás te equivocaste
Quizás no es el momento

Y esta soy yo
Asustada y decidida
Una especie en extinción
Tan real como la vida
Y esta soy yo
Ahora llega mi momento
No pienso renunciar
No quiero perder el tiempo
Y esta soy yo

Para saber mais, entre nos sites oficiais:
www.elsuenodemorfeo.com
www.raqueldelosario.net

Para escutar mais músicas do Sueño de Morfeo, vá a:
http://www.goear.com/search.php?q=el+sue%F1o+de+morfeo

Tags Technorati: , ,

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

4 Comentários

  1. Claudia Pimenta

    oi patricia! nossa, a saudade foi gde… lembrei de vc na ida e na volta, pois sobrevoei as canárias (viajei por lisboa)! falei p/o meu marido: olha, aqui vive a patricia, minha amiga blogueira! como o céu estava azul, deu p/ver bem mesmo…espero que vc esteja bem e que possamos ir matando as saudades… as novidades são tantas que preciso de tempo p/organizar… foram férias maravilhosas, que pretendo compartilhar lá no blog com os amigos!bjs, querida!!!

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Na próxima faça uma parada por aqui, você não vai se arrepender, mais adiante começarei a escrever das Canárias. E eu é que senti a falta da tua super boa energia por estas bandas!Beijos

    responder
  3. Mirella

    Adoro esses posts de dicas musicais :)bjks

    responder
  4. Patricia de Camargo

    Mirella, na próxima semana tem mais!!!Beijos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • O que é isso? Uma estação de trem basiquinha 😂😂 Qual foi a estação de trem mais bonita que você já conheceu?

#atocha #trem #madrilovers #tremEspanha
  • O entardecer da janela do nosso quarto de hotel. Como alguém abandona esse lugar? 
Mas amanhã não tem jeito, porque uma cidade monumental nos espera no sul 🙆🏼‍♀️ #madridview #madrilovers #hotelview #hotelesdeensueño #madri
  • Pelas ruas de Madri 💁🏽‍♀️ #street_photography #madrilovers #madrid🇪🇸 #espana🇪🇸
  • Desfrutando de uma visão 360 graus de Madri, onde? No nosso hotel. Para descobri-lo, clique no link da bio 💁🏽‍♀️ #viewmadrid #madrilovers #espanha🇪🇸 #hotelcomvistas
  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad

Follow Me!