Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 11 2013

World Travel Market Latin America 2013 e minha relação de longa data com as feiras de turismo

A versão latinoamericana da afamada feira britânica – World Travel Market, foi o que me trouxe para o Brasil. Entre os dias 23 e 25 de abril mais de 1.000 expositores de todos os lugares do mundo se reunirão em Sampa. Uma importante mostra da importância brasileira no mercado, mas infelizmente muito mais como emissores do que como receptores de turismo internacional ;(

Comecei a frequentar as feiras de turismo quando ainda não eram tão gigantescas, nos idos de 1990. Ano que entrei no Curso de Turismo da Universidade Federal do Paraná. Fiquei por lá apenas 1 ano, mas o destino ou o que quer que seja, acabou me levando de volta a este mundo em 2000, quando comecei o mestrado.
Fitur 2003 - Feira de Turismo de Madri Fitur 2003 - Feira de Turismo de Madri

Depois disso fui professora de duas universidades no Curso de Turismo, e comecei um doutorado na Espanha. O que me levou às megas feiras: Fitur (Madri), ITB (Berlim) e WTM (Londres). Mas a primeira ,como tanta coisa que leva este rótulo, foi inesquecível.

Quando entrei na Fitur em 2003 tive aquela sensação: “Não posso com isso”, tal a grandiosidade dos 10 pavilhões da IFEMA, e a quantidade de estímulos visuais, auditivos e olfativos.
Fitur 2003 - Feira de Turismo de Madri Fitur 2003 - Feira de Turismo de Madri
Fitur 2003 - Feira de Turismo de Madri
Fitur 2003 - Feira de Turismo de Madri

Uma feira não é algo fácil, é totalmente o contrário, é esgotador. Mas para poder crescer, ampliar a rede de contatos e trazer ainda mais novidades, idéias e inspirações para vocês, é um exercício necessário. Respiro fundo, penso nos comentários de agradecimento, naqueles emotivos contando que ajudei a se emocionarem ainda mais em suas viagens, e vou lá prá linha de gol. Louca para gritar: MARQUEI! e mandar um abraço virtual para todos vocês 🙂

2 Comentários

  1. Fabiana Couto

    Patrícia, boa noite!
    Estou realizando várias pesquisas sobre intercâmbio cultural na Europa e gostei muito das suas vivências em feiras de turismo. Sou coordenadora geral do Grupo Flor de Minas (MG) e estou pleiteando uma oportunidade de representarmos nossa cultura (música regional popular brasileira) fora do país. Você tem algum contato com organizadores de eventos deste porte, ou com produtores culturais estrangeiros que poderiam nos auxiliar na nossa participação em algum evento como a Feira Latino America em Milano, ou o Ano do Brasil em Portugal?
    Grata!
    Fabiana Couto

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá Fabiana, infelizmente sempre frequentei as feiras como imprensa ou trade, mas nunca trabalhei ou estive na parte da organização, pelo que não tenho como auxiliá-la nesta tarefa 🙁
      Um abraço

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!