Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 17 2013

Escher – o artista do impossível no MON em Curitiba

Um cenário ao final da rampa de acesso do MON delata que esta exposição vai além de uma mostra das obras de Escher. O que se pretende é que o público entre no mundo, e se não fosse um pouco utópico, na cabeça do artista.
Escher - no Mon em Curitiba

Além de tirar uma foto divertida onde uma pessoa parece um gigante e a outra bem baixinha, logo de cara, descobre-se a fascinação de Escher pela ilusão de ótica.
Escher - no Mon em Curitiba

Este holandês que nasceu lá no finzinho do século 19, e morreu quando eu tinha 2 aninhos entrou na faculdade de arquitetura (por imposição do pai), mas ao encontrar com um mestre da gravura, deixou tudo de lado e começou a fazer xilogravura e litogravura.

Fazer gravura de entrada acrescenta duas dificuldades, o que você vê na matriz (pedra ou madeira) na direita, na impressão estará na esquerda. O que se vê em relevo será negro, ou dá cor que se utilize para imprimir, e o que está abaixo branco, ou melhor, sem cor. Isso que pode parecer até meio bobinho, está bem longe disso. O artista tem que ter a idéia, mas antes de desenvolvê-la, pensá-la ao contrario, não é mole não!
Escher - no Mon em Curitiba

Maurits Cornelis Escher morou na Holanda, Itália, Suiça, Bélgica e viajou muito pela Espanha, onde se apaixonou pela Alhambra, o palacio mouro de Granada. Os padrões árabes repetidos levaram Escher a criar os ladrilhamentos, ou em português mais claro, a divisão do espaço de forma regular. Só que estes ladrilhamentos que podiam ficar em retângulos e losangos, viraram por exemplo diabos e anjos. O artista não era matemático e utilizava o famoso erro e acerto até encontrar a solução para seu problema, e foi assim que os ladrilhamentos além de dividir o espaço se transformaram em metamorfoses, onde peixes dão lugar a pássaros.Onde o negativo-positivo da gravura ganha outro sentido.
escher
Escher - no Mon em Curitiba

A exposição é um grande playground onde sentimos na pele os efeitos que ele coloca nas obras. Num retângulo de luz parece que pisamos num grande precipicio, é o mundo sem fim. Podemos até pegar o globo de metal e tentar fazer uma foto imitando a gravura onde vemos o senhor refletido na esfera e ao mesmo tempo sua mão que agarra a “bola”.
Escher - no Mon em Curitiba Escher

Por fim todos experimentamos arte, não apenas as crianças. A exposição está tão bem montada, que não tem idade, é legal para todo mundo. É universal como Escher.
Escher - no Mon em Curitiba

Lembro que na faculdade de artes muitas vezes nos referimos à Escher como o artista das escadas impossíveis, mas que nada era o homem dos mundos impossíveis.
Escher - no Mon em Curitiba
Escher - no Mon em Curitiba

Um filme em 3D com narração divertida nos coloca dentro destas arquiteturas que apenas podem existir na cabeça do artista. Talvez uma forma que ele enc ontrou de rir deste mundo, que chamamos real. O de Escher é chamado de impossível, mas é este mundo que deixa todos os visitantes sem fôlego e extasiados ao final da visita. Não dá para perder, o sucesso no primeiro final de semana foi tanto, que prorrogaram o tempo da mostra, que ficará aberta no MON até o dia 10 de agosto.
Escher - no Mon em Curitiba
Escher - no Mon em Curitiba Escher - no Mon em Curitiba

A entrada custa a bagatela de R$ 6,00, e R$ 3,00 para estudantes e tal. Maiores de 60 anos não pagam.

Veja todos nossos posts de CURITIBA

Busque e reserve seu hotel em Curitiba, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

7 Comentários

  1. Patricia Papp

    Pati, que legais as fotos!

    Esta exposição é mesmo o máximo ne?

    Estou louca para ir de novo!

    beijos

    responder
    • Patricia de Camargo

      É o máximo mesmo!!! Eu vou outra vez antes do voo para Sampa 🙂
      Beijos

      responder
  2. Marilia Boos Gomes

    Prezada Patrícia, tudo bem? Escher é maravilhoso. Tive o privilégio de ser presenteada com uma cópia do 6º trabalho postado acima. Ele sabia que eu era apaixonada pela gravura que enfeitava uma das paredes de seu apartamento. Um belo dia, em meu aniversário, ele ma deu. Tive oportunidade de apreciar o trabalho inteiro – esta gravura é apenas uma parte – e fiquei mais encantada ainda. A exposição é uma oportunidade que não deve ser perdida. Cordial abraço.

    responder
  3. Marilia Boos Gomes

    Retificando a postagem: Um amigo sabia que eu era apaixonada pela gravura…
    Perdoe-me o equívoco.
    Abraço cordial da Marilia.

    responder
  4. Fabio Pastorello

    Adorei essa exposição quando estava aqui em Sampa. Ele é genial. E lógico, essa foto da pessoa gigante e da pessoa baixinha é divertidíssima de fazer. Abs.

    responder
  5. Luciana Betenson

    Nossa, que demais… Pirei nesta exposição! E acabei de descobrir que já esteve em São Paulo, faz séculos, eu nem morava aqui 🙁 Mas valeu, Pat, por dar este gostinho. Bjs,

    responder
  6. Carmen

    Escher tem essa sensibilidade, que procura criar o estranho. Ele persegue o mistério e isso é muito creativo.
    Algumas das suas impressões me lembrar de Piranesi, não sei porquê. Pode ser pelas imagens, em preto e branco, enigmáticas e cheias de suspense…

    Adorei o post!

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • La Duquesita⁣
⁣
É uma das “docerias” mais antigas de Madri. Abriu suas portas em 1914 e ficou apenas 9 meses fechada. Quando todo mundo já dava por perdido esse emblemático lugar, veio Oriol Balaguer e reabriu suas portas.⁣
⁣
Oriol Balaguer é um dos mais famosos “chocolateiros” da Espanha, ou como se diz por aqui, “maestros chocolateros”.⁣
⁣
A loja é linda, mas não é só aparência. Os doces são gostosos e nem preciso falar dos bombons, tendo em vista quem é o dono do estabelecimento 😉⁣
⁣
Ele manteve o doce mais famoso da casa, como não, La Duquesita. Um doce de morango.⁣
⁣
Nessa época se passar pela loja, vale a pena comprar um dos panetones premiados do “chef”. Tem o tradicional, o de chocolate e o gianduia (pasta de chocolate com 30% de pasta de avelãs). E este ano também tem panettone de framboesa!⁣
⁣
#madrilovers #foodmadrid #oriolbalaguer #panettone #panettoneMadrid #doceemmadri #ondecomeremmadri

Fotos próprias e de divulgação.
  • Qual é seu drink favorito?⁣
⁣
Na foto estou com o “pear mule”, o novo drink do @200gramos. Leva vodka, pera, suco de limão e ginger beer.⁣
⁣
Beeeem gostoso!

#drinks🍹 #restaurantelaspalmas #laspalmasdegrancanaria🌴 #grancanaria
  • Paris sera Toujours Paris⁣
⁣
É um guia realmente diferente de Paris. Não vai te ajudar a pegar o metrô ou programar o dia a dia da sua viagem. E mesmo assim é incrível para quem busca compreender a cidade.⁣
⁣
Màxim Huerta nos mostra Paris através de seus personagens como Colette ou Joséphine Baker; de seus ofícios, um exemplo? Os “bouquinistes”, os vendedores de livros das “caixas verdes” das margens do Sena.⁣
⁣
Também fala do croissant, da Torre Eiffel, mas sempre trazendo um dado inusitado, contando uma história, porque afinal Màxim é um grande contador de histórias, já falei de outro livro dele no #turolivros⁣
⁣
O livro é lindo, graças as histórias e as ilustrações de Maria Herreros, que são pura arte.⁣
⁣
Dá para ler com um espanhol intermediário.⁣ Não tem edição em português.
⁣
#parislivro #parisbook #oqueler #bookaddict #turolivros #desafioumlivropormes #bookphotos
  • Bar-restaurante (Achado em Madri)⁣
Não estou exagerando, é realmente um achado em Malasaña. ⁣
⁣
Na verdade é um bar-restaurante com um armazém que vende frios, vermut e outras delícias.⁣
⁣
Típico lugar de bairro, frequentado pelos moradores e que oferece boa comida, excelentes vermuts e um atendimento amável.⁣
⁣
Levei meus pais e eles amaram. No final de semana tem que chegar cedo para sentar porque o local é pequeno. ⁣
⁣
Durante a semana, oferecem um prato do dia por 5,50€. Nós fomos de garbanzo con bacalao. Grão de bico com bacalhau. Na Espanha se prepara o grão de bico como a gente faz feijoada. ⁣
⁣
Se quiser acrescentar ao prato do dia, bebida e pão, o valor sobe a 8€. O pão é mara e o vermut muuuito bom, por isso vale a pena acrescentá-los.⁣
⁣
Para ir com amigos e petiscar, há tábuas de frios, colmadas (sanduíches) e conservas. ⁣
⁣
Veja o cardápio inteiro com preços no site oficial: http://lacolmada.com ⁣
⁣
Destaque: atendimento 5 estrelas.⁣
⁣
#madri #madridlovers #madridfood #restaurantesmadri #restaurantesmadrid #foodphoto #foodporn #foodpic @lacolmada
  • Hotel maravilhoso em Madri⁣ 🔝
Gente do céu, apaixonei por um dos hotéis que testei nessa última viagem para Madri. ⁣
⁣
Na verdade, também gostei de outro, que vou postar mais para frente. ⁣
⁣
Mas voltando a esse 4 estrelas incrível que me hospedei em 2 noites diferentes, uma com minha sogra e outra com meus pais.⁣
⁣
Ocupa um edifício histórico que foi o maior arranha-céu da Espanha na década de 1950. Foi remodelado totalmente pela rede RIU e reabriu nesse último verão.⁣
⁣
Mas o que quero destacar é o atendimento prestado por todo o staff, desde a recepção ao senhor que abre a porta. Passando pela senhora que retira os pratos da mesa no café-da-manhã. De tirar o chapéu!⁣
⁣
Os dois quartos que me hospedei tinham uma vista incrível de Madri, com Palácio Real incluído.⁣
⁣
Os hóspedes tem livre acesso a um dos melhores mirantes da cidade. E ainda conta com um piscina (bem pequena), academia, café da manhã com show cook e uma localização fantástica!⁣
⁣
Para ver preços e outras opiniões, clique no link da bio. Por que estou fazendo dessa forma? Se alguém resolver reservar, recebo uma comissão que não onera para nada meu seguidor, mas que é importantíssima para manter o Turomaquia e o Arte 365 navegando! ⁣
⁣
Desenvolver conteúdo de qualidade é caro e demanda muito tempo. Por isso, pequenos gestos como esse, permitem que os criadores mantenham seu trabalho. Não permita que apenas os conteúdos lixo sobrevivam nessa selva digital! É uma compromisso de todos nós!⁣ Vou mostrar o quarto nos Stories!
⁣
#hotelmadri #ondedormiremmadri #hotelmadricentro #hoteldesign #madrilovers #madrid #mirante
  • ⁣
Palmeritas Original, novidade em Madri.⁣
⁣
O dono de uma das melhores confeitarias de Madri e do melhor croissant de framboesa abriu essa “porta” no coração da Gran Via, praticamente na frente da Primark. ⁣
⁣
O responsável? Alejandro Montes e sua casa insígnia? Mama Framboise. ⁣
⁣
Eu escrevi porta porque está pensado para atender o pessoal na rua. Mas também dá para entrar no hotel Hyatt e saboreá-las desde dentro com um cafezinho quente!⁣
⁣
Loja de um único produto, a palmerita, conhecida no Brasil como palmier ou ainda como orelhas de elefante 😋⁣
⁣
Um doce de massa folhada que Alejandro deu um giro de 180 graus criando 12 sabores diferentes, uma mais legal que o outro. Eu provei a “castiza”, ou seja, a palmerita com mais sabor a Madri que leva geléia de morango, chocolate de amoras e pétalas de violeta cristalizada. ⁣
⁣
Crocante, fresca e de sabores surpreendentes. Meus pais também adoraram. ⁣
⁣
💶 O preço? 1,70€⁣
⁣
⏰ Abre de segunda a quarta-feira das 8:30 às 22:00 horas. Quinta e sexta-feira das 8:30 à meia-noite. No sábado das 9:30 à meia-noite e no domingo das 9:30 às 22:00 horas.⁣
⁣
📫 End.: Calle Gran Vía 31, 28013⁣
⁣
Fotos próprias e de divulgação

Follow Me!