Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 25 2010

O que estou fazendo em Paris? – La vie en rose

Ponte Paris

Primeiro de tudo. Oficialmente quando este post for publicado estarei em alguns dos meus Voos para Paris. Viver em uma ilha tem suas vantagens e a desvantagem de que qualquer viagem é realmente uma baita viagem!

Sai de Las Palmas às 06 da matina, em um daqueles voos que quando o relógio soa às 04:30 você jura que nunca mais vai comprar, mas como a mãe que esquece da dor do parto, em breve virá outro mais e assim se viverá o primeiro P.I. (programa de índio) da empreitada.

Cheguei (se Deus permitir que tudo saia em seu horário) às 09:40 em Madrid. Minha malinha de míseros 11 kilinhos e 300 gramos também chegou. Rapidamente me dirigi a uma companhia que eu jurei (outra vez) que não voaria nunca mais, entretanto a etiqueta Voos baratos Paris alterou minhas convicções, que ao parecer estão se flexibilizando muito com a idade!

Peguei meu novo cartão de embarque, e desta vez sem escalas a Paris. O voo saiu religiosamente às 12:15 horas. Em uma uma hora e cinquenta e cinco minutos terei pousado no Aeroporto Charles de Gaule. Junto com minha malinha, que depois de tanto ir e vir, seguramente já pesa 10 kilos e 500 gramos! (OBA!)

No melhor estilo Low Cost Paris, nada de pegar o ônibus da Air France e nem pensar em táxi. Vou com o RER B que vai me deixar na Gare du Nord. Dependendo do meu estado de ânimo pegarei o metrô até Saint-Denis ou caminharei um quilômetro até a Rue Bouchardon, onde se encontra meu hotel. E entre um francês inexistente comprimido entre Bonjour, gauche, droite y combien, e um inglês que renasce a cada viagem, farei meu check-in por volta das 15:00 horas. O tempo no quarto será mínimo. Munida de minhas câmaras flanarei por Paris, deixando a vida me levar …

Eiffel Tower

Mas afinal porque comecei tudo isso, para contar porque estou em Paris. Vou trabalhar, uma agenda bem apertada entre muitas visitas técnicas a museus. Certamente sairei de Paris sem saber sequer meu nome entre tantas obras-primas, histórias e estórias. No meio de tanta pesquisa, terei o prazer de encontrar a pessoas que já considero amigas, e o mais louco, sem nunca tê-las visto sequer por um minuto ao vivo e a cores, mas que sinto conhecer e entender. Esta é a parte mais doce e terna da Web 2.0. O único “senão”, o outro integrante do Turomaquia, não estará presente (snif, snif …), minha companheira de viagem será uma amiga de nome Mesi e nacionalidade húngara. Ela terá que aguentar que na cidade romântica por excelência lembre do Tom, embalada pelo hino de Piaf:

“Quando me colocas em teus braços
me falas com um tom suave e baixo
Vejo a vida cor de rosa …”

Como banda sonora desta viagem nada melhor que uma versão genial da “La vie en rose” com Thomas Dolby e Rochelle Garnier. Se quiser coloque subtítulos!

Para ir dando água na boca:
Passeio de bicicleta por Paris
FotoGaleria: Paris à noite e desde uma bici
Museu de Paris – Arts e Metiers
Mochilão Europa chega em Paris
Um passeio por Paris
Vivendo o sonho do Louvre

fotos: turomaquia_2006
video: http://www.ted.com

6 Comentários

  1. Anonymous

    "La vie en rose" e "non, je ne regrette rien" cantadas por Edith Piaf são um bom símbolo de París.BjsCarmen

    responder
  2. Silvia Oliveira

    Ótima viagem para vocês duas, beijos grandes na Mesi! Trabalhem muito… mas não se esqueçam de flanar um pouquinho… =)

    responder
  3. Claudia Bins (Cacau)

    Ai coisa boa!!! Paris é sempre maravilhosa, `a passeio ou a trabalho…mas concordo que com a cara-metade é ainda melhor!

    responder
  4. Vini

    kkkk, tava inspiradona quando publicou essa eim . RSRS Será a França que faz isso com as pessoas ?! rsUm abraço, adorei os detalhes da postagem rsrsrs !Fique com Deus !

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Carmen, você tem toda razão, e esta versão está chique né?!Silvinha, mandei teu beijo e em breve fotos do encontro hungaro-brasileiro!Cacau, encontrei a cara-metade em Florença! Delícia!Vini, obrigaduuu, e Paris faz isso mesmo com as pessoas heheheBeijos

    responder
  6. Rita Maria dos Santos

    Vou a Paris em junho/19 .Ficarei 4 dias poderia me indicar hostes ou hotel estilo B B B bem localizado.

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • La Duquesita⁣
⁣
É uma das “docerias” mais antigas de Madri. Abriu suas portas em 1914 e ficou apenas 9 meses fechada. Quando todo mundo já dava por perdido esse emblemático lugar, veio Oriol Balaguer e reabriu suas portas.⁣
⁣
Oriol Balaguer é um dos mais famosos “chocolateiros” da Espanha, ou como se diz por aqui, “maestros chocolateros”.⁣
⁣
A loja é linda, mas não é só aparência. Os doces são gostosos e nem preciso falar dos bombons, tendo em vista quem é o dono do estabelecimento 😉⁣
⁣
Ele manteve o doce mais famoso da casa, como não, La Duquesita. Um doce de morango.⁣
⁣
Nessa época se passar pela loja, vale a pena comprar um dos panetones premiados do “chef”. Tem o tradicional, o de chocolate e o gianduia (pasta de chocolate com 30% de pasta de avelãs). E este ano também tem panettone de framboesa!⁣
⁣
#madrilovers #foodmadrid #oriolbalaguer #panettone #panettoneMadrid #doceemmadri #ondecomeremmadri

Fotos próprias e de divulgação.
  • Qual é seu drink favorito?⁣
⁣
Na foto estou com o “pear mule”, o novo drink do @200gramos. Leva vodka, pera, suco de limão e ginger beer.⁣
⁣
Beeeem gostoso!

#drinks🍹 #restaurantelaspalmas #laspalmasdegrancanaria🌴 #grancanaria
  • Paris sera Toujours Paris⁣
⁣
É um guia realmente diferente de Paris. Não vai te ajudar a pegar o metrô ou programar o dia a dia da sua viagem. E mesmo assim é incrível para quem busca compreender a cidade.⁣
⁣
Màxim Huerta nos mostra Paris através de seus personagens como Colette ou Joséphine Baker; de seus ofícios, um exemplo? Os “bouquinistes”, os vendedores de livros das “caixas verdes” das margens do Sena.⁣
⁣
Também fala do croissant, da Torre Eiffel, mas sempre trazendo um dado inusitado, contando uma história, porque afinal Màxim é um grande contador de histórias, já falei de outro livro dele no #turolivros⁣
⁣
O livro é lindo, graças as histórias e as ilustrações de Maria Herreros, que são pura arte.⁣
⁣
Dá para ler com um espanhol intermediário.⁣ Não tem edição em português.
⁣
#parislivro #parisbook #oqueler #bookaddict #turolivros #desafioumlivropormes #bookphotos
  • Bar-restaurante (Achado em Madri)⁣
Não estou exagerando, é realmente um achado em Malasaña. ⁣
⁣
Na verdade é um bar-restaurante com um armazém que vende frios, vermut e outras delícias.⁣
⁣
Típico lugar de bairro, frequentado pelos moradores e que oferece boa comida, excelentes vermuts e um atendimento amável.⁣
⁣
Levei meus pais e eles amaram. No final de semana tem que chegar cedo para sentar porque o local é pequeno. ⁣
⁣
Durante a semana, oferecem um prato do dia por 5,50€. Nós fomos de garbanzo con bacalao. Grão de bico com bacalhau. Na Espanha se prepara o grão de bico como a gente faz feijoada. ⁣
⁣
Se quiser acrescentar ao prato do dia, bebida e pão, o valor sobe a 8€. O pão é mara e o vermut muuuito bom, por isso vale a pena acrescentá-los.⁣
⁣
Para ir com amigos e petiscar, há tábuas de frios, colmadas (sanduíches) e conservas. ⁣
⁣
Veja o cardápio inteiro com preços no site oficial: http://lacolmada.com ⁣
⁣
Destaque: atendimento 5 estrelas.⁣
⁣
#madri #madridlovers #madridfood #restaurantesmadri #restaurantesmadrid #foodphoto #foodporn #foodpic @lacolmada
  • Hotel maravilhoso em Madri⁣ 🔝
Gente do céu, apaixonei por um dos hotéis que testei nessa última viagem para Madri. ⁣
⁣
Na verdade, também gostei de outro, que vou postar mais para frente. ⁣
⁣
Mas voltando a esse 4 estrelas incrível que me hospedei em 2 noites diferentes, uma com minha sogra e outra com meus pais.⁣
⁣
Ocupa um edifício histórico que foi o maior arranha-céu da Espanha na década de 1950. Foi remodelado totalmente pela rede RIU e reabriu nesse último verão.⁣
⁣
Mas o que quero destacar é o atendimento prestado por todo o staff, desde a recepção ao senhor que abre a porta. Passando pela senhora que retira os pratos da mesa no café-da-manhã. De tirar o chapéu!⁣
⁣
Os dois quartos que me hospedei tinham uma vista incrível de Madri, com Palácio Real incluído.⁣
⁣
Os hóspedes tem livre acesso a um dos melhores mirantes da cidade. E ainda conta com um piscina (bem pequena), academia, café da manhã com show cook e uma localização fantástica!⁣
⁣
Para ver preços e outras opiniões, clique no link da bio. Por que estou fazendo dessa forma? Se alguém resolver reservar, recebo uma comissão que não onera para nada meu seguidor, mas que é importantíssima para manter o Turomaquia e o Arte 365 navegando! ⁣
⁣
Desenvolver conteúdo de qualidade é caro e demanda muito tempo. Por isso, pequenos gestos como esse, permitem que os criadores mantenham seu trabalho. Não permita que apenas os conteúdos lixo sobrevivam nessa selva digital! É uma compromisso de todos nós!⁣ Vou mostrar o quarto nos Stories!
⁣
#hotelmadri #ondedormiremmadri #hotelmadricentro #hoteldesign #madrilovers #madrid #mirante
  • ⁣
Palmeritas Original, novidade em Madri.⁣
⁣
O dono de uma das melhores confeitarias de Madri e do melhor croissant de framboesa abriu essa “porta” no coração da Gran Via, praticamente na frente da Primark. ⁣
⁣
O responsável? Alejandro Montes e sua casa insígnia? Mama Framboise. ⁣
⁣
Eu escrevi porta porque está pensado para atender o pessoal na rua. Mas também dá para entrar no hotel Hyatt e saboreá-las desde dentro com um cafezinho quente!⁣
⁣
Loja de um único produto, a palmerita, conhecida no Brasil como palmier ou ainda como orelhas de elefante 😋⁣
⁣
Um doce de massa folhada que Alejandro deu um giro de 180 graus criando 12 sabores diferentes, uma mais legal que o outro. Eu provei a “castiza”, ou seja, a palmerita com mais sabor a Madri que leva geléia de morango, chocolate de amoras e pétalas de violeta cristalizada. ⁣
⁣
Crocante, fresca e de sabores surpreendentes. Meus pais também adoraram. ⁣
⁣
💶 O preço? 1,70€⁣
⁣
⏰ Abre de segunda a quarta-feira das 8:30 às 22:00 horas. Quinta e sexta-feira das 8:30 à meia-noite. No sábado das 9:30 à meia-noite e no domingo das 9:30 às 22:00 horas.⁣
⁣
📫 End.: Calle Gran Vía 31, 28013⁣
⁣
Fotos próprias e de divulgação

Follow Me!