Guias de Viagem e Arte

 
 
out 22 2008

O que se ouvia por aqui: Elefantes

Um belo dia de 2003 escutei uma música na televisão espanhola, que não saia da minha cabeça. Descobri que era de um grupo que chamava Elefantes, e que a canção era “Que yo no lo sabía”. Conta as sensações geradas por um encontro inimaginável, com alguém que lhe inunda de alegria, alguém que lhe faz sentir imensamente feliz …

Pura poesia a forma que se canta este amor que te invade de uma tranquilidade, de uma paz de espírito, e que te provoca uma vontade absurda de ser melhor pessoa …

Mais tarde na FNAC de Barcelona comprei um disco deste grupo catalão, que tocou junto de 1994 a 2006, quando dissolveram o grupo. O vocalista seguiu carreira solo, a maioria das canções eram escritas por ele, quer dizer, 90%. O seu nome é Shuarma, e foi ele quem deu nome ao grupo, e quando perguntaram o motivo da escolha, ele simplesmente respondeu:

Elefantes? Por quê? Penso em porque estamos fazendo tudo isso. Penso na necessidade vital de fazer canções. Em outras culturas se associa ao elefante com todo o relacionado à alma, é um animal sagrado, assim que Elefantes será isso. Um grupo com alma.

Que yo no lo sabía,
quién me lo iba a decir,
que solo con tu sonreír
inundarías todo mi ser de alegría.
Y yo no lo sabía,
que me podía encontrar
algo tan dulce como tú.
Eres lo más bonito que he visto en mi vida.
Y yo no lo sabía,
y si me vuelvo loco es al sentir
que hay tantas cosas que vivir,
y yo sin ti no lo sabia.
Por la calle no hago mas que sonreír.
Y es que todo el tiempo estoy pensando en ti.
¿que le voy a hacer?
Es curioso como hay días en los que
todo es magia, todo es arte y ya lo ves,
no puedo callar,
ni dejar de ser el loco que esta
rendido aquí a tus pies.
Y yo no lo sabía….
Aunque hable la gente solo oigo tu voz.
Completamente borracho por tu amor,
¡Que pesado estoy!
Pero es que tampoco me quiero callar.
Mas bien al contrario, yo quiero gritar
que soy muy feliz si estas junto a mi.
Te quiero a morir. Estoy loco por ti.

Nesta versão que vocês escutaram, eles cantam com Antonio Vega, outro peso pesado da música espanhola, mas isso será assunto para outro post!

Quer ver o trabalho en solitário de Shuarma, dá uma olhada nestes dois videos de suas novas canções, ou dá uma passada no site oficial do cantor.

Te esperaré – Shuarma

El niño que fui ayer – Shuarma

Amanhã mais cultura espanhola, e desta vez será de “lamber os beiços” (risos)

Música: http://www.goear.com
Videos: YouTube
Letra música: www.elefantes.net

Tags Technorati: , ,

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

3 Comentários

  1. Claudia Pimenta

    oi patricia! bacana conhecer música de outros povos… acho bárbaro! bjs, querida!

    responder
  2. IES Siete Palmas

    Hola Patricia, buen grupo, buena canción y buen gusto musical.Samuel

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Claudia eu também adoro e por estou postando esta temática todas as semanas! E se sair algo no BRasil me avisa!Samuca, gracias por los alagos jejejejejeMil besos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Qual é seu drink favorito?⁣
⁣
Na foto estou com o “pear mule”, o novo drink do @200gramos. Leva vodka, pera, suco de limão e ginger beer.⁣
⁣
Beeeem gostoso!

#drinks🍹 #restaurantelaspalmas #laspalmasdegrancanaria🌴 #grancanaria
  • Paris sera Toujours Paris⁣
⁣
É um guia realmente diferente de Paris. Não vai te ajudar a pegar o metrô ou programar o dia a dia da sua viagem. E mesmo assim é incrível para quem busca compreender a cidade.⁣
⁣
Màxim Huerta nos mostra Paris através de seus personagens como Colette ou Joséphine Baker; de seus ofícios, um exemplo? Os “bouquinistes”, os vendedores de livros das “caixas verdes” das margens do Sena.⁣
⁣
Também fala do croissant, da Torre Eiffel, mas sempre trazendo um dado inusitado, contando uma história, porque afinal Màxim é um grande contador de histórias, já falei de outro livro dele no #turolivros⁣
⁣
O livro é lindo, graças as histórias e as ilustrações de Maria Herreros, que são pura arte.⁣
⁣
Dá para ler com um espanhol intermediário.⁣ Não tem edição em português.
⁣
#parislivro #parisbook #oqueler #bookaddict #turolivros #desafioumlivropormes #bookphotos
  • Bar-restaurante (Achado em Madri)⁣
Não estou exagerando, é realmente um achado em Malasaña. ⁣
⁣
Na verdade é um bar-restaurante com um armazém que vende frios, vermut e outras delícias.⁣
⁣
Típico lugar de bairro, frequentado pelos moradores e que oferece boa comida, excelentes vermuts e um atendimento amável.⁣
⁣
Levei meus pais e eles amaram. No final de semana tem que chegar cedo para sentar porque o local é pequeno. ⁣
⁣
Durante a semana, oferecem um prato do dia por 5,50€. Nós fomos de garbanzo con bacalao. Grão de bico com bacalhau. Na Espanha se prepara o grão de bico como a gente faz feijoada. ⁣
⁣
Se quiser acrescentar ao prato do dia, bebida e pão, o valor sobe a 8€. O pão é mara e o vermut muuuito bom, por isso vale a pena acrescentá-los.⁣
⁣
Para ir com amigos e petiscar, há tábuas de frios, colmadas (sanduíches) e conservas. ⁣
⁣
Veja o cardápio inteiro com preços no site oficial: http://lacolmada.com ⁣
⁣
Destaque: atendimento 5 estrelas.⁣
⁣
#madri #madridlovers #madridfood #restaurantesmadri #restaurantesmadrid #foodphoto #foodporn #foodpic @lacolmada
  • Hotel maravilhoso em Madri⁣ 🔝
Gente do céu, apaixonei por um dos hotéis que testei nessa última viagem para Madri. ⁣
⁣
Na verdade, também gostei de outro, que vou postar mais para frente. ⁣
⁣
Mas voltando a esse 4 estrelas incrível que me hospedei em 2 noites diferentes, uma com minha sogra e outra com meus pais.⁣
⁣
Ocupa um edifício histórico que foi o maior arranha-céu da Espanha na década de 1950. Foi remodelado totalmente pela rede RIU e reabriu nesse último verão.⁣
⁣
Mas o que quero destacar é o atendimento prestado por todo o staff, desde a recepção ao senhor que abre a porta. Passando pela senhora que retira os pratos da mesa no café-da-manhã. De tirar o chapéu!⁣
⁣
Os dois quartos que me hospedei tinham uma vista incrível de Madri, com Palácio Real incluído.⁣
⁣
Os hóspedes tem livre acesso a um dos melhores mirantes da cidade. E ainda conta com um piscina (bem pequena), academia, café da manhã com show cook e uma localização fantástica!⁣
⁣
Para ver preços e outras opiniões, clique no link da bio. Por que estou fazendo dessa forma? Se alguém resolver reservar, recebo uma comissão que não onera para nada meu seguidor, mas que é importantíssima para manter o Turomaquia e o Arte 365 navegando! ⁣
⁣
Desenvolver conteúdo de qualidade é caro e demanda muito tempo. Por isso, pequenos gestos como esse, permitem que os criadores mantenham seu trabalho. Não permita que apenas os conteúdos lixo sobrevivam nessa selva digital! É uma compromisso de todos nós!⁣ Vou mostrar o quarto nos Stories!
⁣
#hotelmadri #ondedormiremmadri #hotelmadricentro #hoteldesign #madrilovers #madrid #mirante
  • ⁣
Palmeritas Original, novidade em Madri.⁣
⁣
O dono de uma das melhores confeitarias de Madri e do melhor croissant de framboesa abriu essa “porta” no coração da Gran Via, praticamente na frente da Primark. ⁣
⁣
O responsável? Alejandro Montes e sua casa insígnia? Mama Framboise. ⁣
⁣
Eu escrevi porta porque está pensado para atender o pessoal na rua. Mas também dá para entrar no hotel Hyatt e saboreá-las desde dentro com um cafezinho quente!⁣
⁣
Loja de um único produto, a palmerita, conhecida no Brasil como palmier ou ainda como orelhas de elefante 😋⁣
⁣
Um doce de massa folhada que Alejandro deu um giro de 180 graus criando 12 sabores diferentes, uma mais legal que o outro. Eu provei a “castiza”, ou seja, a palmerita com mais sabor a Madri que leva geléia de morango, chocolate de amoras e pétalas de violeta cristalizada. ⁣
⁣
Crocante, fresca e de sabores surpreendentes. Meus pais também adoraram. ⁣
⁣
💶 O preço? 1,70€⁣
⁣
⏰ Abre de segunda a quarta-feira das 8:30 às 22:00 horas. Quinta e sexta-feira das 8:30 à meia-noite. No sábado das 9:30 à meia-noite e no domingo das 9:30 às 22:00 horas.⁣
⁣
📫 End.: Calle Gran Vía 31, 28013⁣
⁣
Fotos próprias e de divulgação
  • 📙Há 30 anos li a saga da família Buendía. Mas rondava a tentação de voltar a ler essa obra-prima de Gabriel García Márquez na sua língua nativa. ⁣
⁣
Tinha receio que aquela magia da primeira leitura se esvanecesse, mas que nada, apaixonei ainda mais por “Cem Anos de Solidão”. ⁣
⁣
Realismo fantástico recheado de muita verdade. O que me levou ao pranto, ao riso e a vontade de ter escrito cada uma daquelas linhas. ⁣
⁣
Nada sobra nesse livro redondo. Li uma edição linda, com uma fonte especial e ilustrada. Também encontrei uma edição especial em português e coloquei o link na bio prá você. Tanto a gente reclama de como o mundo está, talvez  sua colaboração nesse Natal pode ser presentear momentos de reflexão, que ao final são bem mais baratos que aquela blusinha que vai acabar esquecida no fundo do armário em menos de 4 meses 😉⁣
⁣
“… había encontrado la paz en aquella casa donde los recuerdos se materializaron por la fuerza de la evocación implacable, y se paseaban como seres humanos por los cuartos clausurados”.⁣
⁣
“… el alma se le cristalizó con la nostalgia de los sueños perdidos”.⁣
⁣
“La necesidad de sentirse triste se le iba convirtiendo en un vicio a medida que la devastaban los años. Se humanizó en la soledad”.⁣
⁣
#cemanosdesolidao #gabrielgarciamarquez #books #bookphotography #bookaddict #turolivros #oqueler #desafioumlivropormes

Follow Me!