Guias de Viagem e Arte

 
 
jan 02 2014

Roteiro de carro pelo norte da Espanha – visitando lagos a mais de 1.000 metros de altura

Check-out no hotel e fomos de carro até o Mirador del Naranjo a 1,5 km de distància, onde deixamos o carro para subir caminhando ao Mirador Camarmeña.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

Depois de encher os pulmões de ar da montanha pegamos novamente a estrada. Apenas 36 km nos separavam de nossa próxima base, Cangas de Onís.Como nossa bagagem estava todinha no porta-mala, resolvemos ir direto para os Lagos de Covadonga, ao invés de deixar as coisas no hotel. Até porque pela hora, nem poderíamos aceder ao quarto.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga
Lagos Covadonga - Parking

Estacionamos o carro num dos grandes parkings dos lagos, até dá para subir mais (até a Basílica), mas quanto mais se sobe é mais complicado estacionar, e mais caro. Do estacionamento de Muñigo até o Santuário de Covadonga se caminha 1,5 km, numa vereda toda asfaltada, sinalizada e com bancos para descansar. Também se pode subir de ônibus até o santuário, ou diretamente aos Lagos desde Muñigo. Do estacionamento é só pegar a ponte de madeira para encontrar o caminho para pedestres.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

A história do lugar
Em 711 os muçulmanos invadem a Península Ibérica, e apenas em 722 encontram o primeiro ponto de resistência em Astúrias, liderado por Pelayo. Para tentar dar exemplo mandam uma grande tropa para aniquilar com os homens de Pelayo. Inesperadamente, os mouros são derrotados na Batalha de Covadonga, e se diz que os castelhanos contaram com a ajuda da Virgem que apareceu no campo de guerra. Daí a construção do santuário. Historicamente, esta batalha marca o início da reconquista.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

Ao chegar no Santuário decidimos comer algo. Escolhemos a Cafeteria-Restaurante do Gran Hotel Pelayo. Preços justos, comida boa e vistas. Pratos combinados entre 9 e 10 euros. Lanches por 3€, com café + sanduíche.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

Visitamos a Basílica e a Santa Cueva (local de aparição da virgem) e pegamos o ônibus até os Lagos. Dá para ir caminhando mas o tempo não estava lá essas coisas e decidimos guardar forças para passear entre os lagos.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

O conjunto da montanha de Covadonga marca a origem do Parque Nacional dos Picos de Europa, ou seja, onde tudo começou!
Lagos Covadonga

Os lagos de origem glaciar se encontram a 1.114 metros de altura. Nós não tivemos muita sorte porque como estamos em alta montanha a neblina forte nos acompanhou durante quase todo o dia. Mas mesmo assim gostamos muito. Por outro lado, com tanta neblina acabamos optando pelo trekking longo ao redor dos lagos e estivemos praticamente sozinhos quase todo o tempo.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

Este passeio é para todas as idades. Há caminhos curtos e que a criançada adora. Principalmente o que passa pelas antigas Minas de Buferrera.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

Para fazer o caminho longo é necessário estar mais atento aos sinais, além das placas verdes, estão as duas faixas de cor, uma amarela e a outra branca, bem como os “mojones”, pequenos amontoados de pedras em forma de pirâmide que ajudam a descobrir por onde seguir durante o trekking.
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga
Roteiro de Carro pelo Norte da Espanha - da garganta del Cares aos Lagos de Covadonga

Retornamos ao santuário de ônibus, e de lá outra vez para o estacionamento caminhando. Mas para descer todo santo ajuda, né?! 😉

Quer receber mais dicas de viagem ou ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

fotos: turomaquia_2011

2 Comentários

  1. Deise

    Oi Pat,
    Parabéns pelo post. Passei cerca de Onis mas não cheguei a conhecer.
    Adoro fazer rutas de carro, acredito que assim podemos conhecer o lugar melhor, apesar de necessitar um bom gps e algumas vezes muita paciencia.
    Bjs

    responder
    • Patricia de Camargo

      Deise, sabe que eu e o Tom ñ usamos GPS. Sempre compramos um mapa bom, e mandamos ver. Nunca nos perdemos. Mas isto é questão de gosto, vivemos tão “colados”a tecnologia no dia-a-dia, que quando tenho a oportunidade de viajar com ele, vamos ao estilo vintage 😉

      Brigaduuu pelo comentário, e beijos 🙂

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Publiquei a última parte do guia de leitura desse mês. Lembre que nosso bate-papo sobre ele vai rolar no dia 27 de fevereiro às 19:30 horas no YouTube - Patricia de Camargo. Ah, é o guia vc encontra no www.turomaquia.com 🤓

#lendoarte #seurat #nationalgalleryoflondon #pontilhismo #historiadaarte #artemoderna #issoearte
  • Sentados no chão do café da Galeria degli Uffizi tomando um aperol spritz após a visita. E você acha que a gente tá com cara de infeliz?! 😂😂 Esse é um baita museu, mas que tem um café minúsculo, então não tivemos muita alternativa e estávamos mortos depois de 6 horas entre obras 🤷🏽‍♀️ Qual foi o café ou restaurante que você mais curtiu dentro de um museu?

#galeriadegliuffizi #firenzelovers #artmuseum #museu #italyart
  • Mostro pouco minha cidade por aqui. Mas uma das minhas resoluções de ano novo é resolver essa pendência 🥳 
#laspalmasdegrancanaria #vegueta #grancanarialovers🖤 #canaryislands
  • Dica Londres: vai para a cidade até 15 de março? Visite a exposição temporária de Dora Maar no Tate Modern. ⁣
⁣
Está simplesmente maravilhosa. Perfeita para você entender como ela passou de atuar como fotógrafa para grandes revistas de moda a ser uma dos bastiões do surrealismo. É claro que falam da sua relação com o Picasso, mas fiquei sabendo lá que ela além de fotografar todo o processo de desenvolvimento do Guernica, também deu algumas pinceladas no quadro e que Picasso se inspirou em uma de suas obras para colocar aquela lâmpada olho no quadro que virou símbolo da luta contra a guerra.⁣
⁣
Para entrar na coleção do Tate você não paga nada, mas as exposições temporárias são pagas. Essa custa 13 libras e vale cada centavo! Evite os finais de semana quando os londrinos também vão em massa ao museu.⁣
⁣
#doramaar #tatemodern #londresmuseu #oqueveremlondres #exposiçoesquevalemapena #artemoderna #historiadaarte #surrealismo
  • Dica de Londres: Sky Garden - Vista bacanuda e gratuita. Numa cidade em que a maioria dos mirantes são caros, é quase uma dádiva ;) ⁣
⁣
O Sky Garden fica na City of London e para subir basta com reservar pelo site: https://skygarden.london/booking ⁣
⁣
Como tem uma varanda aberta, no inverno faz frio lá em cima, por isso vá preparada(o)!⁣
⁣
Hoje por exemplo, dia 03/02 já estão abertas as reservas até 1/03. Lá em cima dá para comer alguma coisa, beber um drink. Abre de segunda a sexta das 10:00 às 18:00 horas. Nos finais de semana e feriados, das 11:00 às 21:00 horas.⁣
⁣
#skygardenlondon #mirantelondres #londresdesdecima #londonlovers #londonviews
  • Dica de Londres: na real essa dica quem me deu foi a clarissa do @dondeandoporlondres. Estava fazendo umas pesquisas em Londres e ela me disse que devia ir a Guildhall Art Gallery. Sai do Sky Garden e fui caminhando até o centro administrativo da City of London. O lugar em si já tem uma atmosfera difícil de explicar. Mas vamos lá, você vem andando entre arranha-céus, passa por edifícios neoclássicos da Justiça e de repente entra numa espécie de praça com um chão lindo e edifícios que te abraçam na sua escala. Ou seja, são grandes, mas depois de passar pela selva de pedra, parecem casas, se é que você me entende ;)⁣
⁣
Como todos os grandes museus londrinos, a entrada é gratuita. Exceto, quando abriga exposições temporárias. Primeira surpresa: os restos arqueológicos da cidade romana: Londinium, construída no século 1 d.C. e que chegou a ter entre 20.000 e 30.000 habitantes. No subsolo do Guidhall Art Gallery poderá ver alguns dos restos arqueológicos numa montagem prá lá de didática.⁣
⁣
As salas da galeria abrigam pintura vitoriana, ou seja, produzida entre 1837 e 1901, durante o reinado da Rainha Vitória. São vários estilos, pois essa denominação é temporal. As pinturas estão divididas por tema que te mostram como era a sociedade da época. ⁣
⁣
Assisti parte de um tour gratuito e se você tem um inglês intermediário, acho que valeria a pena dar uma olhada se no horário da sua visita não tem nenhum acontecendo. ⁣
⁣
Uma das peças-estrela do museu é "La Ghirlandata", pintura pré-rafaelita de Dante Gabriel Rossetti. Mas que infelizmente está sendo restaurada nesse momento. Mas mesmo assim, vale a pena a visita. Calcule entre 30 minutos e 1 hora para a visita. ⁣
⁣
#guidhallartgallery #londonmuseum #londonlovers #prerafaelita #pinturavitoriana #artlondon

Follow Me!