Guias de Viagem e Arte

 
 
set 09 2012

Roteiro do Azulejo no Porto

Dentro da máxima, ver o mais singular de cada lugar. Um dos pontos altos da visita ao Porto são as dezenas de metros de paredes cobertas com estes azulejos de fundo branco e figuras azuis. São como imãs. Depois do primeiro suspiro de fascinação, chega o momento de tentar desvendar suas histórias e estórias. Vejamos um pequeno roteiro para descobrir alguns destes painéis de azulejos.

Estação de São Bento
História: Estação de trem da cidade, a mais central. Leva este nome porque foi construída no lugar onde antes se encontrava o Convento de São Bento de Avé-Maria.

Curiosidade: começou a funcionar em 1896, mas sem o prédio construído?! Somente em 1900 comecaram a construir o edifício, que foi inaugurado em 1916.

Azulejos: na entrada, assim que você coloca o pé na estação lá estão os 20.000 azulejos. Contam a história dos transportes e mostram acontecimentos importantes da história do país. Obra do pintor Jorge Colaço, realizada entre 1905 e 1906.
Roteiro dos Azulejos pelo Porto
Roteiro dos Azulejos pelo Porto
Roteiro dos Azulejos pelo Porto Roteiro dos Azulejos pelo Porto

Igreja Santo Antônio dos Congregados
Localização: praticamente do lado da Estação de São Bento.

História: inaugurada em 1680.

Azulejos: representam cenas da vida de Santo Antônio, e são bem mais modernos que a igreja em si.
Roteiro dos Azulejos pelo Porto

Igreja do Carmo
Localização: na Rua do Carmo, junto à Praça dos Leões. Aproveite para visitá-la junto com a Torre dos Clérigos e a Livraria Lello.

História: em estilo rocoó, construída no século 18. Lá em cima (em sua fachada) verá a estátua dos 4 evangelistas: S. Marcos, S. Lucas, S. Mateus e S. João.

Azulejos: colocados na fachada em 1912. Desenhados por Silvestre Silvestri; pintados por Carlos Branco, na vizinha cidade de Gaia. Tratam do culto à Nossa Senhora. Considerado um dos grandes painéis de azulejos da cidade.
Roteiro dos Azulejos pelo Porto

Capela das Almas
Localização: faz esquina com a rua mais comercial da cidade, a Santa Catarina.

História: construída no começo do século 18.

Azulejos: são de 1929, autoria de Eduardo Leite. Pintados a moda do século 18. Dois painéis mostram a morte de São Francisco e sua presença diante do Papa Honório III. Em outro vemos cenas da vida de Santa Catarina.

Curiosidade: nos painéis se mistura a vida a Santa Catarina de Siena e da Santa Catarina de Alexandria.
Roteiro dos Azulejos pelo Porto
Roteiro dos Azulejos pelo Porto

Igreja de Santo Ildefonso
Localização: Praça de Batalha, quase junto à Confeitaria Barbarella 🙂

História: reconstruída a partir de 1.730.

Azulejos: datam de 1932, e são de Jorge Colaço, o artista da Estação de São Bento. Representam cenas da vida de Santo Ildefonso.
Roteiro dos Azulejos pelo Porto

Catedral da Sé
Localização: no Terreiro da Sé, bem próxima à Ponte D. Luis I. Visite antes de cruzar à Gaia.

Curiosidade: um dos monumentos mais antigos da cidade, data do século 12!

História: estilo românico, ou seja, com paredes robustas 🙂 A decoração está inspirada na Sé de Coimbra. Mais tarde, sofreu algumas modificações das mãos do italiano Nicolau Nasoni. O arquiteto responsável pela Torre dos Clérigos.

Azulejos: na fachada, aliás uma graça. Tenho uma paixão pelos anjos, acho que daí vem meu amor incondicional ao barroco 🙂 Agora, os mais chocantes e importantes estão no claustro. Cinco painéis de Vital Rifarto, do século 18.

+ uma curiosidade: dentro da catedral verá um super altar de prata do século 17, que sobreviveu às tropas francesas em 1809. Quando perceberam que a invasão era inevitável, construiram uma parede de gesso para escondê-lo!
Roteiro dos Azulejos pelo Porto
Roteiro dos Azulejos pelo Porto

mapa-azulejos-porto

Estes são apenas alguns exemplos. Mas o branco e azul podem aparecer quando você menos espera, ou até se unir para brincar com outras cores 🙂 Fique atenta/o!
Roteiro dos Azulejos pelo Porto
Roteiro dos Azulejos pelo Porto
Roteiro dos Azulejos pelo Porto

Veja todos nossos posts do Porto

Busque e reserve seu hotel no Porto, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste mês de novembro/2015, coloque o código: DESCONTONOV.Para ver os descontos em outros meses, clique aqui

Siga a gente no Instagram, clicando

fotos: turomaquia_2012

10 Comentários

  1. Claudia Beatriz - Aprendiz de Viajante

    Estava acompanhando alguns amigos que estão no Porto essa semana pelo Instagram e eles postaram um monte de fotos de azulejos. Fiquei apaixonada! E olha que demais.. um roteiro mastigadinho de onde encontrar. Amei!

    responder
  2. Adri Lima

    AMO azulejos portugueses, Patricia!
    Sabia que o maior conjunto de azulejos portugueses fora de portugal está em Salvador? No claustro da Igreja de São Francisco, no Pelourinho…

    responder
  3. Bóia Paulista

    Oi, Pat 🙂 Tudo bem?
    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia Paulista

    responder
  4. Mari Vidigal - Ideias na mala

    MARAVILHOSO O POST!!!!
    Amo azulejos portugas!
    Abraços,
    Mari Vidigal – Ideiasnamala.com

    responder
  5. bruna

    Antes de voltar ao Brasil de vez, quando terminou meu intercâmbio, passei por Portugal, mas só tive tempo de ficar em Lisboa e arredores. Adorei Portugal e ainda quero voltar. Porto está entre as cidades que quero conhecer. Esses azulejos são lindíssimos.. =)

    responder
    • Patricia de Camargo

      Bruna,o norte é bem diferente e beem mais barato do que Lisboa, você vai adorar!
      beijos

      responder
  6. Camila Torres - Colecionando Imãs

    Nossa, mas que coisa mais linda! Tudo anotado pra minha visita!

    responder
  7. Gilmar

    Oi Patrícia! Consigo fazer este roteiro, sem pressa, em um dia mais curto de inverno?

    responder
    • Patricia de Camargo

      Gilmar, consegue sim, e ainda daria para encaixar umas coisinhas mais 😉

      responder
  8. Malu Esper

    Patrícia, minha viagem ao Porto, que começa dia 01/10/2014, vai ser muito melhor com todas suas dicas. Adorei tudo sobre Portugal que você postou. Sei que está indo agora para lá e mais dicas virão.Obrigada!

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pelas ruas de Madri 💁🏽‍♀️ #street_photography #madrilovers #madrid🇪🇸 #espana🇪🇸
  • Desfrutando de uma visão 360 graus de Madri, onde? No nosso hotel. Para descobri-lo, clique no link da bio 💁🏽‍♀️ #viewmadrid #madrilovers #espanha🇪🇸 #hotelcomvistas
  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia

Follow Me!