Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 08 2010

Trinity College: Entre lágrimas e a força dos Jedis!

Entramos na Universidade de Dublin, mais conhecida como Trinity College. Inesperadamente não chove e o céu azul anuncia a maravilha em todos os sentidos que seria o dia. O campus é lindo, muito verde, prédios antigos e modernos. Começamos a buscar a famosa biblioteca. Primeiro atrativo na Irlanda com fila, mas tudo organizado e rápido. Ao lado da bilheteria, uma loja enorme. Estamos tão ansiosos que preferimos entrar de uma vez por todas.

Trinity Colege - Livro de Kells

Trinity Colege - Livro de Kells

Uma sala enorme de exposição desvenda o “Livro de Kells” e outros quatro importantes manuscritos que estão na Biblioteca. Painéis enormes explicam como era vida nos mosteiros, os locais que deram “a luz” a estes livros. Detalham o processo de produção, desde as folhas até os desenhos mais ricamente decorados. É espantoso pensar que o Livro de Kells provavelmente tenha sido o projeto de vida de sete homens: 4 escribas e 3 ilustradores.

O caminho naquela sala de paredes negras vai aumentando a expectativa. Afinal estamos falando de livros com mais de 1000 anos ?!!! Então se sobe uma pequena rampa e entramos numa sala menor, ainda negra e com uma vitrine horizontal ao meio. Sala que é providencialmente chamada Tesouro.

Livro de Kells - Trinity College - Dublin Livro de Kells - Trinity College - Dublin

Uma pequena multidão. Muitos e muitos cotovelos diante de 4 livros. Ninguém fala, apenas olha, olha e olha. Perplexos porque aqueles livros falam de um mundo tão diferente, sem imprensa, onde cada palavra foi habilmente “desenhada”. As cores são vibrantes, tudo é ainda mais lindo do que esperava. Não posso resistir, choro. É difícil abandonar aquele lugar. Vou e volto diversas vezes. Mas outra experiência me espera.

Long Room - Trinity College - Dublin

Subimos por umas escadas e chegamos à biblioteca em si, à enorme sala que abriga mais de 200.000 livros dos séculos 15 a 19. Outra emoção, estou entre a história e a estória. Todos aqueles livros, tantas idéias e por outro lado também me sinto um jedi!? A “Long Room” que inspirou a George Lucas, tem este cheiro do tempo bem vivido. Estilo neoclássico, madeira escura, me sinto tão pequena. Em cada compartimento, antigas escadas para alcançar os livros que estão nas prateleiras mais altas. As escadas correm em pequenos trilhos. Na parte vertical das estantes, o alfabeto facilita a busca.  Em cada falsa coluna, um grande homem zela pelos livros, ou de forma mais poética convida a entrar e desfrutar. Me sento em um dos bancos centrais. Como não posso fazer fotos, tento reter o máximo de informação visual, quero levar tudo aquilo comigo, e depois de duas horas saio meio zonza, e entre suspiros penso: “Que a força me acompanhe”!

Jedi_archives

Informações práticas:
A exposição e a biblioteca abrem de:
Segunda a sábado das 09:30 às 17:00 horas
Domingos (de abril a outubro) das 12:00 às 16:30 horas
(de maio a setembro) das 09:30 às 16:30 horas
Tarifa: 9€
Site: http://www.bookofkells.ie/

Quer receber mais dicas de viagem ou ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

fotos: turomaquia_2010
imagens interiores: http://www.bookofkells.ie/

9 Comentários

  1. Michel

    Realmente existem lugares com uma energia incrível! O segredo da vida é esse, não ter vergonha de se emocionar… mais um belo post para a tua coleção! 🙂 Beijão e boa semana! Michel

    responder
  2. Alessandro A.

    Patricia,Muito bacana esse post!! Realmente deve ser uma emoção forte ver de frente essas preciosidades da história. Não tinha a mínima idéia dessa associação com o Jedi. Não vejo a hora de conhecer a Irlanda, principalmente por causa da cerveja! :-)Que a força te acompanhe e traga mais posts maravilhosos! :-)Abraços!

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Michel vc tem toda razão! Alessandro, inclusive eles entrarão com uma ação contra os produtores do filme devido a utilização da imagem da biblioteca e chegaram a um acordo!!!beijos aos dois

    responder
  4. Camila

    Só de ver essa imagem de livros do chão ao teto eu já me emociono, ainda mais sabendo que carregam tanta história. Bibliotecas são sempre lugares que me agradam! ;)Beijos!

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Camila, se vc curte, esta iria amar! Tem uma outra bem famosa em Dublin, que infelizmente ñ tive tempo de visitar.beijos

    responder
  6. petter

    Linda biblioteca mesmo… E essa informação sobre a inspiração de George Lucas faz os fãs de Star wars(como eu)ficarem ainda com mais vontade de visitá-la! 😉

    responder
  7. Julia

    Nossa, que biblioteca incrível, parece uma biblioteca de filme. Se pudesse, já estaria lá. Sou apaixonada por livros e grandes bibliotecas em estilo antigo.

    responder
  8. Carla

    Eu vou dar vexame nessa biblioteca do Trinity College, tenho certeza… Fico emocionada só de ver as fotos! Ao vivo vai ser um desastre…

    responder
    • Patricia de Camargo

      Carla, como eles apresentam o “livro de Kells” devia ser um case para a maioria dos museus do mundo!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!