Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 16 2010

Hugh Lane – Guia Prático (Museu em Dublin)

Eu entrei na Galeria Hugh Lane para ver  o Studio de Francis Bacon. Quando ele morreu, os caras simplesmente transportaram o dito cujo de Londres para Dublin. Um trabalho de titãs, já que eram milhares de objetos em um espaço mínimo. Absolutamente tudo foi catalogado e você fica sabendo como foi a “mudança” na ante-sala do atelier.

Mas estava disposta a ser surpreendida. Como meu nível de excitação era absurdo, deixei o Francis para o final, visando não estragar o apetite para o que poderia vir antes. Teria sido um erro passar batido pelo resto do museu, que é encantador. Pequeno e com uma coleção potente.

Por que se chama Hugh Lane?
Porque o museu abriu em 1908 com a coleção de 39 pinturas doada por Hugh Lane. Contava com obras de Manet, Degas e Renoir. Atualmente ampliada conta com obras do cenário contemporâneo, principalmente pintores irlandeses.

Hugh Lane - Dublin

Como chegar?
Fica bem na frente do Jardim da Memória, e bem pertinho do Spire. Se quiser ir de transporte público:
Ônibus – 3,7,10,11,13,16, 19, 46A, 123
Luas – Abbey Street (Linha vermelha)

Quando ir?
O museu só fecha na segunda-feira, nos demais dias tem o seguinte horário:
De terça a quinta-feira das 10:00 às 18:00 horas
Sexta e sábado das 10:00 às 17:00 horas
Domingo das 11:00 às 17:00 horas
Instagram-banner
Quanto custa?
É grátis, sugerem uma doação de 2€, que você pode deixar na entrada em umas urnas de plástico transparente.

O que não posso deixar de ver?
Na coleção permanente passe pelas salas 1 a 8 e veja os impressionistas, e outros grandes pintores franceses. Mas lembre teu foco não é este, guarde toda tua energia para aquelas coisas que apenas poderá vê-las neste museu.

Mapa - Hugh Lane

Não deixe de ver alguns pintores irlandeses geniais, na sala 13 o Brian Maguire. Na sala 12, Patrick Scott e Michael Mulcahy. E antes de encarar a parte dedicada ao Studio de Francis Bacon, sente e desfrute das gigantes telas de Sean Scully, com sala que leva seu nome. Deixe-se envolver por estas 5 telas gigantescas. Cor, cor e mais cor!

brian Maguire
Patrick Scott - Large Solar Device
1832_Mulcahy_M-Do Gong 10
6880_1996Scully

Preparado/a?! Respire e vai entrando pouco a pouco no universo de Francis Bacon. Na sala 9, fotos dele e dos amigos. Na continuação, pinturas inacabadas e na seguinte, o estudio do artista. Somente o atelier de Bacon era caótico. O restante da casa que se vê por fotos, era tão ordenada, que tendia ao maniático. O video da última sala é uma entrevista concedida pelo artista em seu estúdio, onde ele explica como pintava e porque necessitava toda aquela “bagunça”!

Hugh Lane - Studio Francis Bacon
Francis Bacon - foto 2 Francis bacon Studio 5

Que serviços oferece?
Uma lojinha, meio carinha. O catálogo do museu custa 14,99€. No subsolo, uma cafeteria junto a um jardim. Se quiser deixar casacos, bolsas, o “cloakroom” também está no subsolo.

Tem audio-guia ou visita guiada?
Não oferece audio-guia. As visitas guiadas acontecem nos domingos, às 13:30 horas. Não é necessário reservar.

Pode fotografar?
Snif snif NÃO !!!

Site: http://www.hughlane.ie/
Endereço: Charlemont House – Parnell Square North – Dublin 1
Tel: +35 312225550

Veja todos nossos posts dA IRLANDA

Busque e reserve seu hotel em DUBLIN, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste mês de janeiro/2016, coloque o código: 15%2016. Para ver os descontos em outros meses, clique aqui

imagens: turomaquia_2010 e http://www.hughlane.ie/

1 Comentário

  1. Joaninha Bacana

    Bem que eles podiam deixar fotografar (nem que fosse sem flash mesmo), snif, snif 🙁 Mas adorei a dica!!! Eu tô louca para conhecer a Irlanda. Namorido já foi, adorou, rodou a Irlanda inteira e ficou o tempo todo em B&B – todos ótimos, conforme ele. Mas infelizmente quando ele fez essa viagem a gente ainda nao se conhecia, entao eu nao fuuuuui! Mas vou 🙂 Um dia 🙂 Enquanto isso, tô viajando pelas suas fotos :-DBeijocas, AngieP.S. Nop, nao tenho twitter 🙂

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!