Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 10 2010

Guia Prático para visitar o Centro Pompidou – F.A.Q.

O que tenho saber sobre o edifício?
O Pompidou é um grande centro de arte e cultura que foi projetado pelos arquitetos Renzo Piano,  Richard Rogers e Gianfranco Franchini. São 103.305 m² dedicados ao teatro, cinema, artes plásticas, literatura e com uma biblioteca com 2.000 espaços de trabalho. Para sua construção se utilizaram 15.000 toneladas de aço!

Pompidou

O toque mais inovador do edifício é sua transparência que permite uma integração inédita do interior com o exterior, inclusive no que diz respeito à sua estrutura de funcionamento, como assim? Os tubos que se veem na fachada oriental são de 4 cores, e cada cor indica sua função. Os azuis são do ar-condicionado, os verdes para os fluidos (circuito de água), os amarelos para a fiação elétrica e os vermelhos para as passagens (como as escadas rolantes).

Pompidou

Como chegar?
De metrô:
Linha 1 – Estação Hotel de Ville
Linha 11 – Estação Rambuteau/ Hotel de Ville
Linha 12 – Estação Châtelet/Les Halles

RER – Estação – Estação Châtelet/Les Halles

Ônibus – 21, 29, 38, 47, 58, 69, 72, 74, 74, 76, 79, 81, 85, 86

Se você estiver nos arredores de Notredame, vale a pena ir caminhando.

Quando ir?
Lembre daquela regrinha, a maioria dos museus está abarrotado entre às 11:00 e 15:00 horas. E no caso do Pompidou também no final da tarde, antes do por-do-sol. Porque ver o sol se pondo no último andar é uma daquelas delícias que podem ser provadas em Viagens para Paris!

Fecha às terças-feiras Nos outros dias abre das 11:00 às 21:00 horas. Na quinta-feira tem serão, e o horário de abertura se estende até às 23:00 horas. O taller Brancusi abre apenas das 14:00 às 18:00 horas. E a biblioteca das 12:00 às 20:00 horas, e nos fins de semana das 11:00 às 20:00 horas.

Pompidou

Qual é o melhor acesso?
Por questões de segurança, todo mundo deve passar pelo raio-X da Praça Georges Pompidou. Uma dica: não se pode entrar por exemplo com um café na mão, estilo passei na Starbucks (que está em cada esquina parisiense) e peguei algo para beber. Mesmo que você não vá ao museu, mas apenas desfrutar da livraria, da biblioteca ou de outro ato promovido pelo centro, terá que fazer fila como todos os demais. Quando a fila está gigantesca, eles dividem a fila em duas, sendo que em uma delas entram as pessoas com ingressos para espetáculos e as portadoras de cartões como o Paris Museum Card, por isso fique atento!

Os únicos que tem uma entrada separada são os usários da biblioteca, que devem entrar pela Rue du Renard, ao lado da entrada principal.

Quanto custa?
Para entrar no Centre Pompidou não se paga. O que se paga é para entrar no museu, exposições e subir as escadas rolantes até a terraça.

A tarifa varia de acordo com as exposições de 10 a 12 é de 14€. Com esta tarifa se pode visitar todos os espaços de exposição e a terraça, é válida para todo o dia. Menores de 18 anos, tem entrada gratuita. E estudantes entre 18 e 25 anos gozam de tarifa reduzida que varia entre 8 e 9 no valor de 11€, e gratuita com bilhete para subir à parte superior do Pompidou – “Billet Vue de Paris”.

Se você quer apenas desfrutar das vistas da terraça panorâmica, compre o bilhete panorama por 3€.

Pompidou

Pompidou

O que não se deve deixar de ver no Museu de Arte Moderna? (parece que o museu alterou um pouco a ordem da exposição!)
Dentro da coleção do museu, ao menos entre nas seguintes salas para apreciar artistas ou entender os “ismos” do século 20.

Pompidou

Sala 6 – “Arlequim”, de Picasso. É interessante ver as diferentes obras do artista dispostas pelo museu, que permitem entender um pouco de sua genialidade. Picasso nunca se conformou com uma fórmula, até seu último dia de vida quis fazer coisas diferentes, provar coisas novas!

Picasso

Sala 35 – Christo, é o artista que embala os monumentos ou cria intervenções em espaços públicos. Aqui se vê uma obra de seu início – “Package on a table”, de 1961.

Christo

Sala 32 – o expressionista abstrato americano, Pollock. Ele inventou uma nova forma de pintar (desculpa, mas é meu queridinho!)

Pollock

Sala 28 – “Le Pisseuse”, de Picasso. Deu prá sentir a diferença desta obra com aquela primeira que você viu na Sala 6!?

Picasso

Sala 25 – aqui se tem a oportunidade de ver 3 obras de Francis Bacon, para entender mais sobre este artista, visite estes enlaces do Artetropia:
Francis Bacon – paixão à segunda vista
As inspirações de Francis Bacon – “Encouraçado Potemkin”

Francis Bacon

Sala 23 – várias esculturas e a oportunidade de ver pinturas a óleo de Giacometti.

Giacometti

Sala 14 – uma delícia de passeio pelo Surrealismo, vendo artistas como Dalí, De Chirico, Julio Gonzalez, Max Ernest, Miró e Picasso. Todos na mesma sala, UAU!

Dalí

Sala 9 – Um pouco de abstracionismo, ou melhor, o começo do abstracionismo. Genial para entender este movimento, incluindo a grande estrela – Kandinsky.

Salas 4 e  5 – Uma nova viagem, só que agora pelo cubismo. Na Sala 4, não deixe de admirar “Le Guitarriste”, de Picasso.

Picasso

Sala 13 – um movimento difícil, mas de uma frescura e originalidade à toda prova, o Dadaísmo. Para entender um pouco mais, veja os seguintes posts do Artetropia:
Dadá e muito mais
Dada e a história de uma amizade
Dada e muito mais – parte 2

Todas estas obras se encontram no nível 5. Leve ao menos 1 hora e 15 minutos neste percurso, depois saía à terraça, tome algo no bar-restaurante, e tenha em mente: a arte reflete nossa sociedade. Necessariamente, você não tem que gostar ou querer decorar a sala da sua casa com as obras. Para isso existem os museus, para que vivamos experiências diferentes daquelas do dia-a-dia. Para que nos deixemos emocionar, nem que esta emoção seja uma sensação de nojo!

Se tiver tempo, visite também o atelier Brancusi. Com a repordução do atelier do artista, inclusive com as ferramentas que ele utilizava em seu trabalho diário.

Pompidou

Pompidou

E para tomar um descanso?
No nível 6 está o Restaurante Georges, com umas vistas francamente que não se podem melhorar. Não tive a oportunidade de provar, mas as críticas que li dão conta que é caro para o que oferece, e que nem o serviço é digamos assim, maravilhoso. Quem sabe o melhor seria tomar um café na terraça.

Pompidou

No nivel 1, uma cafeteria que dá ao interior do edifício.

E que outros serviços oferece?

Uma livraria especializada em artes de maneira geral no nivel 0. Nos niveis 4 e 6, as livrarias estão mais relacionadas com os temas das exposições que acontecem no museu. No nivel 1 uma loja com objetos de diversos designers.

Tem audio-guia?
Oferecem um audio-guia multimedia em francês, inglês, espanhol e japonês. O interessante é que os audio-guias apresentam diferentes itinerários ao visitante:

  • Uma versão longa incluindo exposições temporais.
  • Uma versão curta de 45 minutos.
  • Um percurso para crianças de 6 a 12 anos.
  • E um itinerário para conhecer a história do edifício e sua história.

Custa 5€. Para aqueles que tem direito à tarifa reduzida, sai por 4€. Para famílias de 3 pessoas, por 12€ e para família de 4 pessoas, 15€. É gratuito para menores de 13 anos. Pode alugá-lo na entrada do museu ou das exposições.

Não posso emitir opinião, porque não tive tempo de testá-lo.

Um luxo?
Wi-fi gratuita por 1 hora e meia ao dia. Apenas ligue teu computador, i-Touch, PDA ou o que seja, e comece a navegar!

Site: http://www.centrepompidou.fr

Leia também:
O espetáculo do por do sol no Pompidou
Guia prático do Museu do Louvre – F.A.Q.
Guia prático para visitar o Palácio de Versalhes – F.A.Q.
Economizando com o Paris Museum Card
Roteiro de 4 dias com o Paris Museum Card

E na rede:
Um ótimo post sobre o Atelier Brancusi: http://blog.bellostes.com/?p=435

Veja todos nossos posts de PARIS

Busque e reserve seu hotel em PARIS, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste mês de outubro/2015, coloque o código: EMVIAGEM. Para ver os descontos em outros meses, clique aqui

Para comprar as entradas dos principais atrativos da cidade, clique aqui, e evite filas de até 2 horas de pé \o/

Imagens: turomaquia_2010 &
http://www.centrepompidou.fr
http://z.about.com/d/architecture/1/0/g/m/brancusi.jpg
http://evencleveland.blogspot.com/2009/04/galerie-de-latelier-brancusi.html
http://blog.bellostes.com/?cat=26&paged=6

3 Comentários

  1. Mode Urbaine

    Adorei as dicas.Quando puder, dá uma passada no meu blog de comprinhas.bjosSilvia

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Silvia, legal ter uma nova leitora!!!Mutio interessante teu blog, com roupas e dicas de moda!Beijos

    responder
  3. Leidiane

    Dicas anotadas!

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!