Guias de Viagem e Arte

 
 
out 21 2014

Museu pequena jóia em Paris | Museu Marmottan

viajando na arte

Eu tinha uma lacuna enorme no meu currículo artístico 😉 já fui muitas vezes para Paris, mas nunca tinha visitado o Museu Marmottan. Até que antes desta última viagem reli um post da Majô – No domingo visitando o Museu Marmottan, indo à pirâmide do Louvre e fechando no Ladurée; e decidi que ia sim ou sim, brigaduuu Majô, foi daquelas visitas em que o coração pulsa pausado diante de tanta beleza!

Um pouco da história do lugar
A casa foi construída pelo Duque de Valny, como seu refúgio de caça. Acabou sendo comprada por Jules Marmottan e deixada em herança a seu filho Paul Marmottan. Que se mudou para esta casa e viveu para sua paixão, a história da Era de Napoleão. Que acabou gerando uma coleção importante de pinturas, móveis e esculturas. Para acondicioná-la, construiu no quintal uma pequeño pavilhão. Paul doou sua casa e coleção à Academia de Belas Artes, e desta doação nasce o Museu Marmottan, que abriu suas portas em 1934, e desde então recebeu doações importantes.
Museu Marmottan - Paris

Sugestão de visita ao Museu Marmottan

A casa em si é um espetáculo, ao passar pela bilheteria, passeie pelas diferentes salas do térreo. No que eles chamam de “Salle à manger de Paul Marmottan” e “Salons de Paul Marmottan”.
Museu Marmottan - Museu Paris
De lá para a Galeria das Exposições temporárias. Quando eu fui estavam expostos um conjunto de nenúfares de Monet, principalmente os dos últimos anos quando sua visão já estava prejudicada por uma catarata operada tardiamente. Estas obras eram só cor, e mais cor. E como havia perdido sua esposa, sente-se a solidão em seus quadros. As flores e plantas apenas se percebem, o quadro é quase abstrato. Somos absorvidos pela melancolia, pelo traço cada vez mais rápido, e os roxos e verdes escuros tomam conta das telas.
mapa A
Museu Marmottan - Museu Paris
Mas quem visitar o museu até 18/janeiro/2015 verá uma exposição em torno ao quadro que deu nome ao primeiro ismo da arte moderna, o impressionismo. Que deve estar alucinante, daquelas prá não perder de jeito nenhum. “Impressão, nascer do sol” de Monet é junto com “Les Demoiselles de Avignon” (de Picasso) um antes e um depois na forma de se fazer arte.
Museu Marmottan - Museu Paris
Mas nem se preocupe caso visite o museu depois desta data, porque nesta pequena jóia, este quadro é a sua “Monalisa” 😉 Exposto no subsolo, na imensa “Salle Monet”. Daqueles espaços que é muito difícil dar às costas, e simplesmente sair.
Museu Marmottan - Museu Paris Museu Marmottan - Museu Paris
Depois suba ao primeiro andar para ver os quadros de Manet e Berthe Morisot (também verá alguns no térreo destes pintores). Estes quadros foram doados em 1996 por Annie Rouart, casada com Denis Rouart, neto de Berthe Morrisot e Eugène Manet, que era irmão do famoso pintor Manet, que levou sua cunhada para o seio do movimento impressionista, num tempo que ainda era bem difícil que uma mulher saísse de casa, ainda mais para falar de pintura.
Museu Marmottan - Museu Paris
Museu Marmottan - Museu Paris
Museu Marmottan - Museu Paris 8db87293845746f8ee0594c1404b49fa

Museu Marmottan: informação prática

Como chegar
O mais fácil de metrô, pegando a Linha M9 (sentido Pont de Sèvres) e descendo em La Muette. O museu se encontra a 650 metros da estação de metrô. Um passeio super agradável que atravessa os jardins du Ranelagh. Uma espécie de filtro relaxante para o que estar por vir. Até parece que a gente está na periferia de Paris, tal a calma e tranquilidade deste pequeno trecho até o museu.
Museu Marmottan - Museu Paris
Quando ir
O museu abre de terça a domingo das 10:00 às 18:00 horas; e na quinta dá serão e fica aberto até às 21:00 horas. Não abre nas segundas, e nos seguintes dias: 1/janeiro; 1/maio; 25/dezembro.

Quanto custa
A entrada custa 11 €; e a reduzida, 6,50€. Que pode ser usufruída por menores de 18 anos e estudantes menores de 25 anos. Menores de 7 anos não pagam.

Não é necessário comprar a entrada antecipadamente. Fui em alta temporada e não havia filas. Não aceitam o Paris Museum Pass.

Serviços
Vale a pena dar uma olhada na livraria-loja. Na entrada oferecem audio-guia por 3€, com um percurso de 1 hora e meia, e nos seguintes idiomas: francês, inglês e japonês.

Fotografia e Video
Não estão permitidas fotos e videos 🙁

End.: 2 Rue Louis Boilly, 75016 Paris, França
Site: http://www.marmottan.fr/

Outro museu pequena jóia em Paris – Orangerie

Guia-Louvre

Veja todos nossos posts de PARIS

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

2 Comentários

  1. Majô

    Pat, obrigada pela referência 😉 O post está muito bonito e informativo.
    Marmottan é mesmo uma joia pouco conhecida.
    Posso passar uma hora admirando as nymphéas de Monet.
    beijos,

    responder
  2. Carmen

    Que fotos maravilhosas! É um prazer ler e ver este post. A pintura impressionista é particularmente fotogênica.

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!