Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 03 2018

O que fazer no Porto – Centro Português de Fotografia

Daquelas visitas despretensiosas, apenas possíveis quando a gente se permite mais dias numa cidade contra todo prognóstico de guias e blogs. E foi assim que permanecer uma semana no PORTO me deu a oportunidade de conhecer o Centro Português de Fotografia. Um prédio histórico transformado em um centro cultural voltado para a arte de “escrever” com a luz.
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia

Centro Português de Fotografia – o Edifício

O prédio já justifica a visita. Construído entre 1767 e 1797 para abrigar o Tribunal e a Cadeia da Relação. Dá para percorrer diferentes espaços e conhecer a história e evolução do lugar. O Tribunal permaneceu por lá até 1937 e a prisão até 1974, quando o edifício foi desativado. Em 2001 após várias intervenções, o edifício passou a abrigar o Centro Português de Fotografia.
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia

Centro Português de Fotografia – o Que Ver

Passeie e leia os cartazes que vão explicando ao detalhe os diferentes espaços da antiga prisão. Depois parta para a exposição permanente, que prá quem curte fotografia é inesquecível. Eles guardam desde as avós da câmaras fotográficas, as daguerreotípicas, passando pelas gigantescas câmaras de madeira até as descartáveis, que aqueles que tem mais de 40 anos, certamente utilizaram durante sua infância 😉
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia
Há espaço para aquelas invenções anteriores que de alguma maneira foram fundamentais para a criação da fotografia. Você também ficará conhecendo como surgiu o império Kodak e as primeiras ações de publicidade da marca.
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia
Os cartazes são didáticos e permitem descobrir quando se inventou a primeira Leica, que aliás foi a primeira câmara a utilizar o filme de 35 mm e a ser produzida em série, o que representou uma verdadeira revolução, segundo se aprende no próprio museu.
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia
Se ainda tiver fôlego, chegou a hora do momento –  e a fotografia se fez arte. Escolha alguma das exposições temporárias e melhore seu olhar se inspirando em grandes nomes da fotografia.

AT: De vez em quando, escape para as janelas …
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia
O que fazer no Porto - Centro Português de Fotografia

Centro Português de Fotografia – a Info Prática

Horários:
– de março a junho, bem como setembro e outubro abre de terça a sexta-feira das 10:00 às 18:00 horas; sábados e domingos (+feriados) das 15:00 às 19:00 horas.

– nas férias, de julho a agosto abre de segunda a sexta-feira das 10:00 às 18:00 horas; sábados e domingos (+feriados) das 15:00 às 19:00 horas.

– de novembro a fevereiro abre de terça a sexta-feira das 10:00 às 12:30 e das 14:00 às 17:00 horas; sábados e domingos (+feriados) das 15:00 às 19:00 horas.

A loja do centro cultural não abre nos sábados e domingos.

A entrada é gratuita.

End.: Largo Amor de Perdição, 4050-008 Porto

Site: http://www.cpf.pt/index.htm

Leia mais sobre o PORTO, clicando aqui.

Centro Português de Fotografia – combina Com

Visita à Torre dos Clérigos e almoço no Cantinho do Avillez.

Planeje sua viagem para PORTUGAL

Veja todos nossos posts de PORTUGAL

Planejamento ViagemBusque e reserve seu hotel em: LISBOA | PORTO | SINTRA | ALGARVE | COIMBRA | BATALHA | FÁTIMA. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países europeus. Fora que, qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

4 Comentários

  1. Natalie Soares

    Oi, Pat. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    responder
    • Patricia de Camargo

      Brigaduuuu Nat 🙂

      responder
  2. Filipe Morato Gomes

    Eu vivo no Porto e sempre recomendo uma visita ao CPF. As exposições costumam ser muito interessantes mas, mesmo que estivesse tudo vazio, o próprio edifício já valeria a visita. Obrigado pela partilha. Abraço desde Portugal

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá Filipe, muito feliz em te ver por aqui!
      Um grande abraço

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes
  • Fim da San Silvestre! Foto tirada por um amigo querido, Federico. Agora partindo para a casa da minha sogra e vc onde vai passar essa noite?

#sansilvestrelaspalmas #anonovo2020 #laspalmasdegrancanaria #running

Follow Me!