Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 31 2009

Um Domingo de Delícias – De San Mateo a Las Palmas de Gran Canaria

Por fim parece que o verão vai chegar de verdade. Este fim de semana foi bárbaro, muito sol, menos vento e um céu azulzinho, azulzinho. Nada melhor para passear pela ilha. Subimos na mesma direção da semana passada, mais ou menos para o centro da ilha. Depois de muitas curvas e mais curvas, chegamos ao nosso destino: San Mateo. Está certo que para quem enjoa as curvas não são nada facéis, mas a ilha nesta época está mais linda do que nunca e ajuda a vencer os enjôos.
DSC_2903

Desde 1890 os canários sobrem a San Mateo para comprar produtos agrícolas. Esta cidade foi um dos centros agropecuários mais importantes da ilha. Hoje a agricultura já perdeu bastante espaço, mas o mercado agrícola continua sendo famoso e importante. Não é coisa feita só para turista, os locais de vários pontos da ilha também se abastecem por lá. Sem contar que a cidade é famosa por seus doces!
Mercado Agricola San Mateo

É uma delícia passear pelos corredores do mercado agrícola. Primeiro vem as flores, as azeitonas e frutos secos, muitas frutas e verduras, ervas, queijos, vinhos, e na parte do fundo a parte mais concorrida com os doces e pães. São muitos tipos de pães caseiros, o meu favorito é o de “matahúva” – um pão com sementes de anis. Uhi, nada disso, é uma delícia, ainda mais quando acaba de sair do forno. Por aqui é bem tradicional comer este pão. Nos restaurantes eles sempre te servem o matalhúva quentinho ou o pão biscochado (assunto para outro post!).
Mercado Agricola San Mateo
Mercado Agricola San Mateo
Mercado Agricola San Mateo
Mercado Agricola San Mateo

Mercado Agricola San Mateo

Selecionando e comprando ovos. Na sexta tem a tortilla de papas especial do Tom, chega o meu irmão e a namo – Ale
Mercado Agricola San Mateo
Mercado Agricola San Mateo
Mercado Agricola San Mateo
O Tom na parte mais disputada do mercado – a dos pães e doces!
Não ficamos só nos pães, e aí vai nossa listinha: queijo de cabra e ovelha, oregano, capim-limão, paraguaio (uma espécie de pessego), ovos e uns morangos lindos de morrer e de comer. Depois deste momento gastronômico caminhamos pelo centro histórico. A cidade é muito bonita, e está em um ponto da ilha privilegiado com umas lindas vistas, palmeiras e montanhas que tornam tudo muito especial. Não é para menos que aqui se encontram algumas das casas rurais mais charmosas da ilha.
San Mateo
San Mateo
Igreja San Mateo
Igreja Parroquial de La Vega de San Mateo
San Mateo
Sentada com as comprinhas fazendo a “fotossíntese”
San Mateo
Voltamos à Las Palmas, guardamos as compras e fomos almoçar naquela que na nossa opinião é o melhor italiano da cidade – o Pomodoro. Uma entrada francamente impressionante: provolone griglia, um provolone grelhado com verduras (berinjela, abrobrinha, cenoura e alface iceberg) e um molhinho de tomate. Eu amei e quase fiquei satisfeita, mais ainda vieram: tagliatelle porcini e rucula (com setas italianas, rucula e parmesão) e uma pizza capriciosa (com champignon, linguiça e presunto). Eu fui de pepsi e o Tom de cerveja italiana – Peroni.
Restaurante Pomodor Gran Canaria
provolone griglia
Restaurante Pomodor Gran Canaria
Restaurante Pomodor Gran Canaria
Ai, ai, ai … que domingo delicioso, primeiro compras gastronômicas e depois um almoço de “lamber os beiços”. Agora vem aquele momento complicado de tentar ao menos escrever uma página da tese …

Leia também:
Roque Nublo – um domingo no alto de Gran Canaria
Trekking no Roque Nublo – Gran Canaria
Arquipélago Canário: pensa nele para tua próxima viagem
Trekking nas Canarias – Barranco Hondo

Destaque post:
O que fazer em Gran Canaria
San Mateo
Restaurante em Las Palmas de Gran Canaria

fotos: turomaquia_2009

3 Comentários

  1. Vanessa

    Oi, Patricia!

    Estou indo a Las Palmas, em maio, para meu doutorado sanduíche na Universidade de Las Palmas de Gran Canaria! Tenho algumas (muitas) dúvidas….
    – Pensei em ficar uns dias em algum hotel e depois alugar um apt/room pessoalmente. Alguma sugestão de bairro onde eu poderia procurar apt?

    – Fiz um seguro saúde que a universidade me indicou. Porém, não é completo.
    Devo fazer outro seguro? Alguma indicação? Qual a média de preços?

    – Vale a pena levar dinheiro em espécie para passar seis meses ou compro aqueles cartões (há taxa de IOF..)?

    – Eu recebo salário pelo Banco do Brasil. Como faço para sacar o dinheiro na Espanha?

    – As refeições são predominantemente de frutos do mar? O preço das refeições com carne e frango são acessíveis?

    – Li que o clima é bem mais ameno do que no sul do Brasil. Casacos pesados, botas, toucas e mantas fazem parte do guarda-roupas?

    – E a última e não menos importante pergunta: quais documentos devo levar a Extranjería para regularizar minha situação junto ao governo? A extranjería é em Las Palmas mesmo?

    Beijos e obrigada pela atenção
    Teu blog é excelente! Informações detalhadas e completas!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá Vanessa,
      – hotel para ficar enquanto procura ap.: http://www.booking.com/hotel/es/apartamentos-santa-catalina.xb.html?aid=335768label=comentario

      – tenho uma amiga que tem um seguro privado muito bom, vou perguntar o nome para ela e volto a te escrever!

      – você pode chegar aqui e abrir uma conta corrente e transferir teu dinheiro desde tua conta corrente para a daqui – https://turomaquia.com/como-transferir-dinheiro-do-brasil-exterior-transferwise/ Eu uso este método!

      – a comida é bem diversificada, tem de tudo, não se preocupe. E o preço é bem acessível, mais barato do que comer no Rio ou em Sampa.

      – um almoço de menu completo pode variar entre 7 a 15€.

      – Se você não for viajar desde aqui, não faz falta roupa de invernão. Mas aqui venta bastante, portanto um casaco intermediário e uma blusinha de lã fina são bem-vindos. Aqui a roupa é barata!

      – faz muito tempo que não vou a Extranjería, portanto não posso te ajudar nesta questão. O consulado deveria te dizer o que deveria trazer, além do visto! Tem uma Extranjería em Las Palmas.

      Um abraço

      responder
      • Vanessa

        Obrigadaaaa, Patricia!!

        responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!