Guias de Viagem e Arte

 
 
set 10 2007

Faltam menos de 100 Km!!! (A Saga do Caminho 25)

Samos – Portomarín: 41,54 Km
Não houve escapatória, de Samos até Sarria são cerca de 8 quilômetros sem nenhuma cidade, mas a paisagem da Galícia é super verde e pode te surpreender a cada momento. Se em Castilha pela manhã podia fazer um pouco de frio, aqui é quase certeza que de manhã fará frio e perto das 12:00 muchíssimo calor. A umidade é alta, e de manhã ao peregrino lhe acompanha a neblina que deixa tudo meio fantasmagórico, não no sentido que te dê medo ou coisa parecida, e sim que tudo se reveste de uma atmosfera de mistério!
Image00014 Image00015

E também não houve escapatória na saída, tivemos que sair:às 06:00 da manhã do Monastério de Samos, acordar com os monges (hehehehehehe). Ainda estava escuro, e nós demos o presente de sentar em uma cafeteria e passar quase uma hora comendo torradas, tomando café e apreciando o grande movimento de peregrinos. Quando resolvemos começar a caminhar já éramos os últimos da fila, para variar … Mas não nos importava nada, este era nosso ritmo.

Sarria é uma cidade relativamente grande, com muitos albergues e serviços. Caso necessite baixar as fotos da máquina fotográfica, aqui é um bom lugar, ou comprar algo. Eu consegui perder meu chapéu na saída, deu bobeira, fiquei triste porque faltava tão pouco, até este momento não havíamos deixado nada prá trás, o que é um exercício de memória e paciência, porque todos os dias você faz e desfaz a mochila. Nesta foto eu estou em Sarria com meu chapéu novo. Nem pense em andar sem proteção para a cabeça, não dá pé!
Image00016 Image00017

Esta etapa é emocionante porque você se depara com o aviso que te faltam apenas cem quilômetros, te entra uma alegria, uma vontade de pular, de abraçar, sei lá …
Image00019 Image00018

Depois de subidas e descidas duras, muito asfalto, chegamos a cidade de Portomarín, e de longe você vê esta cidade lá no alto, com sua pequena igreja do século XII, que teve que ser retirada das margens do rio para que não desaparecesse, e foi remontada pedra por pedra na praça principal. Esta cidade oferece muitos albergues públicos e privados.
Image00020

Posts relacionados:

Tudo que é bom … (de Saint-Jean-Pied-De-Port a Roncesvalles)
Dificuldades … (de Roncesvalles a Zubiri)
Eu x Eu (de Zubiri a Cizur Menor)
Perdão e Reflexão (de Cizur Menor a Puente de la Reina)
Eu necessito … (de Puente de la Reina a Estella)
Da fonte de vinho a pocilga (de Estella a Los Arcos)
A chegada a La Rioja (de Los Arcos a Logroño)
Um lugar abençoado por Deus … (de Logroño a Ventosa)
O importante não é chegar … é ir! (de Ventosa a Santo Domingo de la Calzada)
O primeiro grande desafio (de Santo Domingo de la Calzada a Montes de Oca)
Divagações em Atapuerca (de Montes de Oca a Agés)
Os grandes tesouros (de Agés a Burgos)
Feliz na Aldeia Global! (de Burgos a Hontanas)
Gente de todas as cores e sabores … (de Hontanas a Boadilla del Camino)
Da obra gigantesca ao pequeno milagre da vida! (de Boadilla del Camino a Carrión de los Condes)
Simplesmente humanos! (de Carrión de los Condes a Sahagún)
Não estou louca, nem virei psico-autora, apenas tive vontade de me abrir ao mundo! (de Sahagún a Mansilla de las Mulas)
Tempo de Turismo! (de Mansilla de las Mulas a León)
Em homenagem ao Gustavo: cancun, cancun … (de León a Puente y Hospital de Órbigo)
Chuva e cozido: um dia de reis (de Puente y Hospital de Órbigo a Santa Catalina de Somoza)
Seguimos na Maragatería … um dia inesquecível … (de Santa Catalina de Somoza a Cruz de Ferro)
A Maragatería já era nossa casa! (da Cruz de Ferro a Molinaseca)
Que diazinho do caramba! (de Molinaseca a Cacabelos)
Quando menos se espera … (de Cacabelos a O Cebreiro)
Mais perto do “céu” (de O Cebreiro ao Monasterio de Samos)

fotos: turomaquia_2006

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • O que é isso? Uma estação de trem basiquinha 😂😂 Qual foi a estação de trem mais bonita que você já conheceu?

#atocha #trem #madrilovers #tremEspanha
  • O entardecer da janela do nosso quarto de hotel. Como alguém abandona esse lugar? 
Mas amanhã não tem jeito, porque uma cidade monumental nos espera no sul 🙆🏼‍♀️ #madridview #madrilovers #hotelview #hotelesdeensueño #madri
  • Pelas ruas de Madri 💁🏽‍♀️ #street_photography #madrilovers #madrid🇪🇸 #espana🇪🇸
  • Desfrutando de uma visão 360 graus de Madri, onde? No nosso hotel. Para descobri-lo, clique no link da bio 💁🏽‍♀️ #viewmadrid #madrilovers #espanha🇪🇸 #hotelcomvistas
  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad

Follow Me!