Guias de Viagem e Arte

 
 
set 11 2007

O final da saga … (será?)

Labacolla – Santiago de Compostela: 13,53 Km

Dia relaxado, saída relaxada para os últimos quilômetros que nos separavam de nosso objetivo daquele verão de 2006. Na verdade, estávamos meio nervosos, mas não falávamos nada sobre o tema, apenas em silêncio cumpriamos o caminho que nos levaria diretamente à Catedral de Santiago de Compostela. Onde estão os restos do apóstolo Santiago, que ano após ano levam milhares de peregrinos a esta cidade, e outros que chegam aqui sem saber bem o porquê desta jornada.

Acredito que os dois videos abaixo podem mostrar mais a alegria da chegada, no primeiro chegamos à cidade de Santiago de Compostela e no segundo depois de cerca de 3 Km à Catedral de Santiago.



Posts relacionados:

Tudo que é bom … (de Saint-Jean-Pied-De-Port a Roncesvalles)
Dificuldades … (de Roncesvalles a Zubiri)
Eu x Eu (de Zubiri a Cizur Menor)
Perdão e Reflexão (de Cizur Menor a Puente de la Reina)
Eu necessito … (de Puente de la Reina a Estella)
Da fonte de vinho a pocilga (de Estella a Los Arcos)
A chegada a La Rioja (de Los Arcos a Logroño)
Um lugar abençoado por Deus … (de Logroño a Ventosa)
O importante não é chegar … é ir! (de Ventosa a Santo Domingo de la Calzada)
O primeiro grande desafio (de Santo Domingo de la Calzada a Montes de Oca)
Divagações em Atapuerca (de Montes de Oca a Agés)
Os grandes tesouros (de Agés a Burgos)
Feliz na Aldeia Global! (de Burgos a Hontanas)
Gente de todas as cores e sabores … (de Hontanas a Boadilla del Camino)
Da obra gigantesca ao pequeno milagre da vida! (de Boadilla del Camino a Carrión de los Condes)
Simplesmente humanos! (de Carrión de los Condes a Sahagún)
Não estou louca, nem virei psico-autora, apenas tive vontade de me abrir ao mundo! (de Sahagún a Mansilla de las Mulas)
Tempo de Turismo! (de Mansilla de las Mulas a León)
Em homenagem ao Gustavo: cancun, cancun … (de León a Puente y Hospital de Órbigo)
Chuva e cozido: um dia de reis (de Puente y Hospital de Órbigo a Santa Catalina de Somoza)
Seguimos na Maragatería … um dia inesquecível … (de Santa Catalina de Somoza a Cruz de Ferro)
A Maragatería já era nossa casa! (da Cruz de Ferro a Molinaseca)
Que diazinho do caramba! (de Molinaseca a Cacabelos)
Quando menos se espera … (de Cacabelos a O Cebreiro)
Mais perto do “céu” (de O Cebreiro ao Monasterio de Samos)
Faltam menos de 100 Km!!! (do Monasterio de Samos a Portomarín)
Felicidade por um tubo e um Ezequiel no meio do caminho (de Portomarín a Melide)
Uiui por pouco (de Melide a Lavacolla)

fotos: turomaquia_2006

14 Comentários

  1. SÍLVIA OLIVEIRA

    Emocionante! Deliciosos os vídeos!E quando começa sua saga baiana aqui???

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Silvinha com este pedido, não tinha como não iniciar de uma vez por todas a contar um pouco da Saga Baiana.Beijos

    responder
  3. Kharina

    Parabens Paty!!!Realmete vcs merecem parabens pela força de vontade de andar esses 700 km.Foi emocionante ate pra mim que acompanhei lendo, imagino pra voce!!!Nao deixa de escrever!bjos

    responder
  4. CarlaZ

    Pat,
    Acabei de ler todos os posts dessa jornada e sabe a gente escuta que é difícil e tal, mas olhando suas fotos e a cara de felicidade nelas, parece que a dificuldade nem é tão importante assim.
    Emocionante pensar que fez 800km andando! Que passou as férias andando!
    Tenho uma grande vontade de fazer esse percurso todo, de me tornar uma peregrina, pena que com meus problemas de coluna + perna a chance de conseguir fazer é bem pequena.
    E vc fez tudo com o Tom! Andando juntos! Incrível! Sempre escuto que cada pessoa tem seu ritmo e que não é bom um casal ir junto. Mas também achava que eu e Leo conseguiríamos, exatamente pelo incentivo dele e parece que com vcs foi assim, né!
    Obrigada por compartilhar, afinal é uma viagem tão diferente que não conseguimos nem imaginar. Adorei mesmo ter lido tudo isso, mas gostaria ainda mais de saber dessas histórias pessoalmente, quem sabe um dia hehe
    Bjos

    responder
  5. Ronaldo

    Olá peregrina,
    Olhando para vossas mochilas, não me pareceram muito grandes. Tinha vontade de fazer o caminho esse ano, infelizmente não deu. Fica para o ano que vem. Queria levar uma mochila de 44 litros, leve.
    Outra coisa, vocês não levaram isolante térmico? Também acho desnecessário, embora conste de várias listas de equipamentos necessários.
    E quanto a proteção contra chuva, o que levaram?
    Eu estava pensando em levar somente um anoraque, e nada para a parte das pernas. Aliás estava pensando só em bermudas. Seria suficiente?

    Saudações.

    PS. também sou paranaense, de Maringá.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Ronaldo,
      uma mochila de 44 litros é muito 🙂 o ideal é levar até 10% do teu peso corporal. Ous eja, pesando 70 kilos, carregar no máximo 7 kilos!
      Nós não levamos isolante térmico, agora proteção contra chuva é imprescindível. Tinamhos capas para as mochilas, uma delas já tinha a proteção incorporada, e para a que ñ tinha compramos na Decatlon. Também tem que levar capa de chuva.
      Leve uma destas calças de trekking que tem ziper e viram bermuda. Mesmo no verão, no norte da Espanha cedinho faz frio 🙂
      Muitos albergues tem máquina de lavar e secar roupa, que funcionam com fichas a preços bem baratos, assim sendo ñ é necessário levar muita roupa!

      um abraço!

      responder
      • Ronaldo

        Então, a mochila é de 44 Litros. Não 44 quilos. Ela não cabe muita coisa mesmo, no máximo uns 7 a 8 quilos.
        Vocês não levaram calça impermeável, ou levaram? Levaram contra a chuva somente a blusa impermeável, ou aquelas capas tipo poncho?
        Vi que algumas vezes vocês dormiram no chão. Foi em colchão ou somente com o saco de dormir?
        Desculpa o monte de perguntas. E parabéns por suas viagens.

        Saudações.

        responder
        • Patricia de Camargo

          Ronaldo,
          o saco de dormir é super necessário, em alguns albergues não há lençol. As vezes que dormimos no chão foi no saco, e em alguns casos, o albergue colocou um colchão no chão, e nos colocamos o saco em cima.
          Eu entendi os litros da mochila. Tente levar o mínimo possível, porque qualquer meio quilo a mais você vai sentir na coluna e nos braços.
          Não levamos poncho, e sim um abrigo impermeável. A roupa era toda dry-fit que seca rápido e se pode lavar sem frescuras ou com medo que encolha 🙂
          Um abraço 🙂

          responder
  6. ERENI RIBEIRO TINOCO

    Patricia,

    Como já comentei Primeiro quero dizer que adorei o blog que conheci via google. Já fiz o caminho Frances em 2006 iniciando em Roncesvalle. Este ano em Julho como estarei na Europa pretendo caminhar 10 dias, após a viagem que farei ao Leste Europeu. Cada vez que vou à Europa não consigo ficar sem fazer uma parte do caminho novamente é um vício….e que vício bom…
    Gostaria de uma informação:
    Como ir do aeroporto de Madri à cidade de Leon, gostaria de fazer este
    trecho de Trem é possível?`Vou começar a caminhar em Ponferrada, e Leon me parece a Cidade grande mais próxima.De Leon a Ponferrada farei de ônibus e alguns trechos andando.
    Você pode me ajudar com indicações para os trechos internos até Ponferrada, onde começo a caminhada e aí sim andando até Santiago.
    Grata e um abraço,
    Ereni

    responder
    • Patricia de Camargo

      Ereni, brigaduuu pelos elogios 🙂
      Eu bem sei deste vício, já fiz 3 vezes o caminho, uma inteiro e outras 2 vezes alguns trechos.

      De Madrid a León é ótimo ir de trem, com o rápido se chega em 2 horas e 44 minutos, e comprando o bilhete com antecedência dá para conseguir uma tarifa de 27,20€, dá uma olhada no site da Renfe.
      O trem também chega à Ponferrada, este trajeto demora mais, seis horas e 15 minutos, e custa uns 42€.

      Também é possível fazer o trecho de Leon a Ponferrada de ônibus com a empresa Alsa – http://www.alsa.es

      Outra cidade grande próxima à Ponferrada é Astorga. Uma das partes que mais gostei do Caminho Francês foi exatamente a que sai de Astorga, e adentra na região da Maragatería.
      Um abraço!

      responder
      • ERENI RIBEIRO TINOCO

        Patricia amiga peregrina, muito grata pela sua resposta. Estou me preparando com suas gentis indicações.Concordo contigo a região de Astorga é muito especial. Tão logo tenha novodade entro novamente, assim posso ajudar outros peregrinos do seu blog.
        Abraço enorme!

        responder
        • Patricia de Camargo

          Ereni, será um prazer para mim receber tuas novidades aqui no Turomaquia 🙂

          responder
  7. José Luiz Moraes

    Parabéns pelo blog. Farei o caminho em maio/14, a principio começaria em Léon, mas ficará muito puxado em termos de dias. Devo começar por Astorga. Qual a melhor opção de Madrid (Barajas) para Astorga? Pesquisei e achei um ônibus que sai as 23,59 e deve passar de madrugada por Astorga ( o destino final dele é o Cebreiro). Já terei as horas de vôo, devo chegar as 12 hs no aeroporto, ficarei mais 12 hs esperando a partida do ônibus…chegarei em Astorga de madrugada, os albergues fecham as 22 hs…se em Astorga ainda tiver uma rodoviária movimentada em que eu possa esperar clarear o dia, tudo bem, meu receio é que não sei o que irei encontrar (estarei com euros, passaporte)isso tudo para efetivamente começar a caminhada…risos….por isso necessito de outra opção. Tem alguma ? Abraço

    responder
    • Patricia de Camargo

      José,
      quantos dias vc tem?
      Eu pegaria um trem Intercity e dormiria em Astorga (renfe.es), porque é importante descansar para começar bem o caminho! Eu ñ dormiria ao relento com documentos e dinheiro, e na verdade vc nem vai dormir, e vai amanhecer em péssimas condiçoes, sem contar que em maio ainda as noites serao bem frescas!

      O trem sai de Chamartin, é só pegar o trem no T4 para lá, é bem fácil. Em 3 horas e 20 minutos chegará sao e salvo caminhante 😉
      Um abraço

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!