Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 13 2019

9 razões para visitar a Bienal de Veneza

1. É a mais antiga bienal de arte do mundo

Em 1893, um grupo de intelectuais venezianos liderados pelo prefeito da época, Riccardo Selvatico, decidem que no ano seguinte iriam organizar uma bienal artística nacional.

A mostra não aconteceu em 1894, mas tampouco foi um evento nacional, porque resolveram convidar artistas internacionais. Durante o inverno de 1894 – 1895, Enrico Trevisanato começou a construir o Palácio da Exposição, atual sede conhecida como Giardini.

A 1a. Bienal abriu com a presença dos reis Umberto I e Margherita di Savoia no dia 30 de abril de 1895. Foi visitada por 224.000 pessoas e naquele momento se chamou: Primeira Exposição Internacional de Arte da Cidade de Veneza.
Bienal de Venezia - historia

2. As duas sedes (Giardini e Arsenale) em si já valem a visita

O Giardini abriga o palácio de Enrico e vários pavilhões nacionais que começaram a ser construídos no começo do século 20.

O primeiro pavilhão nacional foi o da Bélgica e é de 1907.
9 razões para visitar a Bienal de Veneza

3. Arte observada desde 2 pontos de vista bem diferentes

O diretor criativo de cada bienal é quem define o tema e escolhe todos os artistas da mostra central, que se expõe nos dois principais edifícios do Giardini e do Arsenale.

Mas além deste recorte, você também verá o que cada país participante leva para seu espaço. Além dos 29 pavilhões nacionais, são ocupados espaços dentro e fora das duas sedes pelas representações dos países. Em 2019, participam 90 países.

Ou seja, é uma oportunidade única de ver esta mistura entre arte selecionada pelas instituições de cada país e uma mostra troncal que nasce da cabeça de um reconhecido curador internacional.

O Arsenale impressionou até Dante Alighieri, tanto que aparece na “Divina Comédia”

O Arsenale foi um dos maiores estaleiros do mundo. Fundado no século XII e posteriormente ampliado, era como uma cidade dentro da outra, já que estava circundado por uma grande muralha.

Esta grande fábrica de navios teve um papel primordial para que Veneza se convertesse numa potência marítima.

Milhares de pessoas trabalharam nesse complexo com suas colunas “gregas” robustas e altíssimas. Dante Alighieri ficou tão impressionado ao ver os 16.000 operários junto ao alcatrão fervendo, que descreveu o “Arsenale” na cantiga XXI de seu “Inferno”.

Fora da Bienal, as visitas a este espaço são apenas guiadas e acontecem somente nas terças e sábados. Durante a Bienal, você vai poder sentar junto ao mar, comprar um belo copo de vinho e relaxar num espaço que foi a alma da cidade. Isso tem preço???
9 razões para visitar a Bienal de Veneza
9 razões para visitar a Bienal de Veneza

5. Daquelas experiências únicas MESMO!

Terminada a Bienal, nunca mais você poderá vivenciar esta mostra, ver reunidos todos estes artistas, confrontar suas obras de forma direta.
9 razões para visitar a Bienal de Veneza

6. É bem diferente a visitar a um museu

O ambiente é mais relaxado e pode ser uma forma bastante interessante de adentrar na tão temida vanguarda artística.

Entre as grandes mostras de arte contemporânea que já visitei, achei essa a mais didática. Todas as obras tem etiquetas que contam um pouco sobre o artista e também explicam de forma direta e sem firulas a obra exposta.

Se você quiser se “profissionalizar” 😉 Recomendo que compre o catálogo resumido que traz todos os artistas + os pavilhões, custa 18€. O pessoal da imprensa comprava nos dias do pre-opening e ia escrevendo suas impressões diretamente sobre ele, uma forma de assimilar e relembrar após a visita.

O guia pode ser adquirido nas duas sedes, Giardini e Arsenale. A loja do Arsenale está na entrada, já a do Giardini no edifício principal, branco e sobre o qual se lê: “La Bienalle”.
9 razões para visitar a Bienal de Veneza

7. A arte pode ser terapêutica

Antes de ir para a Bienal de Veneza eu estava muito estressada e sofrendo ataques de pânico. Sentia que o mundo me engolia. Cogitei até em não ir para a mostra. Felizmente venci minhas paranoias e esses 3 dias foram o melhor remédio que podia receber. Com isso não quero dizer que a arte cura tudo, mas que ajuda, ajuda!

Alain de Botton e John Armstrong escreveram um livro inteiro dedicado ao tema da “Arte como Terapia”.

Há várias pesquisas mundiais que demonstram a função terapêutica da arte, entre elas uma realizada na Noruega que afirma que frequentar galerias de arte faz bem para saúde porque diminui a ansiedade e o stress.
9 razões para visitar a Bienal de Veneza

8. Arte contemporânea te dá uma nova perspectiva do mundo

Tira você do eixo do teu próprio umbigo. Muitas instalações na Bienal de Veneza relatam eventos de guerra, desastres naturais, a vida crua e dura das minorias. E no que se diferencia do jornalismo? Costuma ser uma visão desde dentro, sentida, experienciada no cotidiano e sempre com olhos postos na fruição estética. Isso não significa que tenha que ser bonita 😉
9 razões para visitar a Bienal de Veneza

9. Você vai descobrir artistas novos, loucuras visuais, tua cabeça vai explodir com tanta criatividade

Tenho certeza que independentemente da sua área de atuação, vai sair cheio de ideias. A arte contemporânea sempre tira a gente da nossa zona de conforto.

Vou te falar uma coisa e não me leve a mal, a arte vai muito além do impressionismo. E olha que eu adoro este movimento, mas sinto que muita gente rejeita tudo a partir do século 20. Acaba tendo a mesma atitude daqueles parisienses que rejeitaram o impressionismo no final do século 19 🙁
9 razões para visitar a Bienal de Veneza

Guia para visitar a Bienal de Veneza

Se eu te convenci, dá uma olhada neste vídeo-guia que eu preparei para te ajudar a planejar sua visita à Bienal de Veneza.

Planeje aqui sua viagem para ITÁLIA

Veja todos nossos posts da ITÁLIA

Planejamento ViagemBusque e reserve seu hotel em: VENEZANÁPOLES | CAPRI | POSITANO |  SORRENTO | AMALFI | ROMA | FLORENÇA | MILÃO | BÉRGAMOAssim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Prove abaixo …

Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

3 Comentários

  1. Carmen

    Olá
    Eu visitei Veneza durante a Bienal de 2017. Foi uma experiência memorável. Para repeti-la. Espero voltar novamente.
    Parabéns por este post: completo, magnífico e didático. Para amar Veneza ainda mais

    responder
  2. Thiago Reis

    Legal vou a Bienal graças a você, obrigado!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Obaaaa, depois me conta como foi!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!