Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 10 2013

As Viagens da Vanessa Aguilera – Ou uma introdução à sua Bucket List Viageira

Fazendo uma retrospectiva, chego à conclusão de que a minha bucket list sempre existiu, mesmo que ainda inconsciente na infância. No entanto, esta só tomou forma, no papel, dos meus 20 anos pra frente. Dos Parques da Disney e Vladivostok (viva o WAR!) ainda criança, ao desejo de acampar no deserto, seja do Saara ou Jalapão, beirando os 30 anos. Uma ligeira mudança de prioridades, mas o desejo de descobrir o mundo permaneceu. E quanto mais eu vivo, viajo e descubro, mais esta lista cresce. Assim como a Cláudia, do blog Aprendiz de Viajante, minha lista possui diferentes lugares, mas ela é mesmo recheada de situações que eu gostaria de vivenciar, sozinha ou não.

De uns anos pra cá, já consegui riscar muitos momentos desta lista, como estar pertinho de um imenso glaciar, em plena Patagônia argentina, e presenciar o barulho fascinante e ao mesmo tempo triste, de um pedaço de gelo desprendendo-se.

De ver neve pela primeira vez num passeio despretensioso de bicicleta em Amsterdam; de arriscar subir um vulcão mesmo com preparo físico zero, como aconteceu em Pucón, no Chile; de estar exatamente no local onde começou a Revolução Cubana e jogar conversa fora com cubanos num fim de tarde no Malecón de Havana.

Conhecer o boemio bairro parisiense, Montmartre, local das filmagens do meu filme favorito “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”; fazer um downhill sob chuva no Cotopaxi, Equador; ter a chance de conhecer as casas de Neruda (poeta que sempre me encantou), no Chile; visitar as comunidades de teleférico em Medellin e fazer aula de salsa em Cali, na Colômbia.

De navegar no Titicaca sob a lua cheia e conhecer o Valle Sagrado no Peru, tentando compreender o quanto os incas eram incríveis e chorar ao chegar à Machu Picchu; “subir” numa prancha de surf pela primeira vez e fazer um treeking pela mata fechada de noite, na diversidade da Costa Rica.

Perder-se de bicicleta pelo Deserto do Atacama e se deliciar com aquele céu estrelado ÚNICO; visitar a interminável Sagrada Família em Barcelona, que sempre habitou o meu imaginário, ainda quando meu avô falava dela; viver praticamente 3 dias dentro de uma 4×4 na expedição no Salar de Uyuni na Bolívia e sofrer com o “soroche”.

Estar numa ilhota panamenha com uma família indígena, dormindo em rede, sem água doce, energia elétrica ou qualquer conforto em San Blas, mas ter como quintal o marzão do Caribe; voar de asa delta sobre a beleza que é o Rio de Janeiro ou sobrevoar de helicóptero e compreender a grandeza das Cataratas do Iguaçu.

Ver pinguins e presenciar sol às 23h em Ushuaia; ver um jogo do Flamengo em pleno Maracanã; surpreender-se com as Linhas de Nazca no Peru ou “decepcionar-se” com a “Monalisa” no Louvre de Paris; estar literalmente na “Mitad del Mundo” e participar das mais estranhas experiências ao Norte e ao Sul do mundo em um passo; ver a emoção do meu pai ao levá-lo a um autêntico tango porteño e por aí vai.
Bucket List Viageira
Bucket List Viageira

Já dizia um “anônimo”: “A vida não é medida pelo número de vezes que respiramos, mas pelos lugares e momentos capazes de tirar o nosso fôlego”. É isso.

Dois itens da minha bucket list viajante serão realizados agora, nas próximas férias, em janeiro/13. Visitar a Patagônia chilena, mais especificamente o Parque Torres del Paine e, ao voltar pro Brasil, passar dias na Amazônia, acampando no meio da mata e navegar pelo Rio Amazonas até o Pará. Duas viagens que já foram planejadas, quase vividas, mas que por algum motivo não deram certo em outras épocas, mas agora vai!

Continua no próximo post …

A Vanessa Aguilera, tuita sobre suas viagens no @aguilera13 e é colaboradora do blog “Diário de Mochileiro“.

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!