Guias de Viagem e Arte

 
 
jun 26 2011

Ilha dos Museus em Berlim

Antes da viagem à Berlim, esta idéia de ilha dos museus me intrigava. Duvidei que se tratasse de uma ilha, e que quando muito era um lugar onde se concentravam museus e ponto. Uma metáfora como uma ilha de tranquilidade no caos da cidade. Estas mesmices que a gente sempre lê e escuta!
Ilha dos Museus - Berlim
Ilha dos Museus - Berlim
Mulher sem fé! Naquela manhã ensolarada e de céu azul perfeito para fotos cheguei a uma ilha no norte do rio Spree. Passado o primeiro choque, que a ilha era uma ilha, tento imaginar que aquele lugar no século 19 estava cheio de armazéns e mergulhado no caos. Outra missão complicada, mas ao menos esqueço por um momento que sou uma mulher de pouca fé. Toda aquela ilha começou a forjar-se com uma visão de um rei, o Federico Guillermo IV.

A idéia era construir um refúgio para as artes e as ciências. Parabéns, o resultado é brilhante! O projeto iniciado em 1841, quase acabou bem mal por causa das guerras e da divisão da cidade. Tal qual o muro que sangrou Berlim; as obras que abrigavam os museus foram dividadidas em instituições a Leste e Oeste. Só voltarão a estar reunidas em 2015, data estimada para finalizar o projeto iniciado lá com Federico!
Ilha dos Museus - Berlim
Ilha dos Museus - Berlim Ilha dos Museus - Berlim
Ilha dos Museus - Berlim
Sento, porque tenho outra decisão difícil. Escolher por onde começar minha visita. Tenho diante de mim 5 “big” museus dentro de um complexo que desde 1999 é Patrimônio Mundial da Humanidade. Posso ter pouca fé, mas sou uma mulher e não uma rata. Levanto e me dirijo à minha primeira escolha dentro da Ilha dos Museus. Mas aqui entre nós, para mim o nome mais apropriado para aquele lugar seria: Ilha da Fantasia!
Ilha do Museus - Berlim

Veja todos nossos posts de BERLIM

Busque e reserve seu hotel em Berlim, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste 2016, coloque o código: AFILI2016. Para ver os descontos em outros anos, clique aqui

Escape das filas, compre antes da viagem e em português, as entradas para os principais ATRATIVOS DE BERLIM, clicando aqui.

untitled-4
Posts relacionados:
Museum Pass Berlin – Vale a pena?!!
Turomaquia em produção desde Berlim – Museu de Pérgamo

fotos: turomaquia_2010
infográfico – plano: http://www.museumsinsel-berlin.de

Nenhum Comentário

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!