Guias de Viagem e Arte

 
 
jul 11 2017

Onde comer dois clássicos milaneses: a cotoletta e o risotto alla milanese

onde comer dois clássicos milaneses - Milano

Os clássicos milaneses – Cotoletta alla milanese e risotto a la milanesa

Risotto a la milanesa

A estória (lenda) do seu nascimento não podia ser mais bonita. Um aprendiz de pintor que gostava de cozinhar. Para seu casamento, encomenda um arroz com muita cor. Para tanto, os cozinheiros deveriam empregar uma especiaria chamada azafrão, que até então apenas se utilizava como colorante de tintas para pintura.

Outra história paralela reza que quem primeiro colocou o azafrão no arroz foram os artesãos que elaboravam os vitrais da Duomo, e que até então também o utilizavam como colorante.

Este risotto suave também leva manteiga, vinho branco e queijo parmesão.

Costoletta alle milanese ou Cotoletta alla milanese

Não sei você, mas eu curto tudo que é “a milanesa”! Então imagina se ia deixar de provar a “costoletta alla milanese”. Uma carne de vitelo fina, passada no ovo, empanada e ainda por cima, frita na manteiga \o/

A primeira vez na história que se tem notícia de uma carne empanada é em 1134, e precisamente em Milão. E como no século 19, Milão pertenceu ao Império Austro-húngaro, o “schnitzel” seria uma variação da costolleta milanesa.

Curiosidade: a cotolleta e o risotto alle milanese, bem como o panetone integram a lista de “Denominações de origem” da Perfeitura de Milão.

Mas voltando na versão italiana, ela é feita com carne de vitelo (geralmente vem com o osso) passada no ovo, empanada e frita na manteiga. A foto abaixo é do Ratanà, que está entra as casas mais celebradas de Milão que fazem a receita (mas se deve reservar com 2 dias de antecedência). Se você busca uma opção mais econômica, a Da Martino (sem site – Via Carlo Farini, 8 | 02 6554974) é uma excelente saída.




Onde comer dois clássicos milaneses

Para o verão passado, fiz uma lista de lugares onde poderia provar estes dois pratos. Alguns estavam fechados durante o mês de agosto.

Pesquisei basicamente em blogs de viagem. E daí um inciso. Acho importante seguir blogs, porque na hora “h” sei exatamente em qual posso confiar para cada tipo de recomendação. Isso de procurar no último momento, leva consigo o risco de dar com blogs que estão bem posicionados no Google até por pagar Adwords ou outra ferramenta de SEO. Mas que na real, tem um conteúdo péssimo 🙁

1) Trattoria Masuelli S. Marco

Não é um local central, mas está aberto desde os anos 1920. O interior todo de madeira é aconchegante. A clientela em sua maioria eram de locais, entre eles muitas famílias. O pessoal está bem vestido, nada assim do outro mundo, mas os sapatos prevaleciam aos tênis. O atendimento era eficiente e amável. Não espere bater papo com o pessoal como em Nápoles, mas achei ótimo que ao comentarmos ao garçom que iríamos dividir o risotto, ele não fizesse cara feia e já trouxesse a ração em dois pratos.

Não é um local barato, o que é a tônica de Milão. Mas eu voltaria! Compartilhamos o risotto (14€) e a costoletta (27€, não era um prato super bem servido), ainda pedimos cerveja e vinho, mais o coperto, gastamos 58€. É melhor reservar online.

End.: Viale Umbria, 80.
Combina com: uma visita a Fondazione Prada.
Site: http://www.masuellitrattoria.com
onde comer dois clássicos milaneses - Milano
onde comer dois clássicos milaneses - Milano

2) Casa Fontana – 23 Risotti

Um restaurante caro, mas tradicional quando o tema é risotto. Fica próximo à estação central de Milão.
End.: Piazza Carbonari, 5.
Site: http://www.23risotti.it/index.php

3) Al Garghet

Num entorno encantador, mas longe do centro da cidade. Para ir de táxi ou de carro. Serve o risotto, mínimo para 2 pessoas, mas a especialidade é a costoletta.
End.: Via Selvanesco, 36, 20142.
Site: http://www.algarghet.it

4) Osteria Brunello

Um local que teve a costoletta premiada. Oferece preços ótimos na hora do almoço de segunda a sexta-feira. O preço do risotto é menor na hora do almoço, mas a costoletta custa a mesma coisa em todas refeições.
onde comer dois clássicos milaneses - Osteria Brunello
End.: Corso Garibaldi, 117, 20121.
Combina com: passeio por Breda e visita ao Castelo Sforzesco.
Site: http://www.osteriabrunello.it

Planejando a viagem – Milão

Veja todos nossos posts da ITÁLIA, clicando aqui

Busque e reserve seu hotel em: MILÃO | VENEZA | FLORENÇA | ROMA | NÁPOLES. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países europeus. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Os clássicos milaneses – No Vlog


Chamada video 2

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Já viu o novo vídeo da Provence no YouTube - Patricia de Camargo? Estou chocada porque perguntei nos Stories quem tinha assistido o filme do Russell Crowe, “Um Bom Ano” e me senti muito velha 😂😂😂 70% não tinha assistido. E por que perguntei? Porque no novo vídeo aparecem cenários deste filme 😉

#provence #gordes #lugaresdecine #francelovers #russellcrowe
  • Vem “sextar” comigo junto à um dos cenários do filme do Russell 😉 “Um Bom Ano”. Onde? 👉🏽 No YouTube - Patricia de Camargo 😎

#provence #gordes #umbomano #cidadedecinema #francelovers
  • Uma das vistas possíveis de um atrativo mais amado por fora que por dentro, o Padrão dos Descobrimentos em #Lisboa 👉🏽 A entrada custa 6€. 💁🏽‍♀️ Combina com visita ao Mosteiro dos Jerônimo + Torre de Belém + lanche nos Pastéis de Belém e dependendo do horário, caminhada até o #Maat para ver o pôr do sol.

#roteirolisboa #lisboalovers #bairrobelem #padraodosdescobrimentos
  • “Traduzir uma pintura em uma fotografia era um desafio que queria alcançar. Queria respeitar a imagem e a sensação que produzem os mestres, mas necessitava dar uma volta conceitual que pudesse criar uma nova capa visual na imagem original”. 👀 Para saber mais sobre o fotógrafo Freddy Fabris que saltou à fama internacional com uma série de fotografias que ele intitulou: “Renaissance” veja o último post do www.turomaquia.com

#artecontemporanea #artistacontemporaneo #fotografiaartistica #freddyfabrisphotography
  • Por sol neste momento desde o escritório Turomaquia 🙏🏽 #sunset #sunsetlover #laspalmasdegc #grancanarialovers
  • Caminhando sobre uma reserva gigantesca de ocre no novo vídeo da road trip pela #Provence (Clique na bio ou visite o YouTube - Patricia de Camargo). Esta viagem foi genial e é difícil falar gostei mais disso ou daquilo, mas confesso que este dia foi muito especial 😉

#roadtripprovence #roussillon #sentierdesocres

Follow Me!