Guias de Viagem e Arte

 
 
set 24 2010

De museus, lojão e muita sola de sapato em Berlim

Sai do hotel por volta das 09:30 e voltei às 21:00. Todo este tempo, indo de um lado a outro levado tão somente pelos meus pezinhos (aliás inhos porque calço um 36). Nada de metrô, bonde, trem, táxi ou carona (risos!) Evidentemente tô meio morta, mas feliz à beça. Hoje no cardápio: 3 museus, um foi indicado pelo @mauoscar. Acabou sendo uma baita e grata surpresa. Prá início de conversa, tinha 2 Velázquez. O cara pintou pouquíssimo, portanto fora os do Prado, tem pouquíssimos por este mundão afora. Sem contar a quantidade de Rembrandt!

Depois (outra indicação do @mauoscar) dei um pulo no sex shop como diria o Eduardo, Da Cachaça pro Vinho. Fui ao 6° andar da Kadewe, uma big mega loja de departamentos aqui de Berlim. Comi um prato com batatas e pra fazer a digestão resolvi voltar caminhando, mais ou menos 1 hora e 10 minutos. Como está quente, foi bem gostoso ver a cidade toda iluminada, e fervendo. Afinal, hoje é sexta-feira!
Porta de Brandemburgo - Berlim

Ao fundo o Parlamento e chegando pertinho da Portão de Brandemburgo!

No meio do caminho dei de cara com o Portão de Brandenburgo e produzi um novo capítulo da nossa telenovela da Viagem Real.

foto y video: turomaquia_2010

5 Comentários

  1. Oscar

    Oi PatriciaQue bom que voce esta curtindo as dicas!! :DEu aqui so de olhar seus Posts fico morrendo de saudades desse lugar..Aproveite muitoooBjao

    responder
  2. Alessandra Mosquera

    Ai que lindoooooo!Um dia ainda vou a Berlim! Muita inveja (sana) de ti! Aproveite muito!

    responder
  3. Camila

    Esse é meu jeito preferido de conhecer os lugares. Adoro coolocar meus pés para trabalhar. Uma vez em Buenos Aires andamos tanto que ficamos até curiosos. Conferimos no mapa e deu mais de 20 km. E um só dia! Mas foi ótimo! :-)Beijos!

    responder
  4. Isabel O., Portugal

    Se "inhos" é 36, o que me diz dos meus – 33/34?Horror total. Nenhuma marca com estilo já fabrica tão pequenos.Nós adorámos Berlim. Já foi ao Museu Judaico?É relativamente recente, com uma arquitectura gira, um recheio super-interessante e o audio guia que é levezinho – um I-Pod. Imagine onde vou passar os meus anos (5 de Outubro, terça, é feriado por cá, vou fazer "ponte")?A Sintra…Beijinhos

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Oscar adorei ter levado teu guia de Berlim!Ale, vale e muito a pena!Camila, eu também prefiro, até para poder entender melhor a cidade!Isabel, sim, estamos falando de um 36 heheheheFomos ao Museu Judaico, achei bárbaro como a arquietetura é protagonista na primeira parte!Curta muito Sintra neste 5 de outubro!Uma coisa, ñ consigo ver teu e-mail, manda um e-mail pra mim no turomaquia@gmail.com para poder te escrever!!!beijos a todos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!