Guias de Viagem e Arte

 
 
jan 23 2017

9 obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos

1. “Spinario”, em que um menino está sentado tentando tirar um espinho do pé. Trata-se uma escultura grega do século III/I a.C. Não são tantas as esculturas gregas que chegaram até nós. A maioria das que conhecemos são cópias romanas!

É uma escultura em bronze, se quer saber como se produz uma escultura deste material, clique aqui.
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos

Curiosidade: atualmente se acredita que está escultura tenha sido criada a partir de duas esculturas, ou seja, que juntaram partes de duas esculturas diferentes da arte grega \o/ Uma parte seria do século I a.C e outras de III a.C.

obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
2. “Loba Capitolina”. A loba é grega ou estrusca do século V a.C. e portanto não tinha nada a ver com a lenda da criação de Roma. Os meninos foram acrescentados apenas na Idade Média, para dar este novo significado ao grupo escultórico.
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
3. “Escultura equestre de Marco Aurélio”. Ela é de 176 d.C. Na praça em frente ao museu se encontra uma cópia, onde antes se encontrava a original. A cópia foi realizada em 1981. O próximo episódio da série TOP 100 Arte será sobre esta obra. Inscreva-se no nosso canal, clicando aqui e não perca nenhum vídeo.
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
4. “Cavalo do Vicolo delle Palme”, estátua de cavalo encontrada no Trastevere em 1849. O mais louco é que é grega, o que comprova a maestria dos gregos com o bronze. Provavelmente sobre os cavalo estivesse um herói ou imperador, o que revela que as estátuas equestres foram bastante comuns, apesar de que não chegaram muitas completas até os dias atuais, e daí a importância da escultura de Marco Aurélio.

A escultura é do século V a.C. com alguns acréscimos romanos. Provavelmente chegou a Roma através de um botim de guerra, por volta do século II a.C.
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
55. “Vênus Capitolina”. Sozinha no centro da sala a Vênus sai do banho. Lembra que os gregos e romanos fizeram poucos nús femininos, pelo que esta escultura já é importante apenas pelo tema. Mas fora isso é uma cópia romana de uma escultura grega “Afrodite Cnidia”, realizada por um dos mais importantes escultores da Grécia Antiga – Praxiteles.
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos

Curiosidade: esta escultura foi tão famosa na Antiguidade, que foram realizadas diferentes versões.

Venus e suas variações
6.”Galata moribundo”, uma das obras mais famosas dos Museus Capitolinos. Mostra um guerreiro galo (celta) vencido. E sabe quem ordenou realizá-la? O vencedor da batalha, o Rei Atalo I (rei de Pérgamo). Para mostrar a honra e valentia dos vencidos. É uma cópia romana em mármore de um original grego do século III a.C., que possivelmente era de bronze. Impressionante o realismo desta obra.
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
Vemos um vítima de uma guerra que aconteceu no século III a.C., na qual lutavam os atálidas de Pérgamo contra os galatas. Que eram as tribos célticas que viviam na atual Turquia. Apesar de estar às portas da morte, o gálata é retratado como um herói.

Curiosidade: Era uma das esculturas obrigatórias para aqueles viajantes do século 17 e 18 que empreendiam o “Grand Tour”. Uma viagem cultural que realizavam os aristocratas britânicos como parte de sua educação.

7. “Marforio”, do século I/II d.C. Foi encontrado no Foro de Augusto. Era uma das 6 esculturas falantes da Roma Antiga. Eram chamadas assim porque nelas se depositavam panfletos que criticavam as autoridades romanas.
Museus Capitolinos - Roma

Zhang Huan, o artista chinês nascido em 1965, realizou uma performance junto ao “Marforio” em 2005.

zhan huang
8. “A Adivinha”(1593/1595), de Caravaggio. Ao artista lhe fascinava a vida como ela era, sem subterfúgios. Por isso, também foi um mestre das cenas do cotidiano, como esta mulher que tira a sorte do cavalheiro.
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
9. “São João Batista”(1602), de Caravaggio. Ele pintou entre 7 e 8 quadros com o santo. Um bem diferente do outro. Mas esta em especial que se encontra nos Museus Capitolinos tem uma “irmã” quase gêmea na Galeria Doria-Pamphilj (tente achar as diferenças abaixo!). Se a gente tira o cordeiro e as uvas que são símbolos cristãos, a gente nem diria que se trata do quadro de um santo, né?!
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
obras que você deve conhecer nos Museus Capitolinos
Museus Capitolinos - Roma
Museus Capitolinos - Roma

Para esta obra usou o mesmo modelo que para seu “Cupido” ou “Amor Vitorioso”. Não acredita? Então dá uma olhada …

Museus Capitolinos - Roma

Planeje sua viagem para ITÁLIA aqui

Veja todos nossos posts da ITÁLIA

Planejamento ViagemBusque e reserve seu hotel em: NÁPOLES | CAPRI | POSITANO | SALERNO | SORRENTO | AMALFI | ROMA | FLORENÇA | MILÃO | BÉRGAMOAssim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Prove abaixo …

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

3 Comentários

  1. Luciana Silva

    Graças a suas dicas comprei vários ingressos com antecedência. E sua explicação sobre o que ver nos Museus Capitolinos, já está anotada. Obrigadão.

    responder
  2. Bernardo Novo

    Olá Patricia, bom dia! Meu nome é Bernardo, sou estudante de história da arte na UFRJ e sou um grande fã do seu canal, movido pelo seu vídeo sobre a estátua esquestre de Marco Aurélio eu decidi fazer um trabalho que consiste numa análise iconografica e iconologica por trás da obra e gostaria muito de saber se você poderia me informar ( se não for incomodo, claro) as fontes do seu vídeo para eu referenciar no meu trabalho academico. Grande bjo, parábens pelo canal!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Olá Bernardo 🙂
      já escrevi vários livros de arte, principalmente material didático para a educação formal. Desta maneira, a maioria das coisas que coloco nestes vídeos do TOP100 são fruto da minha experiência na área. Quando uso algum material muito específico, coloco a referência na descrição do vídeo. Em algum caso, já usei alguma tese ou artigo científico. isso acontece mais com a arte moderna e contemporânea.

      Neste vídeo, tem muita informação que recompilei na minha visita aos Museus Capitolinos. Se quiser pode referenciar diretamente o vídeo.

      Teu comentário e outros que recebi me fizeram reflexionar e nos próximos vídeos vou tentar sempre colocar alguma outra informação de possíveis fontes diretas na descrição. Brigaduuuu por me ajudar a melhorar o canal.

      Um abraço

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes
  • Fim da San Silvestre! Foto tirada por um amigo querido, Federico. Agora partindo para a casa da minha sogra e vc onde vai passar essa noite?

#sansilvestrelaspalmas #anonovo2020 #laspalmasdegrancanaria #running
  • Recomendo essa caminhada que começa no Castillo del Tostón e vai até a Playa del Esquinzo. Ida e volta são na verdade quase 14 km, mas é de nível 1. Fizemos uma parte caminhando pela praia 🏖 
#elcotillofuerteventura #fuerteventuraexperience #fuerteventurabeach #beachlife🌴

Follow Me!