Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 05 2006

Os grandes tesouros! (A Saga do Caminho 12)

Cada Comunidade Autônoma espanhola está composta por diversas províncias, e cada província tem sua capital. A capital da Província de Burgos é a cidade de Burgos, nosso destino na Etapa 12. O dia tinha tudo para ser bastante tranquilo, uma série de caminhos planos nos esperavam. Ao sair de Agés nos encontramos com nosso amigo Joseph. Um holandês que saiu caminhando de Amsterdã. Para ele o caminho era um momento sabático de sua vida, um momento de reflexão. Tinha deixado sua família, sua empresa, para pensar, caminhar e escrever um livro sobre sua experiência. Uma pessoa que me tranquilizava muito, sei lá … um destes seres iluminados. Mas infelizmente, o caminho em verdade é múltiplo, e neste dia Josep tomou o seu caminho e nunca mais o vimos.
Caminho de Santiago

Esta etapa não era a mais linda, mas era necessária para alcançar outras que eram de cair o queixo! Muitos caminhantes ao se aproximar de Burgos pegam um ônibus até a cidade. Mas nós em nossos votos de autenticidade havíamos proibido esta prática “ilegal”, estávamos ali para caminhar e não para chegar antes ou depois em algum lugar. Até se entende o uso de um veículo de transporte, porque a entrada de Burgos é muito, mais muito feia. E você tem a sensação que nunca vai chegar. Em uma parte da entrada eu me sentia nestes filmes americanos aonde o herói se atreve a entrar em um bairro marginal, tudo quebrado, pichado … Mas mulherada! não é para ter medo de nada, era uma sensação meio estranha, mas podem caminhar sozinhas que não lhes vai passar nada!!!

Na entrada sem fim começaram as minhas chagas. Parei, tirei o tênis e surpresa: novas bolhas. Quando olhei as bolhas e elas me olharam foi como perder as últimas forças, sei lá, mas desabei. O mundo perdeu a cor, sentia tanta dor …
Caminho de Santiago - Burgos

Senti uma certa dose de ânimo quando alcançamos a Catedral de Burgos, Patrimônio Mundial da Humanidade. O exterior é monumental, uma jóia do gótico. Somente a visita a este espetáculo arquitetônico já vale a parada em Burgos. A grandiosidade somada à profusão de relevos e esculturas é de embasbacar, e faz qualquer um esquecer suas dores.
Caminho de Santiago - Burgos
Caminho de Santiago - Burgos

Existe um albergue no centro da cidade, mas é claro que quando chegamos já não havia lugar e tivemos que ir ao albergue municipal que está relativamente longe do centro histórico.
Ademais, este albergue é bastante decepcionante. Estamos em uma capital de província, com um Patrimônio Mundial da Humanidade e o albergue é de dar dó. As beliches estão super próximas uma das outras, quase não há espaço para transitar. Os banhos estão clamando por reformas, e o banheiro dos homens não tinha água quente.

Mas é de se agradecer a rede de albergues, porque sem esta rede o caminho não seria o mesmo, e também muitas pessoas não poderiam realizá-lo. Apenas coloco esta nota reflexiva porque o turismo bate mais forte nas minhas veias (hehehehehe!) …

Tomei uma decisão neste dia, aliás a mais sábia de todas (não porque era minha … hehehehehe). Tipo Scarlet O´Hara em “E o vento levou …”: “Nunca mais vou usar este tênis, nem que tenha andar descalça, gastar todo meu dinheiro em outro par de tênis …” Já não podia nem olhar para os meus tênis!
Caminho de Santiago - Burgos

Antes da compra, visitamos a Catedral de Burgos. Quando você entra na Catedral não sabe para onde olhar. O mais alucinante são as capelas. Você entra em uma capela e pensa: “¡Dios, esta capela é a mais linda que já vi em toda a minha vida!”, mas entra na próxima e para sua surpresa é ainda mais FANTÁSTICA. Não se pode passar por Burgos e não entrar nesta maravilha da humanidade, seria uma heresia, um ato de louco. Nós alugamos um guia sonoro, e foi o melhor, porque os dados eram bastante interessantes sem que fossem chatos e super longos. Infelizmente não podíamos ficar todo o tempo que gostaríamos, tínhamos uma missão pela frente …

Comprei uma sandália esportiva. E outra vez o ditado popular acertou – cuspi prá cima e caiu em mim! Hehehehe Toda vez que ia na praia e via os gringos com estas sandálias e de meia, pensava: “Esta gente é brega, isto é um horror!” É o que passou, agora a brega era eu, mas entendi porque eles usavam estas sandálias, são super confortáveis. Foi só colocá-las e já me sentia outra pessoa. Comprei e já sai da loja com as sandálias nos pés, que momentaço! Estas sandálias foram minhas companheiras até Santiago, e passei por caminhos bastante complicados com elas, e não me defraudaram. Foram como aquelas amizades que começam sem muita pretensão, e que depois se convertem em nosso grande tesouro!

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Viaje com a gente no Google+ – google.com/+TuromaquiaViagens
Inscreva-se no nosso canal no YouTube, e seja o primeiro a ver nossos videos Turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Posts relacionados:
Tudo que é bom … (de Saint-Jean-Pied-De-Port a Roncesvalles)
Dificuldades … (de Roncesvalles a Zubiri)
Eu x Eu (de Zubiri a Cizur Menor)
Perdão e Reflexão (de Cizur Menor a Puente de la Reina)
Eu necessito … (de Puente de la Reina a Estella)
Da fonte de vinho a pocilga (de Estella a Los Arcos)
A chegada a La Rioja (de Los Arcos a Logroño)
Um lugar abençoado por Deus … (de Logroño a Ventosa)
O importante não é chegar … é ir! (de Ventosa a Santo Domingo de la Calzada)
O primeiro grande desafio (de Santo Domingo de la Calzada a Montes de Oca)
Divagações em Atapuerca (de Montes de Oca a Agés)

Imagens: turomaquia_2006

3 Comentários

  1. Kharina

    Juro que ja ia reclamar que vc tava demorando demais pra escrever!!!hahahaEsse teu blog parece um daqueles livros que prende a gente, que a gente nao consegue parar de ler!!!Conta mais!!!Ah, semana que vem to voltando pra terrinha!!!beijos

    responder
  2. Turomaquia

    Kharina me conta como está a volta, e perdão pela demora, é que tive problemas tesianos! jejejejeMuitos beijos

    responder
  3. ruth cuadrado

    Obrigada por postar estas palavras tao maravilhosas.
    Que reflexão que grandeza,sou casada com um espanhol,já a fui a Espanha varias vezes e nunca a enxerguei assim.Vou segui los.
    Pois são muito preciosos seus momentos e enriquecimento tbem.
    Ruth Cuadrado.

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!