Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 04 2010

Entre Chira e Sorueda, um passeio de 11 horas por Gran Canaria

Mapa Gran Canaria

Na quinta-feira santa era feriado por aqui, para rever os amigos embarcamos em um passeio de ônibus pela ilha. A Juana organizou tudinho, e nós somente tivemos que nos apresentar na Fonte Luminosa às 10:00 da manhã. Milagrosamente, chegamos antes de qualquer outra viva alma. O Tom tem certos problemas com horários (risos). A praça da Fonte Luminosa é um tradicional ponto de encontro de saída de excursões pela ilha. Saímos às 10:20 da cidade, o tempo estava bem regular, mas nosso grupo de 21 integrantes era o suficientemente animado para nem sentir falta do sol na primeira parte do percurso.

Gran Canaria
Dentro do ônibus, curtindo a vista …
Gran Canaria

Começamos a subir. Eu tinha esquecido como enjoo subindo pela ilha, e ainda mais de ônibus. Na primeira parada, San Mateo, estava regular. Mas não deu para encarar o chocolate com churros com a galera. A segunda parada já foi em um céu azul e um sol delicioso. Estivemos como 25 minutos em Ayacata, um pequeno povoado de beira de estrada mas com uns bares bem estilosos. Nesta parada sucumbi a biodramina, que é como aqui se chama nosso dramin. Também a um pouco de seven-up para hidratar e subir o açúcar. Quando voltei ao ônibus estava meio croque, bem na verdade dormi profundamente até a primeira represa. Aliás o tema principal do passeio eram as represas. Aqui quase não chove e não existem rios, assim se cai qualquer pingo d´água é importante armazenar! Como este ano o inverno foi bem chuvoso as represas estão cheinhas e a ilha bem mais verde que o habitual!

Gran Canaria
Na segunda parada
Gran Canaria

A primeira represa foi Chira. Uma paisagem lindona. Uma represa enorme que suporta até 5.640.000 metros cúbicos d´água e está a 875 metros acima do nível do mar. Lá no fundo os pontos mais altos e emblemáticos da ilha, entre eles o Roque Nublo. Parada de mais ou menos 45 minutos. A crise se faz presente, muita gente acampando nas montanhas! Outra vez no ônibus, muitas curvas mais, mas já sem enjoo, oba! Chegamos ao Hotel Las Tirajanas, um hotel rural em um entorno de babar. Para todos os lados, lá estava a tal da natureza dando seus showzinhos. Neste local comemos em meio a este esplendor porque as janelas eram gigantescas e estavam por todos os lados. O menu do grupo tinha como entradas: queijo “tierno”, como um queijo fresco um pouco mais consistente e “papas arrugadas”, típico das Canárias. Bebida à vontade, apenas não incluia vinho. De prato principal, paella, e de sobremesa, profiteroles. As entradas estavam saborosas, a paella estava interessante, mas faltava “sustância”, o que tinha estava ótimo, mas tinha pouco (risos). O atendimento era 10, simpático e sem deixar faltar nada, e de quebra muitos sorrisos. Depois da comida, café no terraço.
Presa de Chira
Represa de Chira
Presa de Chira
Hotel Las Tijaranas
Hotel Las Tijaranas
Hotel Las Tijaranas
Hotel Las Tijaranas
Hotel Las Tijaranas

Pilhas recarregadas, mas corpo dormente, ai que vontade de siesta! Entramos outra vez no ônibus, desta vez para visitar o Mirador de la Sorueda, que escancara para o visitante uma paisagem repleta de palmeiras e montanhas e no meio de tudo uma represa que até parece um lago. Mil e uma fotos depois, visita à Fortaleza de Ansite. Último refúgio dos resistentes canários na Conquista da ilha pelos castelhanos. Local do pacto de rendição canária, e a incorporação da ilha à Coroa de Castilla.

La Sorueda
La Sorueda
La Sorueda
Fortaleza de Ansite

Já era tarde, hora de voltar pela fotogênica e cheia de precípicios estrada de “los cuchillos”. Em muitas ocasiões nosso pequeno ônibus para e deixa passar o carro que vem em direção oposta, a coisa é de arrepiar! Chegando ao nível do mar, pegamos a rodovia com 3 e trechos com 4 pistas para voltar ao ponto inicial, mas depois de 11 horas entre represas, risadas e curvas!

Veja todos nossos posts de Gran Canaria

Busque e reserve seu hotel em Gran Canaria, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste 2016, coloque o código: AFILI2016 . Para ver os descontos em outros meses, clique aqui.

Leia também:
Arquipélago Canário: pensa nele para tua próxima viagem
Parador de Tejeda: o primeiro parador ninguém esquece
Roque Nublo: um dos símbolos de Gran Canaria
San Mateo: Gran Canaria

fotos: turomaquia_2010
mapa_ Google Maps

4 Comentários

  1. Vini

    Que roteiro maravilhoso, engraçado que a primeira vista a paisagem lembra um pouco o peru aquela coisa meio árida, mas com verde ao mesmo tempo. Adorei as fotos, principalmente as da pousada com vista. Maravilhoso !Um abraço e felicidades !

    responder
  2. Malu

    Oie Patricia!Primeiramente Feliz Páscoa!!Então, qnd vi q vc escreveu sobre enjoos me deu saudades da volta que eu dei com o pessoal qnd estivemos por ai em 2007…pasei mtooo mal,mas valeu a pena, é td mto bonito!!Lembrei tbm dos chicletes q vc indicou, mas pra mim inelizmente não fez efeito…hahahaSaudades!!Bjos!!!

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Vini, eu não conheço o Peru, e estou tentando ver se vou prá lá no próximo ano, ou quem sabe ainda rola neste ano mesmo! Malu, Feliz Páscoa prá ti também, você entende bem o mal que eu passei, heheheBeijos aos dois

    responder
  4. Valéria

    Que saudades enorme da nossa linda ilha!! Adorei o post Pati!!

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!