Guias de Viagem e Arte

 
 
abr 24 2011

Roteiro Alagoas – Segunda Parte

logo-malu

No quarto dia da viagem, apesar de termos acordado bem cedo (5:30 da manhã) e percorrido 300 km, fizemos o melhor passeio, pelo menos foi o meu preferido de toda a viagem, fomos até Canindé de São Francisco – Sergipe, afinal queríamos muito conhecer os famosos Cânions do Rio São Francisco e eles são realmente lindos! Quando chegamos a escuna já estava lotada, então arranjamos mais um casal e alugamos uma lancha para 6 pessoas, o que foi uma tacada de mestre já que chegamos antes do barco lotado e conseguimos ter aquele lugar fantástico só para nós por aproximadamente 20 minutos…

Image00024
Image00021
Image00023
Image00022

Após o passeio de barco, resolvemos conhecer a Hidrelétrica de Xingó. Passamos pela barragem e pela sala das turbinas, como tínhamos tempo e estávamos por ali fomos conhecer outra cidadezinha histórica: Piranhas – Alagoas.

Image00026
Malu-Hidroelétrica
Image00030
Image00029
Image00031

No quinto dia da viagem resolvemos fazer um passeio mais light e curtindo as praias da região, então, contratamos o guia Camarão e visitamos as praias de Carro Quebrado, e paramos numa praia que eu não realmente não lembro o nome, se é que tinha nome, mas almoçamos no restaurante do Pituba, um lugar super simples, mas com uma lagosta maravilhosa! Passamos ainda pela praia de Tabuba, Sonho Verde, Paripueira, Ipioca e da Sereia.

Image00032
Image00033
Image00034

Em nosso ultimo dia de passeios resolvemos por fim ir conhecer as famosas piscinas naturais de Maragogi. Entretanto, como pegamos um barco que saiu um pouco tarde, quando chegamos as mesmas já estavam enchendo, assim fica difícil dizer se gostei ou não … Enfim, novamente voltamos de lá passando por mais algumas praias como a do Marceneiro onde aproveitamos para tomar nosso ultimo banho de mar em Alagoas, pois no dia seguinte nosso vôo sairia de Maceió às 6 da manhã.

Image00035
Image00036
Image00037
Image00038

Para ver a primeira parte do Roteiro Alagoas, clique aqui.

Veja todos nossos posts do BRASIL

Busque e reserve seu hotel em Maceió, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

texto e fotos: Malu Poli

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!