Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 06 2018

Roteiro Patagônia – Parte Argentina #1

Em dezembro de 2017 estive em El Calafate, El Chaltén e Torres del Paine. Foram 2 semanas de viagem incríveis que agora vou contar tudo tim tim por tim tim aqui no Turomaquia. Com vocês meu Roteiro Patagônia.

Roteiro Patagônia: Buenos Aires + Chegada El Calafate

Roteiro PatagôniaSai de Curitiba no dia 11/12 para Buenos Aires. Como meu voo para El Calafate partia na manhã (06:30) do dia 12/12, tive que dormir em Buenos Aires. Fiz todas as reservas de hotel pelo Booking.

Em Buenos Aires procurei um hotel que fosse perto do Aeroparque e escolhi o Hotel Omega. O hotel é bem simples mesmo, achei a cama bem molenga e como é comum na Argentina, o banheiro não tinha box. Então tinha que passar um rodo depois de cada ducha 🙁 Custou 28 dólares quarto duplo privativo. Tem café da manhã, mas começava às 7:00 e eu tinha que estar no aeroporto às 5:00, portanto, não sei dizer se é bom.

Chegando em El Calafate fui direto pegar meu transfer com a Ves Patagonia. Já havia pagado a metade do serviço (transfer ida e volta, navegação e minitrekking) pela internet, então tinha que pagar o restante.

A van me deixou no Glaciar Perito Moreno Hostel, que eu já tinha reservado antecipadamente. Paguei 147 dólares para 3 diárias em quarto privativo duplo com banheiro privativo. Esse hostel fica um pouco longe do centro (15 minutos de caminhada), mas é muito legal. É super limpo e tem uma cozinha bem equipada, oferece café da manhã simples, mas gostoso (pão, bolo, café e chá). Em alguns horários é um pouco barulhento, mas nada que chegue a atrapalhar o sono.

Resolvi procurar um lugar pra comer e fui ao La Lechuzita, pois tinha hamburguer com fritas e bebida por 220 pesos (44 reais). Gostei bastante, portanto fica a dica pra comer na avenida principal, bem no centro da cidade.
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Roteiro Patagônia - Malu Torres

Roteiro Patagônia: Trekking Perito Moreno

Dia 13/12, apesar de ter pedido pra fazer a navegação por primeiro, me colocaram no Minitrekking por causa do tempo que estava bom. O ônibus passou para me pegar às 8:00 no hostel, direção: Parque Nacional dos Glaciares. O parque fica a 80 km da cidade, num percurso de aproximadamente 1 hora e 30 minutos, com belos visuais do Lago Argentino e das montanhas.

Chegando no Parque é preciso pagar 500 pesos, que não estão incluídos em nenhum dos passeios. Este valor deve ser pago em DINHEIRO. Também é necessário levar lanche, pois o tour dura o dia inteiro. Quando chegamos na portaria do parque, o guarda entra no ônibus e pergunta de que país a pessoa é e recolhe o dinheiro, poucos minutos depois volta com o ingresso com o nome do seu país impresso, achei sensacional!
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Chegando lá, o ônibus para no estacionamento na parte de cima das passarelas e ai que você se depara com o famoso Perito Moreno \o/ Você terá 1 hora e 30 minutos para curti-lo livremente à distância, caminhando nas passarelas, antes de caminhar em cima dele.

E assim você vai descendo em direção ao estacionamento, na parte inferior das passarelas, vendo algumas parte do Perito Moreno que caem e fazem um barulhão. Há vários mirantes e bancos, dá até pra parar comer admirando o glaciar.
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Roteiro Patagônia - Malu TorresChegando no estacionamento, tem um café, que foi o ponto de encontro do grupo para continuar com o tour. Entramos no ônibus e seguimos para o porto, de onde saiu nosso barco para o outro lado do lago onde começou o minitrekking.

O percurso de barco dura entre 15 e 20 minutos, chegando do outro lado tem uma pequena casa que eles chamam de “refúgio” onde há mesas e lugar para deixar as mochilas, ou seja, leva-se para o minitrekking aquilo que seja extremamente necessário como água e máquina fotográfica.

Partindo do “refúgio” caminha-se pelo bosque até uma margem onde o guia divide o grupo em inglês e espanhol e explica sobre a formação do glaciar. Depois disso, é hora de colocar os grampões e curtir o minitrekking.
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Roteiro Patagônia - Malu Torres

Roteiro Patagônia: Navegação entre glaciares

O dia 14  amanheceu chuvoso, mas era o dia da navegação. O ônibus passou no hostel um pouco mais cedo, às 7:00 da manhã, pois o embarque em Puerto Bandeira, que fica a 43 km da cidade, começa às 08:30 e o barco zarpa às 9:00. Chegando no porto, fila para pagar a entrada no parque de 500 pesos, em DINHEIRO.

O catamarã é grande, fechado e com vidros grandes, tem cafeteria e três andares que você pode subir pra tirar fotos. Esse passeio também dura o dia inteiro, então deve-se levar um lanche. Você não desce do barco.

Durante o passeio, é possível ver bem de pertinho vários icebergs, alguns glaciares menores e dois famosos: o Upsala, que é o maior de todos, mas não se pode chegar muito perto, e o Spegazzini que tem as paredes mais altas de gelo e que se chega bem pertinho.
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Roteiro Patagônia - Malu Torres
Roteiro Patagônia - Malu Torres

Roteiro Patagônia: onde comer

Procurando, achei um lugar bom e barato para comer: Doña Mecha. Servem alguns pratos como sanduíche de milanesa, pizza e empanadas. Neste dia comi o sanduiche de meio metro. Isso mesmo, 50 centímetros de sanduíche, que dá pra duas pessoas ou de 25 cm que dá para 1 pessoa. Na minha opinião dá até pra 2. Tudo isso por 170 pesos.

Curiosidade: nessa época do ano escurece às 22 horas!

Roteiro Patagônia - Malu Torres

Roteiro Patagônia: planeje sua viagem

Veja todos nossos posts da: ARGENTINA e CHILE

Planejamento ViagemBusque e reserve seu HOTEL em: BUENOS AIRES | EL CALAFATE | EL CHALTÉN | TORRES DEL PAINE. Apenas clique duas vezes sobre cada destino. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é daqueles itens mais que necessários em uma viagem. Qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!