Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 31 2010

Uma visita à CaixaForum – Madri

Pense em Madrid entre o final do século 19 e o comecinho do século 20. Uma estação elétrica se constrói para abastecer o sul da cidade.  O projeto foi assinado por Jesús Carrasco y Encina. Começo do século 21, o edifício da estação, antes essencial à cidade, está abandonado. A Fundação La Caixa compra o local para sua conversão em um centro de arte e cultura para a cidadania madrilenha. Melhor lugar: impossível. Inserido dentro da milha da cultura de Madrid, junto aos museus do  Prado, Thyssen e Reina Sofia.

A Fundação resolve junto com os arquitetos Herzog & Meuron não demolir o edifício que era um dos poucos com suas características que seguia em pé na cidade. O que se mantém é a “casca” do edifício, ou seja, suas fachadas. Só que dos 2.000 m2 iniciais, precisavam chegar aos 10.000! Constroem duas plantas para baixo e duas para cima.

O conceito do edifício é muito legal: perder a materialidade conforme vai se aproximando do “céu”, como? A estrutura dos tijolinhos vai dando espaço a uma estrutura de aço com efeitos de oxidado, de passagem do tempo, e neste aço vão aparecendo desenhos com vazios que deixam a quem está dentro ver o que está fora, as conhecidas – gelosias. Estes vazios dão a ilusão que o prédio vai se diluindo, perdendo peso. A noite, a luz atravessa estes vazios, e o edifício parece uma lanterna!

Caixa Forum Madrid
Edifício ao fundo e escultura de Barceló na praça em frente.


Caixa Forum Madrid
As gelosias no bar-restaurante do último andar. O aço vai diluindo em seu caminho ao céu …

A antiga estação elétrica havia sido “comida” pelas ruas e edifícios vizinhos, quase não aparecia. Para solucionar este problema, compraram o terreno em frente e criaram uma praça, e para integrá-la ao “novo” edifício, o que se fez? Retirada da parte térrea do antigo prédio. Aumenta a amplitude da praça, e o edifício parace flutuar …

Caixa Forum Madrid

Caixa Forum Madrid

Mas ainda havia um outro probleminha, a parede do edifício vizinho à praça, era anti-estética, feia mesmo, o que fazer? Construção de um enorme jardim vertical. O maior do sul da Europa, realizado pelo botânico francês, Patrick Blanc, com mais de 1500 plantas de 250 espécies!

Caixa Forum Madrid
No caso de algumas exposições, as obras saem do espaço do museu e invadem a praça em frente …

E para sustentar a estrutura? Já que se havia retirado praticamente quase todo um andar? Todo o edifício se sustenta em três pilares, sendo que um deles é a própria escada branca helicoidal que une todos os andares, e que não existia no antigo edifício.

Caixa Forum Madrid

Caixa Forum Madrid
No interior, contraste de materiais e móveis que estão pendurados, no ar. Como os da foto em madeira!

Caixa Forum Madrid
A janela do 1o. andar…

Caixa Forum Madrid
Sala utilizada para atividades no subsolo.

E sabe o melhor? Para entrar nas exposições promovidas por este centro cobra-se uma entrada de 4€. Ele abre todos os dias, das 10:00 às 22:00 horas, e se pode apreciar uma bela vista da cidade no seu bar-restaurante no último andar!

Caixa Forum Madrid

Caixa Forum Madrid

Também oferecem uma visita guiada sobre o edifício em si, onde contam isto e muito mais. Para participar chegue uns 15/20 minutos antes do início, e e deixe seu nome no balcão de informações do 1º. Andar. As visitas são em espanhol, e gratuitas. Acontecem segundas e sábados, às 13:00 horas e nas sextas às 19:00 horas. Duram 1 hora.

Para terminar, veja a interessante entrevista realizada com Jacques Herzog sobre o projeto da Caixa Forum Madrid.

Para saber mais sobre Herzog & De Meuron, clique aqui.

Veja todos nossos posts de Madri

Busque e reserve seu hotel em Madri, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Nem pense em viajar sem seguro, a gente facilita as coisas te oferecendo um desconto de 15% \o/ Clique aqui, e para ganhar o desconto neste mês de janeiro/2016, coloque o código: 15%2016. Para ver os descontos em outros meses, clique aqui.

Evite filas, compre antecipadamente suas entradas para os principais ATRATIVOS DE MADRI, e em português, clicando aqui.

Madri - Guia do Prado
O que fazer em Barcelona - Guia (ebook)

Fotos: turomaquia_2010 y Manolo Coello
Video: studio Banana. TV
Site Caixa Forum Madrid: http://obrasocial.lacaixa.es/nuestroscentros/caixaforummadrid/caixaforummadrid_es.html

8 Comentários

  1. Isabel O.

    Olá PatríciaUma boa sugestão para quando voltar a Madrid.Isabel

    responder
  2. Silvia Oliveira | Matraqueando

    Eu também… quando voltar a Madri saio do aeroporto direto pra CaixaForum!

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Isabel, e como vai a tua viagem? Ainda não consegui falar com aqueles meus amigos que te comentei!Silvinha, eles oferecem cada exposição! Já passaram por lá os etruscos, o arquiteteo renascentista Paladdio e agora está Miguel Barceló.Beijos

    responder
  4. Anonymous

    Adorei Caixa Forum Madrid. Gosto muito de Caixa Forum Barcelona, assim que quando vou para Madrid passarei pelo Caixa Forum.Carmen

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Carmen, e depois me conta o que você achou!Beijos

    responder
  6. Carmem

    Anotadísimo para rever, à luz das tuas informações.

    responder
  7. Gabriela

    Olá, gostaria de saber se o estacionamento do local é aberto ao público, alguém pode me informar?

    responder
    • Patricia de Camargo

      Gabriela, acho que a CaixaForum ñ tem estacionamento aberto ao público.

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!