Guias de Viagem e Arte

 
 
jul 14 2010

Brasília na Revista Mucho Viaje – Julho/2010

A repórter Arantxa Neyra intitula assim sua reportagem: Brasilia – Alunizando en Brasil, que se traduz como: Alunando em Brasil. Tenho que confessar que tive que olhar no dicionário para traduzir. Alunar em português é pousar na Lua. Com esta metáfora introduz o leitor à capital federal que cumpre 50 anos.

Brasilia - Revista Mucho Viaje

Uma cidade que segundo ela foge dos estereótipos que inundam a mente do viajante que aterriza em Brasil, como por exemplo, os biquinis de fio dental. Afirma que a cidade bem poderia servir a um episódio da série de televisão – Futurama, e que sua apreciaçao é mais comum do que se pensa já que o astronauta Yuri Gagarin já havia afirmado que “tinha a impressão de ter chegado a outro planeta” quando estave na capital.

Brasilia - Revista Mucho Viaje

Fala de seus criadores e da criatura, que não convida a caminhadas mas é a única cidade nascida no século 20 declarada Patrimônio Cultural da Humanidade.  Entre as sete páginas que compõem o texto e as fotos enumera 5 razões para visitar Brasília, entre as quais trascrevo as duas primeiras:

  1. É uma viagem especial. Já que o de ir à Lua continua sendo complicado, a sensação mais parecida à encontrar-se fora da Terra é a de aterrizar em Brasília.
  2. Para adiantar-se ao futuro. Aqui se movem todos os fios de um dos países com mais projeção do momento, da nação sobre a qual não se parará de falar nos próximos anos.
Quer somar suas razões? A caixa de comentários está aberta, até porque não posso opinar muito, porque não conheço a cidade. Uma vergonha, mas quem não tem uma lacuna em seu curriculum de viajante ou de brasileiro? (risos)

Posts relacionados:
O Nordeste Brasileiro na Revista Nacional Geographic – Julho/2010
De olho no Brasil – El País/2010

Fotos: turomaquia_2010 da Revista Mucho Viaje – Julio/2010

1 Comentário

  1. Viagem Afora

    Patricia,Outro motivo que ja vale a visita é entrar na Igreja Matriz, tive a impressão de estar chegando ao céu. Entrei por um corredor um pouco escuro e quando cheguei dentro dela vi toda a Igreja envidraçada com 2 ou 3 anjos enormes pindurados no teto, é uma visão inspiradora!!!Fui quando tinha uns 12 anos e nunca mais esqueci esta cena.bjsAntonio

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • O que é isso? Uma estação de trem basiquinha 😂😂 Qual foi a estação de trem mais bonita que você já conheceu?

#atocha #trem #madrilovers #tremEspanha
  • O entardecer da janela do nosso quarto de hotel. Como alguém abandona esse lugar? 
Mas amanhã não tem jeito, porque uma cidade monumental nos espera no sul 🙆🏼‍♀️ #madridview #madrilovers #hotelview #hotelesdeensueño #madri
  • Pelas ruas de Madri 💁🏽‍♀️ #street_photography #madrilovers #madrid🇪🇸 #espana🇪🇸
  • Desfrutando de uma visão 360 graus de Madri, onde? No nosso hotel. Para descobri-lo, clique no link da bio 💁🏽‍♀️ #viewmadrid #madrilovers #espanha🇪🇸 #hotelcomvistas
  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad

Follow Me!