Guias de Viagem e Arte

 
 
set 20 2007

Como chegar a Morro de São Paulo

Para ir a Morro de São Paulo você pode pegar o catamarã no Mercado Modelo em Salvador e chegar em 2 horas. Mas desta forma você vai deixar de curtir uma Bahia profunda e entender a dificuldade em levar até uma garrafinha d´água para a ilha, e além do que corre o sério risco de passar mal. Este catamarã parece que vai meio rápido e conversamos com pessoas que haviam utilizado esta forma de transporte que nos contaram que todo mundo vomitava no trajeto. Como nós estamos do lado daqueles que propõe um “slow turismo”, decidimos ir de uma outra forma.

Pegamos o ferry-boat para Itaparica (R$ 3,10), existem vários durente o dia. Fique na parte de cima do ferry e curta a Bahia de todos os Santos e a chegada à Itaparica. O percurso dura mais o menos 50 minutos. É muito engraçado quando o pessoal vai fazendo uma super fila para entrar no ferry, não se assuste, é que muita gente faz isto a diário e quer pegar um sítio legal para descansar. Enquanto espera o ferry, já pode comprar (na parte do embarque) os bilhetes de ônibus para Valença (R$ 11,60). Nós viajamos pela empresa “Cidade do Sol”, que recomendamos. Escolha o ônibus expresso que para somente em Nazaré das Farinhas e tem ar-condicionado.
Morro de São Paulo - Bahia
Morro de São Paulo - Bahia

No ônibus são duas horas passando por muito verde, cruzando uma ponte para voltar ao continente, um montão de coqueiros. Em Nazaré das Farinhas, entram vários vendedores ambulantes no ônibus que oferecem sorvete, biju, água – uma delícia (coisas que só acontecem na Bahia).

Em Valença se pode pegar um táxi da rodoviária ao porto (R$ 7,00) ou ir a pé. No que chamamos turismo justo, a comunidade local deve se beneficiar com esta atividade econômica, assim unindo o útil ao agradável pegamos o táxi.No porto de Valença (conhecida pelos camarões) você tem duas opções: o barco rápido (R$ 10,00) e o normal (R$ 4,00). Escolha o normal, para que descubra o que eu disse antes: o difícil que é transportar as coisas do dia-a-dia para Morro de São Paulo.
Morro de São Paulo - Bahia
Morro de São Paulo - Bahia Morro de São Paulo - Bahia

Uma viagem de duas horas, que é bonita e bem agradável. O barco é bem tranquilo e se cruzam mangues, pequenas ilhas. Há uma parada rápida em Gamboa.
Morro de São Paulo - Bahia
Morro de São Paulo - Bahia

fotos: turomaquia_2007

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pelas ruas de Madri 💁🏽‍♀️ #street_photography #madrilovers #madrid🇪🇸 #espana🇪🇸
  • Desfrutando de uma visão 360 graus de Madri, onde? No nosso hotel. Para descobri-lo, clique no link da bio 💁🏽‍♀️ #viewmadrid #madrilovers #espanha🇪🇸 #hotelcomvistas
  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia

Follow Me!