Guias de Viagem e Arte

 
 
out 16 2009

Costa Azul no Mochilão Europa

20 de maio A Jô vai para Veneza e eu para Nice. Estou sozinha, mas é por pouco tempo, estou indo para Madri, devo chegar lá na terça-feira.

Na Suiça, as pessoas amam os cachorros, andam com eles por tudo que é lugar, até nos restaurantes. Acho que aqui tem mais cachorro que criança.

Para chegar a “voie” tive que passar pela alfândega, mas eles só olharam o passaporte e nem quiseram abri-lo. Estou viajando com uma senhora francesa que mora em Gènève, tinha me esquecido como era cansativo parlar em outra língua. Serão algumas horas no trem!

A primeira cidade francesa que vi foi Bellegarde, onde entrou um rapaz canadense que fala espanhol e estuda direito em Montreal. Vi o Mediterrâneo, agora eu sei porque esta costa da França se chama de Cote Dázur, o mar é muito azul e em algumas partes é verde bem claro. É tão diferente da costa do Brasil, pelo menos do que eu conheço. As praias tem pouca faixa de areia e outras são de cascalhos, repletas de pedras marrons. Existem algumas pequenas construções encravadas nas praias.

Passei por Cannes, é muito bonita, com construções arrojadas, repleta de iates! O que entrou de “perua” no trem em Cannes. Então passamos por Antibes e finalmente: Nice!

Deixei minha mochila no locker, a mulher do escritório de tourisme me ofereceu um hotel pelo mesmo preço do albergue, mas achei melhor comprar um carnet (32,50FF) e pegar o ônibus 15 par la Scuderi, conheci uma australiana – Monique.

O albergue é bem distante do centro, desta forma fui conhecendo a cidade pelo caminho. Em certas zonas parece Miami, repleta de gente, carros, lojas, chafarizes, museus.

 


O albergue é muito bonito e por duas noites paguei 130 FF com café da manhã. O quarto é uma graça, com colchas estampadas. Amanhã vou para Mônaco e ainda terei que conhecer Nice. Fui dormir ao som de música francesa ao vivo …


Informação prática:

Relais International de la Jeunesse “Clairvallon”: este albergue é lindo, com vistas incríveis e uma piscina deliciosa.
Av. Scuderí, 26 – Nice
Telefone: +33 (0) 4 93812763

Para reservar, clique aqui. Para ver outros hotéis em Nice, clique aqui.

Tarifas:
Pensão completa: 33€ (tarifa família)
Meia pensão: 28€  (tarifa família)
Alojamento + café da manhã: 20,00€ (quarto coletivo)
Estes preços na França são imbatíveis, ainda mais se tratando do sul francês!

Destaque post:
Mochilão Europa
Nice
Cote D´Azur

fotos: archivo_turomaquia_1995

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!