Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 02 2010

FotoGaleria: Convento do Carmo

Olha que interessante o que a Isabel O. comentou no post anterior:

O largo em si acaba por ser mais conhecido dos portugueses que o edifício. Todos os anos, no feriado do 25 de Abril, passam as imagens da revolução (de 1974), algumas das quais tiveram lugar na praça. O Presidente da Republica e o 1º ministro depostos, refugiaram-se num quartel que aí existe até entregarem o poder, o que demorou algumas horas. Depois de uma passagem pela Madeira, acabaram por ir para o exílio no Rio de Janeiro (e cá está a nossa história de novo entrelaçada). O 1º ministro, Marcello Caetano, ainda deu aulas de Direito na Universidade Gama Filho.
Largo do carmo
Convento do Carmo
Convento do Carmo, Lisboa
Convento do Carmo
Convento do Carmo
Convento do Carmo
Convento do Carmo
Convento do Carmo
Convento do Carmo, Lisboa

Leia também:
Convento do Carmo – o teto estrelado de Lisboa

fotos: turomaquia_2009

7 Comentários

  1. Anonymous

    As fotografias estão lindas. Obrigada pelo destaque.Isabel

    responder
  2. Tiago

    Que beleza de cidade! Que delícia ficar no convento olhando pra cima e imaginando um motne de coisas!

    responder
  3. Carol Wieser

    Nossa Patricia,Que lugar lindo!Amei!

    responder
  4. Patricia de Camargo

    Isabel eu é que agradeço teu comentário! Isso só enriquece o Turomaquia.Tiago e Carol, este lugar era realmente lindo, aliás como Lisboa!Beijos

    responder
  5. Erika

    Oi, Patricia!
    Passando para agradecer pelas dicas. Graças ao Turo tive a oportunidade de visitar as ruínas do Convento do Carmo. Atravessar a porta e deparar com todos arcos… foi de tirar o fôlego. Fui em novembro, no finzinho da tarde, para tentar pegar a mudança da luz e cores. Valeu cada segundo! Um dos lugares mais lindos de Lisboa… Quando a porta de fecha atrás de nós, parece que nos isolamos do mundo: tudo quieto, silencioso, tranquilo. Amei!
    Muito obrigada pelas dicas! Provei as tostas, mas faltou a bitola. Fica para uma próxima oportunidade! Quero, com certeza, retornar e ficar dias descobrindo a cidade, seus moradores, e redondezas.
    Obrigada e beijo!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Erika, fiquei tão feliz com teu comentário. Brigaduuuu por compartilhar! ESpero te ver mais por aqui.
      beijos

      responder
      • Erika

        Pode deixar! Também estou seguindo pelo FB. Só lamento não ter conseguido acessar em Paris… Suas dicas são preciosas e super práticas.
        Obrigada, parabéns e beijo

        responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!