Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 03 2010

As pastelarias de Lisboa , uma viagem à parte

Uma viagem à parte em Lisboa são suas pastelarias. Uma espécie de lanchonete, e como tais vão desde as super estilosas as mais simples, mas nem por isso, menos deliciosas. Uma excelente opção tanto para almoçar como para tomar um café ou um lanchinho. Abrem pela manhã, algumas fecham às 21:00 e outras estão abertas até de madrugada!

E os preços? Para todos os bolsos. As mais famosas cobram pela fama (é claro, Watson!), mas nem por isso são luxos impossíveis de degustar mesmo em uma viagem econômica. Agora não deixe de sentar-se ao menos em uma, não experimentar este momento, sei lá é como ir ao Brasil e não provar uma caipirinha num bar de música ao vivo!

Nós desfrutamos de algumas e em diferentes horas do dia. Duas delas já comentamos por aqui. A ultra famosa Pastelaria de Belém e a Ponto Azul, onde almoçamos os bitoques.

No dia da nossa chegada entramos na Pastelaria Suiça na Praça dos Restauradores. Por dentro é um pouco antiquada. O serviço, apesar de correto, não chega a ser amável. Entramos passadas as 20:15, e como eles fechavam às 21:00 horas, tivemos a oportunidade nada glamorousa de ver a senhora da limpeza já em plena ação. Achei um pouco desagradável. Eu pedi um prato que era gostosinho, e o Tom pediu algo que resultou ser um ovo estralado com batatas-fritas. Para o que comemos, a conta foi um pouco salgadinha, 19 euros.

Pastelaria Lisboa
Pastelaria Lisboa

Em duas ocasiões fomos na Nicola. Ambiente nota dez, mas fique atento com a conta. Nas duas vezes na nossa conta havia algo que não tínhamos consumido, e presenciei a mesma situação em uma das vezes com uma mesa ao lado. O que mais gostei foi a sopa do dia. No inverno todas as pastelarias servem uma sopa. Uma ótima pedida! Na nossa primeira visita pedimos um café e um mousse, a conta foi 4,00€. Na segunda tomamos a sopa, suco de laranja e café, saiu por 17,20€.

onde comer em Lisboa

A nossa favorita na zona mais central foi a S. Nicolau, bem na Augusta. Na verdade se chama Cafetaria S. Nicolau, mas segue o mesmo esquema das pastelarias. Tudo é muito gostoso, agora a nota 100 vai para o hamburguer que eles mesmos preparam, sem contar os sucos naturais. Está no burburinho da cidade, mas o preço é de periferia. Gastamos 10€ para dois super sanduiches, dois sucos naturais e um café, já contando a gorjeta.

cafetaria s. nicolau

cafes portugueses
Um pedaço do cardápio da Cafetaria S. Nicolau. No mundo das pastelarias, o mundo dos cafés e dos cafés com leites!

Estas são algumas, mas bem poucas, porque a cada passo te encontra uma pastelaria. Pequena e aconchegante, enorme e delumbrante, não importa. Entre em alguma sem nenhuma indicação, e passe a chamá-la “de sua”!

Conta prá nós, qual é a tua pastelaria do coração em Lisboa? Indica alguma comidinha em especial?

Leia também:
Dez razões para visitar Lisboa e arredores – Lista 10+
Mosteiro dos Jerônimos – Patrimônio Mundial da Humanidade
Lisboa com muita arte: Museu Gulbenkian
Comendo ao mais puro estilo português: bitoque em uma pastelaria
Dicas para visitar o Bairro de Belém – Lisboa
Pastéis de Belém – indescritivelmente bons!

fotos: turomaquia_2009

4 Comentários

  1. Deise

    Café Gelo – descendo a Av. Liberdade, entre a Restauradores e o Rossio, bem na esquina, – o Oscar vai para o pastel de bacalhau, que na verdade e um bolinho, crocante e levemente apimentado e, tb para o atendimento.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Deise, que legal teu feedback ao vivo e a cores!
      beijos

      responder
  2. Deise

    Pois e Patricia, notícias em tempo real.rsrsrs Na Terça fomos ao Museu Gulbekian e na saída fomos ate a Pastelaria Ponto Azul, mas estava fechada por ser feriado aqui. Vamos ter que voltar a Lisboa.rsrsrs

    responder
    • Patricia de Camargo

      Deise, hehehe, ótimo, terão MESMO que voltar. E tua mãe está desfrutando???
      beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!