Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 28 2017

Roteiro pelo Sacromonte e Albaicín | Roteiro Granada #1

Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín | Um pouco de história

O Sacromonte e o Albaicín são dois dos bairros mais emblemáticos de Granada. Passar pela cidade sem percorrer suas labirínticas ruas é perder-se grande parte do encanto granadino.
Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín

As cavernas do Sacromonte se escavaram no século 16 depois da reconquista espanhola. Para ser a residência daqueles que foram expulsados de seus lares pelos conquistadores, os mulçumanos e os judeus. Eles se uniram aos “gitanos” chegados de África, absorveram muitos de seus costumes e conformaram um dos bairros mais encantadores e cheios de contrastes da Andaluzia.

Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín | A caminhada

Comece a caminhada pela Carrera del Darro. Onde verá edifícios importantes como:
– Casa de Castril: um dos mais belos palácios granadinos do Renascimento, atualmente é sede do Museu Arqueológico.
– El bañuelo ou baños de Nogal, praticamente ao lado da Casa de Castril. Banhos islâmicos conservados do século 11. Uma das obras mais antigas conservada da Granada Muçulmana. Fica na Carrera del Darro, 31. A entrada é gratuita.
Mapa de Granada na Espanha
Continue pela carrera del Daro até o Paseo de los Tristes, que era o caminho utilizado para subir ao Cemitério. Deste paseo nasce a Cuesta del Chapiz que te levará ao Sacromonte. Do lado direito verá o Palácio de los Córdova, edifício do século 16, que atualmente alberga o Arquivo Municipal.

O Caminho do Sacromonte permite descobrir umas das edificações mais típicas de Granada, as “cuevas” (cavernas). Hoje, muitas funcionam como “tablaos flamencos”, restaurantes, discotecas e pequenos hotéis.

Continue pela Cuesta del Chapiz e entrará no perímetro da Igreja del Salvador. Construída sobre a Mezquita Mayor del Albaicín. Descendo pela Plaza Aliatar e Calle de los Panaderos chega-se à principal praça do Albaicín – Plaza Larga. Onde verá os restos da antiga muralha. Estes são os restos mais antigos de toda a cidade e pertenciam a Alcazaba Qadima.

Na Plaza Larga encontra-se “La Porrona”, uma taberna gitana que ficou mais famosa quando sua dona, La Porri, foi uma das responsáveis pelo show de flamenco montado especialmente para Michele Obama.

Pegue a calle Larga de San Cristóbal, até o mirante de mesmo nome, que oferece uma vista panorâmica da cidade. Desde San Cristóbal acede-se à Cuesta de la Alhacaba, que caminha junto à antiga muralha nazarí. Depois desça o Carril de La Lona, para ter umas vistas da parte leste de Granada, especialmente desde seu mirante.

Agora caminhe em direção à Plaza de San Miguel Bajo, com seus muitos restaurantes. Pegue a Calle Santa Isabel La Real e encontrará o Mirador de San Nicolás. Com as melhores vistas da Alhambra. Já que desde aqui se tem uma imagem global do conjunto monumental. Junto ao mirante estão dois restaurantes, pode almoçar em um deles e jantar no outro. Assim terá as vistas diurnas e noturnas da Alhambra e da Serra Nevada. Não são restaurantes baratos.

Restaurantes com vistas para a Serra Nevada + Alhambra

Carmen Mirador de Aixa
958 22 36 16 – Carril de San Agustín 2
Um negócio familiar, desde o qual se tem belas vistas do Alhambra. Melhor reservar e pedir uma mesa com vistas.
Horários: das 13:30 às 15:30 e das 20:30 às 23:00 horas
Site: http://www.miradordeaixa.com/

Restaurante Mirador de Morayma
958 22 82 90 – Calle del Pianista García Carrillo 2
Um antigo “carmen” – casa típica – que serve comida granadina com toques árabes. A lenda diz que a Princesa Morayma residiu por aqui, durante a prisão de seu esposo Boabdil, último Rei de Granada, e daí o nome do restaurante. Oferece dois menus degustação para 2 pessoas (60 e 90€ + IVA). É melhor reservar: info@miradordemorayma.com
Horários: das 13:30 às 15.30 e das 20:30 às 23:30 horas
Site: http://miradordemorayma.com/

Advertência: não andar com a máquina fotográfica no pescoço nesta zona, bem como cuidar dos objetos pessoais. Apenas por precaução!

Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín
Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín
Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín
Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín

Roteiro pelos bairros dos Sacromonte e Albaicín | Lista de teterías

Na descida, o que você acha de passar por algo bem característico de Granada? Uma tetería, que nada mais é do uma casa de chá. A tetería Abaco Té, tem vistas para Alhambra. Na Calle de la Calderería Nueva, há várias, tanto que é conhecida como a rua das teterías.

1. Tetería La Oriental: produtos de qualidade e decoração esmerada. Tem 2 andares, o térreo tem uma decoração inspirada nos desertos e oasis, enquanto que a parte de cima é um salão árabe antigo tradicional. Cuesta Marañas, 3 (esq. Calderería Nueva).

2. Tetería Abaco Té: localizada no Albaicín Baixo. Uma casa com dois andares, e no terraço se tem vistas do Alhambra. Especialistas em crepes, saladas, fondues, tortas e doces. Calle Alamo del Marqués, 5.

3. Tetería Kasbah: oferece os aromas Al-Andalus, orientais, afrodisíacos, vitaminas e sucos naturais. Sem falar nos doces árabes, crepes, tortas, vinhos e licores de Andaluzia. Aberta desde às 12:00 horas. C/ Calderería Nueva, 4.

4. Tetería Nazarí: oferece chás de Marrocos, do Sahara, da Líbia, Turquia, Rússia, Egito, Iraque. Aberta das 14.00 horas à meia-noite. Calle Caldelería Nueva, 14.

5. Tetería Alfaguara: está no centro de Granada, também no Albaicín Baixo, na Rua das Teterías. Fundada em 1987, oferece uma ampla variedade de chás, crepes e pratos árabes. Calderería Nueva, 7.

6. Tetería Hammam: grande variedade de chás, servidos em elegantes e bonitas louças. Calle Santa Ana, 16.
Mapa com casas de chá em Granada

Veja todos nossos posts da Andaluzia

Busque e reserve seu hotel em:
Córdoba | Granada | Sevilha | Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

O atrativo estrela de Granada sem filas

Para visitar La Alhambra com guia e sem filas, clique aqui.

Fotos: turomaquia e https://www.flickr.com/photos/alper/ + https://www.flickr.com/photos/carloswes/ + https://www.flickr.com/photos/alcaide/ + https://www.flickr.com/photos/57666876@N08/

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Publiquei a última parte do guia de leitura desse mês. Lembre que nosso bate-papo sobre ele vai rolar no dia 27 de fevereiro às 19:30 horas no YouTube - Patricia de Camargo. Ah, é o guia vc encontra no www.turomaquia.com 🤓

#lendoarte #seurat #nationalgalleryoflondon #pontilhismo #historiadaarte #artemoderna #issoearte
  • Sentados no chão do café da Galeria degli Uffizi tomando um aperol spritz após a visita. E você acha que a gente tá com cara de infeliz?! 😂😂 Esse é um baita museu, mas que tem um café minúsculo, então não tivemos muita alternativa e estávamos mortos depois de 6 horas entre obras 🤷🏽‍♀️ Qual foi o café ou restaurante que você mais curtiu dentro de um museu?

#galeriadegliuffizi #firenzelovers #artmuseum #museu #italyart
  • Mostro pouco minha cidade por aqui. Mas uma das minhas resoluções de ano novo é resolver essa pendência 🥳 
#laspalmasdegrancanaria #vegueta #grancanarialovers🖤 #canaryislands
  • Dica Londres: vai para a cidade até 15 de março? Visite a exposição temporária de Dora Maar no Tate Modern. ⁣
⁣
Está simplesmente maravilhosa. Perfeita para você entender como ela passou de atuar como fotógrafa para grandes revistas de moda a ser uma dos bastiões do surrealismo. É claro que falam da sua relação com o Picasso, mas fiquei sabendo lá que ela além de fotografar todo o processo de desenvolvimento do Guernica, também deu algumas pinceladas no quadro e que Picasso se inspirou em uma de suas obras para colocar aquela lâmpada olho no quadro que virou símbolo da luta contra a guerra.⁣
⁣
Para entrar na coleção do Tate você não paga nada, mas as exposições temporárias são pagas. Essa custa 13 libras e vale cada centavo! Evite os finais de semana quando os londrinos também vão em massa ao museu.⁣
⁣
#doramaar #tatemodern #londresmuseu #oqueveremlondres #exposiçoesquevalemapena #artemoderna #historiadaarte #surrealismo
  • Dica de Londres: Sky Garden - Vista bacanuda e gratuita. Numa cidade em que a maioria dos mirantes são caros, é quase uma dádiva ;) ⁣
⁣
O Sky Garden fica na City of London e para subir basta com reservar pelo site: https://skygarden.london/booking ⁣
⁣
Como tem uma varanda aberta, no inverno faz frio lá em cima, por isso vá preparada(o)!⁣
⁣
Hoje por exemplo, dia 03/02 já estão abertas as reservas até 1/03. Lá em cima dá para comer alguma coisa, beber um drink. Abre de segunda a sexta das 10:00 às 18:00 horas. Nos finais de semana e feriados, das 11:00 às 21:00 horas.⁣
⁣
#skygardenlondon #mirantelondres #londresdesdecima #londonlovers #londonviews
  • Dica de Londres: na real essa dica quem me deu foi a clarissa do @dondeandoporlondres. Estava fazendo umas pesquisas em Londres e ela me disse que devia ir a Guildhall Art Gallery. Sai do Sky Garden e fui caminhando até o centro administrativo da City of London. O lugar em si já tem uma atmosfera difícil de explicar. Mas vamos lá, você vem andando entre arranha-céus, passa por edifícios neoclássicos da Justiça e de repente entra numa espécie de praça com um chão lindo e edifícios que te abraçam na sua escala. Ou seja, são grandes, mas depois de passar pela selva de pedra, parecem casas, se é que você me entende ;)⁣
⁣
Como todos os grandes museus londrinos, a entrada é gratuita. Exceto, quando abriga exposições temporárias. Primeira surpresa: os restos arqueológicos da cidade romana: Londinium, construída no século 1 d.C. e que chegou a ter entre 20.000 e 30.000 habitantes. No subsolo do Guidhall Art Gallery poderá ver alguns dos restos arqueológicos numa montagem prá lá de didática.⁣
⁣
As salas da galeria abrigam pintura vitoriana, ou seja, produzida entre 1837 e 1901, durante o reinado da Rainha Vitória. São vários estilos, pois essa denominação é temporal. As pinturas estão divididas por tema que te mostram como era a sociedade da época. ⁣
⁣
Assisti parte de um tour gratuito e se você tem um inglês intermediário, acho que valeria a pena dar uma olhada se no horário da sua visita não tem nenhum acontecendo. ⁣
⁣
Uma das peças-estrela do museu é "La Ghirlandata", pintura pré-rafaelita de Dante Gabriel Rossetti. Mas que infelizmente está sendo restaurada nesse momento. Mas mesmo assim, vale a pena a visita. Calcule entre 30 minutos e 1 hora para a visita. ⁣
⁣
#guidhallartgallery #londonmuseum #londonlovers #prerafaelita #pinturavitoriana #artlondon

Follow Me!