Guias de Viagem e Arte

 
 
out 03 2016

Rubens – muito mais do que o pintor das mulheres voluptuosas

O pintor flamenco mais famoso foi sem dúvida: Peter Paul Rubens. Em vida alcançou fama e fortuna. Chegou a ser tão influente, que trabalhou como diplomata para as cortes européias e realizou amplos trabalhos artísticos para vários reis.
Autorretrato Rubens
Produziu mais ou menos 3.000 obras, como? Para a época viveu bastante, até os 63 anos de idade (1577-1640), e seu ateliê era enorme. Nele trabalhavam pintores especializados, por exemplo, em pintar mãos, frutas, cavalos, ou até mais especializados, em pintar a crina do cavalo. Desta forma, conseguia produzir mais e mais rápido! O mestre começava e terminava as pinturas, o “recheio” era coisa de seus empregados–discípulos.

A maioria das pessoas identifica os quadros de Rubens por suas mulheres voluptuosas. Na época este “volume” era sinal de riqueza e status social. Não importa que para nossos padrões atuais estas mulheres estejam um pouco gordinhas, as mulheres de Rubens fazem o jogo do esconde-mostra e exalam sensualidade.
As Tres Graças

Entendendo o barroco

Outras duas características do pintor são: o uso da cor e do movimento. Ele usa cores vivas. As cores eram cálidas mas em tons mais apagados. Aqui o vermelho é vermelho-sangue! Influência dos pintores italianos, principalmente dos venezianos.
Rubens, Pedro Pablo, Lucha de San Jorge y el dragón, 1607
Hoje muita gente passa os olhos pelos quadros de Rubens e pensa: está visto, nada de mais. Porque claro existe o cinema, estamos acostumados com efeitos especiais. Agora tente imaginar no século 17 que uma pessoa visse uma obra como esta da mitologia grega de Hero e Leandro, o que pensaria? Imagine a capacidade inventiva de um artista para desenhar este tremendo movimento? Aqui se soma a dificuldade técnica de plasmar este movimento na tela, como se usa a perspectiva? Ou seja como se passa ao espectador a ilusão do volume, criando posições quase impossíveis de serem transpassadas à tela!???
Hero and Leander -rubens-dresden
Hero and Leander - detalhe - Rubens
Conhece a história deste quadro? Hero era uma sacerdotisa que vivia em Europa. Leandro seu amor vivia na Ásia. Separando suas cidades, havia um estreito, que todas as noites Leandro cruzava para ver sua amada. Numa noite de mar rebelde, ele se desequilibrou e caiu. Seu corpo sem vida foi arrastado até Hero. Triste, a sacersotisa se matou, atirando-se de uma torre. No canto direito da pintura se vê Hero desesperada, e ao centro, Leandro já desfalecido. As mulheres são como as ondas que levam Leandro até os braços de Hero.

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

Imagens:http://www.wga.hu/index1.html

4 Comentários

  1. Leidiane Marinho

    Adoro essa série Viajando na arte! Sempre aprendo muito com seus posts! Abs.

    responder
    • Patricia de Camargo

      Leidiane, brigaduuuuu 🙂

      responder
  2. ILMA MADUREIRA

    Mais uma vez aprendendo com voce e viajando nas Artes.
    Agora olharei as obras de Rubens com outros olhos.
    Grata por mais esta explicaçao mararavilhosa.
    Abraços

    responder
    • Patricia de Camargo

      Eu também te agradeço o carinho 🙂

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Já viu o novo vídeo da Provence no YouTube - Patricia de Camargo? Estou chocada porque perguntei nos Stories quem tinha assistido o filme do Russell Crowe, “Um Bom Ano” e me senti muito velha 😂😂😂 70% não tinha assistido. E por que perguntei? Porque no novo vídeo aparecem cenários deste filme 😉

#provence #gordes #lugaresdecine #francelovers #russellcrowe
  • Vem “sextar” comigo junto à um dos cenários do filme do Russell 😉 “Um Bom Ano”. Onde? 👉🏽 No YouTube - Patricia de Camargo 😎

#provence #gordes #umbomano #cidadedecinema #francelovers
  • Uma das vistas possíveis de um atrativo mais amado por fora que por dentro, o Padrão dos Descobrimentos em #Lisboa 👉🏽 A entrada custa 6€. 💁🏽‍♀️ Combina com visita ao Mosteiro dos Jerônimo + Torre de Belém + lanche nos Pastéis de Belém e dependendo do horário, caminhada até o #Maat para ver o pôr do sol.

#roteirolisboa #lisboalovers #bairrobelem #padraodosdescobrimentos
  • “Traduzir uma pintura em uma fotografia era um desafio que queria alcançar. Queria respeitar a imagem e a sensação que produzem os mestres, mas necessitava dar uma volta conceitual que pudesse criar uma nova capa visual na imagem original”. 👀 Para saber mais sobre o fotógrafo Freddy Fabris que saltou à fama internacional com uma série de fotografias que ele intitulou: “Renaissance” veja o último post do www.turomaquia.com

#artecontemporanea #artistacontemporaneo #fotografiaartistica #freddyfabrisphotography
  • Por sol neste momento desde o escritório Turomaquia 🙏🏽 #sunset #sunsetlover #laspalmasdegc #grancanarialovers
  • Caminhando sobre uma reserva gigantesca de ocre no novo vídeo da road trip pela #Provence (Clique na bio ou visite o YouTube - Patricia de Camargo). Esta viagem foi genial e é difícil falar gostei mais disso ou daquilo, mas confesso que este dia foi muito especial 😉

#roadtripprovence #roussillon #sentierdesocres

Follow Me!