Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 09 2007

Simplesmente humanos … (A Saga do Caminho 16)

Carrión de Los Condes – Sahagún: 41,88 Km

Mau-humor no ar, não do meu lindinho, e sim da que vos fala! Eu nem me lembro o que me deu, só sei que a saída foi “heavy”! E não era um bom dia para dar “tchutche”, porque de Carrión de Los Condes até Calzadilla de la Cueza eram 17 quilômetros no meio do nada! Mas porque simplificar quando se pode complicar, e foi assim! Eu com um bico nas alturas e caminhando em uma antiga via romana do ano 118 d.C.
Caminho de Santiago Francês

Originalmente esta estrada romana unia o norte da Gália (França) com a costa mediterrânea, e durante a Idade Média também se passou a chamar de Aquitânia, outra estrada romana – a 34, que unia Bordeaux (França) a Astorga (Espanha). Na real a que cruzamos é a 34! Também conhecida como Ab Asturica Burdigalam. E neste trecho ela foi conservada e desde a Idade Média é utilizada pelos peregrinos que vão a Santiago de Compostela.
Caminho de Santiago Francês

O que lhes vou a contar … não é nada fácil andar dezessete quilômetros sem ver um povoado, sob o sol, ainda mais com “mala leche” … O silêncio as vezes aflige … estamos em Castilla y León, a comunidade plana, em uma via histórica, isto tudo nos faz pensar. Uma dica: o melhor é cruzar os doze quilômetros da Via Aquitânia, mais o cinco quilômetros até Calzadilla pela manhã, primeiro porque estamos com todas as baterias carregadas, e segundo porque dizem que pela tarde os mosquitos podem molestar!

Calzadilla de la Cueza é uma cidade pequena, mas com albergue. Muitos peregrinos acabam o dia por aqui depois do sol na cabeça por tantos quilômetros, nós seguimos. O que fizemos foi comer um bocadillo e descansar 30 minutos.

Quando estávamos chegando em Terradillos de Templarios (eu já não estava de mau-humor!!!) aconteceu algo bem louco e em certa medida divertido. Tinhamos muita energia, íamos a um bom ritmo e na chegada do povoado passamos por três senhoras, nós não íamos parar neste povoado, mas passamos pelo albergue para carimbar nossa credencial e tomar algo gelado, fazia muito calor. As senhoras pensaram que nós estávamos correndo para conseguir vaga no albergue e quando chegaram no dito albergue nos empurraram para passar na frente. Eram SENHORAS, mas sabe o que acontece, a necessidade e o cansaço podem gerar atitudes tão mesquinhas como estas, por isso nada de se exaltar, este é um caminho feito por pessoas para outras pessoas que caminham para a tumba do santo, mas que não são santas. E pensando bem nem o santo era tão santo, pois quando voltou para ajudar aos castelhanos matou um montão de mouros, isso é coisa que se faça! Se até o santo tem este tipo de atitude, imagine o que nós meros seres mortais podemos fazer!!!!

Saindo de Terradillos se alcança depois de alguns quilômetros a fronteira de Palencia com outra provincia – León, e da fronteira logo se chega a Sahagún, a parada final.
Caminho de Santiago Francês

Chegamos tarde, mas conseguimos lugar em um albergue localizado dentro de uma antiga igreja do século XVI. Tivemos que dormir no chão e um em cada “quarto”, mas não importava muito, estávamos cansados e depois da comida dos justos, desmaiamos … e ficou a “anedota” do dia, a partir daquele momento, toda hora tocávamos no assunto das velhinhas do Antonio, porque ele ficou meio chateado com esta história, e elas acabaram virando suas velhinhas.

Se quer fazer o caminho, venha aberto, nada de idealizar o caminho ou os peregrinos, como se diz na rua: são gente como a gente, ou seja, capazes de atos de extrema bondade e de extrema estupidez!

Posts relacionados:
Tudo que é bom … (de Saint-Jean-Pied-De-Port a Roncesvalles)
Dificuldades … (de Roncesvalles a Zubiri)
Eu x Eu (de Zubiri a Cizur Menor)
Perdão e Reflexão (de Cizur Menor a Puente de la Reina)
Eu necessito … (de Puente de la Reina a Estella)
Da fonte de vinho a pocilga (de Estella a Los Arcos)
A chegada a La Rioja (de Los Arcos a Logroño)
Um lugar abençoado por Deus … (de Logroño a Ventosa)
O importante não é chegar … é ir! (de Ventosa a Santo Domingo de la Calzada)
O primeiro grande desafio (de Santo Domingo de la Calzada a Montes de Oca)
Divagações em Atapuerca (de Montes de Oca a Agés)
Os grandes tesouros (de Agés a Burgos)
Feliz na Aldeia Global! (de Burgos a Hontanas)
Gente de todas as cores e sabores … (de Hontanas a Boadilla del Camino)
Da obra gigantesca ao pequeno milagre da vida! (de Boadilla del Camino a Carrión de los Condes)

Imagens: turomaquia_2006

2 Comentários

  1. Silvia Oliveira

    Boa essa de NÃO idealizar as pessoas, o caminho. Porque a gente sempre acaba idealizando… acha que vai encontrar só convertidos, gente boazinha e tooodo tempo feliz e disposta. Só temos de saber diferenciar bem uma exaustão física da mais pura falta de educação. Ah, que bom… você voltou!

    responder
  2. Turomaquia

    É verdade Silvia, mas acho que o caminho também te ajuda a ver o óbvio, ninguém é perfeito! E não sei porque a gente insiste com esta maldita ilusão, que apenas cria feridas e faz sangrar o coração … Realmente não sei o que me passa, acho que é porque me voy a casar muy, muy pronto …Besos

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!