Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 25 2013

Times Square – para alcançar o nirvana e mandar o inferno prá outro lugar

Estou ali no “meio” do mundo, tem tanta gente ao meu redor, tantos estímulos visuais, publicidades diretas e nas entrelinhas. É tal o ritmo das coisas que me sinto dentro de uma tela de Mirò. Onde tudo é tão absurdo entre verdes, negros, azuis, vermelhos e amarelos, a ponto de acelerar minha respiração. E deste caos louco nasce um sentimento cru de humanidade onde menos se esperava. E de repente, tudo parece ter ainda mais sentido.
Times Square - New York

Pode parecer idiota que num lugar tão comercial como a Times Square alguém possa descrever uma experiência quase religiosa. Mas tudo é questão de parar e ir além desta maquiagem que se reflete em um zilhão de fotos da esquina mais famosa do planeta.

Feche os olhos e imagine que no século 18, este local era simplesmente um espécie de quinta com uma casa rodeada de campos de cultivos e cavalos, propriedade de John Scott. Depois se converteu em Praça LongAcre, até que em 1904 o jornal New York Times mudou para lá e a praça acabou por ganhar parte de seu nome: Times.
Times Square | New York Times Square - New York

Em 1928 já se produziam neste região 264 shows em seus 76 teatros. Mas com a fama vieram os crimes, as drogas e a prostituição. Até que o herói moderno, o Giuliani chegou e alterou este estado de coisas. Ele devolveu aos cidadãos e aos milhões (como eu!) que passam por aqui a cada ano, a praça e porque não dizer, a cidade.

Para desfrutar do lugar, o melhor é chegar devagarzinho. Sentar e deixar que todo aquele movimento te leve a um estado de nirvana. Ou como mínimo que te faça sentir num cenário de Blade Runner ou do teu filme favorito de ficção dos anos 1990.
Times Square - New York

Se preferir algo mais mundano, ganhe teus 15 segundos de fama a que Andy Wharhol dizia que todos tínhamos direito, como? Suba até o último andar da escadaria que dá para o telão gigante e reze ou faça algo louco para que você seja por alguns segundos a estrela da Times.
Times Square | New York
Times Square - New York

Mas nunca se sabe o que mais pode estar passando por esta praça-destino. Quando fui em maio, o artista francês JR estava desenvolvendo seu projeto Inside Out. Nativos e forrâneos tiravam uma foto numa espécie de cabine junto à praça. Estas fotos eram coladas no chão da Times numa intervenção que se fazia ou não notar, dependendo do espectador.
Times Square | New York Times Square | New York

É um daqueles lugares que se ama ou que se odeia. Mas acredite, na Times é possível se sentir como cantou Gil, num palco, sorrir feito louco e afugentar o inferno prá outro lugar numa espécie de liberação.
Times Square | New York

Planeje aqui sua viagem para NEW YORK

Planejamento ViagemVeja todos nossos posts de NEW YORK

Planejamento ViagemBusque e reserve seu hotel em New York, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que, qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Quer receber mais dicas de viagem ou ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

fotos: turomaquia_2013

1 Comentário

  1. Fernanda Scafi

    Times Square é muito muvucado mas eu adorei ficar nesse Crowne Plaza da última foto! Várias lojas por perto que eu conseguia visitar depois do jantar (fecham tarde), ai não perdia tempo durante o dia e essa andadinha ainda ajudava na digestão do jantar hehehe. Isso sem contar 3 estações de metrô super perto. Dependendo do destino do dia, a gente pegava uma estação diferente pra evitar o troca-troca de linha e praticamente todas as linhas passavam em alguma das 3 estações.

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!