Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 12 2019

20 obras que você não pode perder no MOMA – New York

MOMA – como tudo começou …

MOMAO MOMA abriu em 1939, graças ao empenho da alta aristocracia de Nova Iorque e a habilidade daquele que será seu diretor até 1943, Alfred H. Barr Jr..

Prá você ter uma ideia da importância do Museu de Arte Moderna de New York, ele foi quem marcou de certa forma o relato da arte moderna. Barr comprou obras de Giacometti e dos expressionistas abstratos quando ninguém dava um duro por eles. E marcou a forma de contar a história da arte moderna através da disposição de sua coleção.

O museu não começou no edifício atual. Nos seus começos ocupava 6 salas de galerias e escritórios no 12o. andar do Heckscher Building, na esquina da Quinta Avenida com a 57.

Depois passou por outros 3 endereços nos seguintes 10 anos até que Abby Aldrich Rockefeller, conseguiu convencer seu marido (um tal de John D. Rockefeller, Jr) a doar o terreno atual do museu.

 

Sabe qual foi a exposição de abertura do museu? As estrelas do pós-impressionismo: Cézanne, Gauguin, Seurat e Van Gogh. O mais legal é que o museu disponibiliza o download em pdf deste primeiro catálogo, é só clicar aqui.

 

MOMA – o edifício foi crescendo, crescendo …

MOMA
O edifício atual passou por diversas remodelações, a útima foi mais do que isso, uma verdadeira ampliação das mãos de Taniguchi. Foi o primeiro desenho realizado pelo arquiteto fora do Japão.

Ampliaram para dar mais espaço a uma coleção que já contava com mais ou menos 52.000 objetos, 6.000 desenhos, 50.000 gravuras e livros ilustrados, 25.000 fotografias, 3.200 quadros e obras de arquitetura e desenho e mais de 20.000 obras cinematográficas.

Para esta remodelação o museu fechou de 21 de maio de 2002 a 20 de novembro de 2004.

MOMA – o museu vai fechar em 2019

O museu voltará a fechar neste 15 de junho até 21 de outubro deste ano (2019) para remodelar e ampliar novamente.

O projeto custará por volta de 450 milhões de dólares e vai acrescentar 3.700 metros quadrados ao MOMA. Como? O MOMA comprou o Museu de American Folk Art, que era seu vizinho e se mudou para o Upper West Side.

Com isso mais obras sairão do depósito. Também pretendem que o museu exponha mais trabalhos de asiáticos, latinos e africanos. Também vão unir mais as linguagens que antes estavam separadas, por exemplo havia uma galeria de fotografias, que agora você poderá ver “conversando” com pinturas e/ou esculturas.

A ideia é abandonar o relato fixo e portanto, as obras poderão mudar de sala ou não estar expostas em alguns meses do ano. Eu não curto esta ideia, sei que o pessoal da museografia está adotando um discurso de trabalhar mais os temas e menos a história da arte.

O problema é que a maioria do público não entende patavinas de arte moderna e contemporânea. Portanto juntar alhos e bugalhos, não vai ajudar, mas bem atrapalhar as pessoas e impedir que elas realmente se divirtam no museu.
MOMA

20 obras que você não pode perder no MOMA

1. “O Banhista”, Cézanne (1885)

Este artista pouco amado pelo grande público foi um dos grandes responsáveis por realmente mudar a arte. Picasso afirmava que Cézanne era o mestre de todos! Para entender sua forma de pintar e sua revolução particular, assista este vídeo: https://youtu.be/djafP8WpUc8
MOMA
Extra: ele era o mestre da natureza-morta, achava um saco pintar as pessoas, porque elas se moviam muito. Dá uma olhada em “Still Life with Ginger Jar, Sugar Bowl, and Oranges” (1902-06).

2. “Ninféias”, de Monet (1914-1926)

Deixe-se abraçar por esta obra enorme e realizada nos últimos anos de vida do pai do modernismo.
MOMA
Para conhecer o impressionismo a fundo, veja os episódios da série: Viajando no Impressionismo.

3. “Noite Estrelada”, de Van Gogh (1889)

Pintada quando Van Gogh estava no hospício de St-Rémy-de-Provence. Se você ficar diante deste quadro por alguns minutos e esquecer a multidão, vai ver a pintura pulsar. Será como ver a dinâmica gestual do artista, acontecendo ali, na tua frente!
MOMA
MOMA

4. “Homem com violão”, de George Braque (1912)

O cubismo desenvolvido por Picasso e Braque vai repercutir em todas as vanguardas posteriores. Quer saber o que é o cubismo? Clique aqui.
MOMA

5. “Les demoiselles d´Avignon”, de Picasso (1907)

Um quadro tão rompedor, que o próprio artista teve medo de mostrá-lo ao mundo.
MOMA
MOMA
fiz um vídeo inteiro sobre esta obra: https://youtu.be/SfhyGYbVGvQ

6. “Street, Dresden”, de Ernst Kirchner (1908)

O expressionismo, onde a cor é mais importante que a linha. A emoção é mais importante que a forma. E aqui se sente a alienação provocada pelos grandes centros urbanos.
MOMA
Como começou o expressionismo – https://youtu.be/xPzkeMnCm0w

7. “A Dança”, de Matisse (1909)

Com Matisse e seus amigos fauvistas, a arte viu nascer o império da cor: https://youtu.be/mn5I2J-YxiQ Este quadro é enorme!
MOMA
Extra: Lição de piano (1916) na mesma sala.

8. “Três Músicos”, de Picasso (1921)

MOMA
O legal é ver que Picasso não se conformou em encontrar algo que dava certo é seguir por um memso caminho durante toda sua trajetória. Aqui, no centro vemos um Arlequim com um violão, que o artista costumava usar como seu

Extra: “Girl before a mirror” (1932)

9. “Branco sobre branco”, de Malevitch (1918)

O criador do suprematismo, uma pintura pura sem objetos que teve uma influência incrível no nosso dia a dia. Para saber mais: https://youtu.be/gh2n_qKXDyo
MOMA

10. “House the railroad” (Casa junto à ferrovia), de Hopper (1925)

O quadro do pintor da solidão que inspirou Hitchcock e sua casa de Psicose.
MOMA
Extra: “Gas” (1940), para viajar pela América.

Vídeo de Hopper: https://youtu.be/S8uz7lQH_5Q

11. “Object”, de Meret Oppenheim (1936)

Este é um dos mais importantes objetos surrealistas. O mais engraçado é que surge de uma conversa de Oppenheim com Picasso e Dora Maar em um café de Paris. Eles estavam olhando a pulseira adornada de pele de Oppenheim. Então PIcasso comentou que se podia recobrir qualquer coisa com pele, até aquela xícara e o prato.
MOMA

12. “Autorretrato”, de Frida Kahlo (1937)

Artista bom é aquele que cria uma marca, que você olha é sabe que a obra é dele, como no caso da mexicana Frida Kahlo.
MOMA

13. “Persistência da memória”, de Dalí (1931)

Já fiz um vídeo contando 20 fatos sobre esta obra surrealista.

14. “Broadway Boogie Woogie”, de Mondrian (1942-43)

O pintor que inventou uma nova de pintar chegou a New York fugindo da 2a. Guerra Mundial. Em sua primeira noite conheceu a música boogie-woogie e resolveu plasmá-la em sua obra.
MOMA
Saiba mais sobre Mondrian, neste vídeo: https://youtu.be/u0RE9R9q2mI

15. “Os amantes”, de Magritte (1928)

O surrealista belga que trabalhou com os elementos que orbitavam ao seu redor. Para saber mais: https://youtu.be/Lf_R3ppm2kU
MOMA

16. “Number 31”, de Pollock (1950)

O artista que criou a action painting, que colocou a tela no chão e o pintor sobre ela. Para saber mais sobre ele: https://youtu.be/VFlLNA642cU
MOMA

17. “Flag” (Bandeira), de Jasper Johns (1954)

O patriotismo mais pop, das mãos do pintor mais político da pop art.
MOMA

18. Roy Lichtenstein

Pode ser que não esteja esta obra do artista, mas sempre há algo exposto dele. O pintor dos quadrinhos, uma obra que parece simples, mas que nada, quer saber como ele as realizava? Então assista este vídeo: https://youtu.be/q8WD1NDAh0A
MOMA

19. “Latas de sopa Campbell”, de Andy Warhol (1962)

Obra paradigmática que também já ganhou vídeo exclusivo.

20. “Untitled Film Still”, de Cindy Sherman (1977-80)

Nem sempre estão todas as 69 fotografias que Cindy Sherman realizou de 1977 a 1980. Onde a artista se coloca na frente da câmera, mas não realizou atorretratos. Ela organizou uma serei de arquétipos femininos baseados no estilo das fotos publicitárias dos estúdios de cinema de Hollywood. Ela aparece em todas as fotos, mas em nenhuma foto se vê a Cindy.
MOMA

MOMA – pra levar em conta antes de visitar

Abre todos os dias das 10:30 às 17:30 horas.

A entrada custa U$ 25,00, se pensar em chegar por lá entre às 11:00 e às 12:30 horas, aconselho que compre a entrada no site oficial para evitar a primeira filinha do dia.

O museu fica na 11 West53 Street e combina à perfeição com um hamburger no Burger Joint. Ou ainda, com uma sobremesa divina que você descobre neste blog: https://turomaquia.com/blog-new-york-times-square-esculturas-hope-e-love-moma-e-sobremesa-divina/

Para fazer uma boquinha no museu vá no Café 2, atendimento rápido e preço ajustado a um museu. Para comer com vistas e mais tranquilamente, o Terrace 5 e se quiser realmente comer tão emocionado quanto estará nas galerias, vá ao The Modern (necessário reservar).
MOMA
Site oficial: www.moma.org

Quando o MOMA é gratuito?

A entrada ao MOMA é gratuita nas sextas-feiras das 16:00 às 20:00 horas. O melhor horário para chegar é depois das 18:00 horas, para pegar menos fila, mas também terá menos tempo para andar pelas galerias.

Importante: lembre que para reformar o MOMA estará fechada em 2019, do dia 15 de junho ao dia 21 de outubro.

Planeje sua viagem a NEW YORK

Veja todos nossos posts de NEW YORK

Planejamento ViagemBusque e reserve seu hotel em New York, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que, qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Para comprar as entradas dos principais atrativos da cidade, clique aqui, e evite filas de até 2 horas de pé \o/

Vlogs de New York

Estes foram os primeiros vlogs que fiz no canal, em breve mais e melhores com material das duas últimas viagens 😉

* na foto do começo do post se vê seu primeiro diretor junto ao Guernica. O quadro esteve por anos no MOMA porque Picasso disse que apenas poderia retornar à Espanha após o final da ditadura.

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao
  • Depois de ver a história escancarada diante dos seus olhos em Berlim. De sentir as feridas n’ alma causadas por um muro que separou famílias, amigos, amores. Talvez você necessite de um pouco de barroco e rococó para voltar a ver o lado rosa da vida. Pra isso passa lá no www.turomaquia.com e veja o guia completo para conhecer o palácio de verão de Frederico, o Grande. Um bate e volta perfeito desde BERLIM 🤩

#alemanha #berlinlovers #berlim #sanssouci #barroco #roteiroberlim
  • Não é necessário fé para se emocionar em locais de peregrinação como Fátima. Somente faz falta ter dentro do corpo algo que se acordou chamar empatia.

Vc já visitou algum grande centro de peregrinação? Qual?

Hoje no blog publiquei um guia completo de Fátima, um dos maiores centro de peregrinação mariana do mundo 🌎 
Para ler, guardar ou imprimir 😉 visite o www.turomaquia.com ou clique no link da bio 👀

#santuariodefatima #fatimaportugal #turismoreligioso #3pastorinhos #portugallovers #roteirosturo
  • O Belvedere é um dos atrativos incluídos no Vienna Pass e foi minha primeira visita no dia que utilizei o passe.

Na verdade só visitei um dos edifícios, o Upper Belvedere, para viajar no mundo de Klimt. 
Tinha lido que não se podiam tirar fotos, agora está permitido desde que seja sem flash 😍

#vienalovers #belvedere #viennapass #klimt

Follow Me!