Guias de Viagem e Arte

 
 
maio 30 2014

Bate e volta desde Córdoba – Medina Azahara, a capital luxuosa do Al-Andalus

Cordoba - España
O que é a Medina Azahara/Madinat al-Zahra?
Um dos maiores sítios arqueológicos da época medieval em Espanha e no mundo. Durante boa parte do século 10 foi a capital política e administrativa do Al-Andalus. Que era como os conquistadores islâmicos chamaram ao território da Península Ibérica conquistado no século 8.

A Madinat al-Zahra (seu nome em árabe) foi uma verdadeira cidade onde o califa vivia e administrava seu reino. Apenas por isso já seria um lugar fascinante, mas o tema não fica por aí. Neste lugar Abderramán III colocou todos seus esforços para que fosse um reflexo do nível cultural e tecnológico islâmico. Para alcançar tal feito trabalharam no lugar aproximadamente 10.000 pessoas. E foi necessário um esforço de 25 anos para terminá-la- Sua construção teria se iniciado em 936/940, mas depois da morte de idealizador, tudo começou a ir mal para seu filho que foi perdendo poder, e entre 1010 e 1013 a Medina já entra em decadência.

Como chegar?
Para quem estiver de carro, é muito simples é só pegar a estrada A-431, a entrada está no km 5,5. São apenas 8 quilômetros de carro.
Madinat al-Zahra - Cordoba
Nós não alugamos carro e fomos com o ônibus que realiza este traslado com uma frequência e horários que depende da época do ano.
De 01/04/2014 a 15/06/2014
De terça a sábado você tem 3 opções:
Pegar o ônibus às 10:15 em Córdoba, e depois retornar da Medina Azahara às 13:30 horas.
Pegar às 11:00 e retornar às 14:15 horas.
Pegar às 17:00 e retornar às 20:15 horas.

Nos domingos:
Pegar às 9:30 e retornar às 12:45 horas.
Pegar às 10:15 e retornar às 13:30 horas.
Pegar às 11:00 e retornar às 14:30 horas.

A partir de 16/06/2014, os horários mudam. De terça-feira a domingo, você pode:
Pegar às 10:15 e retornar às 13:30 horas.
Pegar às 11:00 e retornar às 14:15 horas.

Compre os tickets pelo site do Turismo de Córdoba ou nos Postos de Informação Turística espalhados pela cidade, um deles fica em frente do Alcázar. E lá vem a chatice, mesmo comprando por Internet, tem que imprimir o voucher e trocar pelos bilhetes nos mesmos postos. Por Internet dão um desconto de 5%, para reservar clique aqui ou aqui. Este posto de informação que fiz referência abre todos os dias das 09:00 às 14:00 e das 16:30 às 19:00 horas. Na dúvida, compre por lá mesmo. Se chegar de trem, na estação também tem um posto.

O bilhete de ida-e-volta custa 8,50€, e inclui além do traslado desde Córdoba, o ônibus (lanzadera) que te leva do museu ao sítio arqueológico. Se for de carro, terá que pagar este ônibus de enlace, o bilhete custa 2,10€ (ida e volta). Os carros particulares não podem realizar o trajeto museu – sítio arqueológico.

Para quem pega o ônibus em Córdoba, há 2 paradas. Nós pegamos na primeira, no Paseo de La Victoria, junto à Glorieta Hospital Cruz Roja. Bem próxima da Porta de Cairuán e quase na frente do Hotel AC Córdoba Palacio. A outra fica no mesmo Paseo, mas um pouco mais adiante, na frente do Mercado Victoria.
Medina Azahara - Cordoba

Como é a visita
Chegando de ônibus ou de carro, a primeira parada é o museu/centro de interpretação que oferece um estacionamento enorme. A entrada ao museu custa 1,50€ (gratuita para cidadãos da UE).
Córdoba
Medina Azahara - Cordoba
Antes de mais nada, assista ao video que conta a história de nascimento e derrocada da Medina; e depois passeie pelas instalações do museu, assim quando chegar ao sítio arqueológico tudo fará mais sentido. Veja os horários do ônibus lanzadera para não ficar no sol, e apenas se dirigir à parada uns 5 minutos antes da saída.
Captura de pantalla 2016-03-19 a las 14.26.34
A chegada ao sítio arqueológico te dará uma ideia do que foi aquele lugar, porque o ônibus te deixa na parte de cima, basicamente um mirante natural da cidade. Depois é só caminhar pelo complexo, mas não esqueça de pegar o folheto no museu, normalmente entregam junto com o bilhete do ônibus (lanzadera). Nele há um itinerário recomendado e este mapa do conjunto arqueológico Madinat al-Zahra (nome árabe). Se for no verão leve um boné, água e vá de roupa e calçado cômodo.
Madinat al-Zahra - Cordoba
Fiquei de queixo caído, e isso que não pude visitar a parte que dizem ser mais impressionante, o “Salón de Abd al-Rahman III” também conhecido como Salão Rico, que estava fechado para manutenção. Dizem que nele havia tanto ouro, prata e pedras preciosas que deslumbrava totalmente aos visitantes.
Medina Azahara - Cordoba
Captura de pantalla 2016-03-19 a las 14.26.53
No ônibus de retorno à Córdoba, só ficava pensando num dado, que apenas 11% de toda cidade foi excavada até agora; e desta pequena porcentagem o que visitamos é tão somente 5% \o/
Medina Azahara - Cordoba

Leia também, 10 coisas para fazer em Córdoba, ou porquê não tratar a cidade como um simples bate-e-volta

Veja todos nossos posts da ANDALUZIA

Busque e reserve outro hotel em Córdoba, clicando aqui. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países europeus. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Quer ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

fotos: turomaquia_2013
mapas: folheto e site oficial

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

2 Comentários

  1. Fernanda Scafi

    Show! Eu fiz um bate-volta pra Córdoba num domingo e pena que de domingo quase nada funciona direito na Europa (transporte é bem menos frequente e horário de abertura de tudo é mais restrito!). Era o único dia que podia ir e não ia deixar de visitar a mesquita, né? Então acabei perdendo essa medina… Já queria visitar naquela época (2006) e olha que nem tinha informação na internet sobre lá. Aliás até hj é super difícil de achar informação – o post é de utilidade pública!!!

    responder
    • Patricia de Camargo

      Brigaduuu Fernanda!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Publiquei a última parte do guia de leitura desse mês. Lembre que nosso bate-papo sobre ele vai rolar no dia 27 de fevereiro às 19:30 horas no YouTube - Patricia de Camargo. Ah, é o guia vc encontra no www.turomaquia.com 🤓

#lendoarte #seurat #nationalgalleryoflondon #pontilhismo #historiadaarte #artemoderna #issoearte
  • Sentados no chão do café da Galeria degli Uffizi tomando um aperol spritz após a visita. E você acha que a gente tá com cara de infeliz?! 😂😂 Esse é um baita museu, mas que tem um café minúsculo, então não tivemos muita alternativa e estávamos mortos depois de 6 horas entre obras 🤷🏽‍♀️ Qual foi o café ou restaurante que você mais curtiu dentro de um museu?

#galeriadegliuffizi #firenzelovers #artmuseum #museu #italyart
  • Mostro pouco minha cidade por aqui. Mas uma das minhas resoluções de ano novo é resolver essa pendência 🥳 
#laspalmasdegrancanaria #vegueta #grancanarialovers🖤 #canaryislands
  • Dica Londres: vai para a cidade até 15 de março? Visite a exposição temporária de Dora Maar no Tate Modern. ⁣
⁣
Está simplesmente maravilhosa. Perfeita para você entender como ela passou de atuar como fotógrafa para grandes revistas de moda a ser uma dos bastiões do surrealismo. É claro que falam da sua relação com o Picasso, mas fiquei sabendo lá que ela além de fotografar todo o processo de desenvolvimento do Guernica, também deu algumas pinceladas no quadro e que Picasso se inspirou em uma de suas obras para colocar aquela lâmpada olho no quadro que virou símbolo da luta contra a guerra.⁣
⁣
Para entrar na coleção do Tate você não paga nada, mas as exposições temporárias são pagas. Essa custa 13 libras e vale cada centavo! Evite os finais de semana quando os londrinos também vão em massa ao museu.⁣
⁣
#doramaar #tatemodern #londresmuseu #oqueveremlondres #exposiçoesquevalemapena #artemoderna #historiadaarte #surrealismo
  • Dica de Londres: Sky Garden - Vista bacanuda e gratuita. Numa cidade em que a maioria dos mirantes são caros, é quase uma dádiva ;) ⁣
⁣
O Sky Garden fica na City of London e para subir basta com reservar pelo site: https://skygarden.london/booking ⁣
⁣
Como tem uma varanda aberta, no inverno faz frio lá em cima, por isso vá preparada(o)!⁣
⁣
Hoje por exemplo, dia 03/02 já estão abertas as reservas até 1/03. Lá em cima dá para comer alguma coisa, beber um drink. Abre de segunda a sexta das 10:00 às 18:00 horas. Nos finais de semana e feriados, das 11:00 às 21:00 horas.⁣
⁣
#skygardenlondon #mirantelondres #londresdesdecima #londonlovers #londonviews
  • Dica de Londres: na real essa dica quem me deu foi a clarissa do @dondeandoporlondres. Estava fazendo umas pesquisas em Londres e ela me disse que devia ir a Guildhall Art Gallery. Sai do Sky Garden e fui caminhando até o centro administrativo da City of London. O lugar em si já tem uma atmosfera difícil de explicar. Mas vamos lá, você vem andando entre arranha-céus, passa por edifícios neoclássicos da Justiça e de repente entra numa espécie de praça com um chão lindo e edifícios que te abraçam na sua escala. Ou seja, são grandes, mas depois de passar pela selva de pedra, parecem casas, se é que você me entende ;)⁣
⁣
Como todos os grandes museus londrinos, a entrada é gratuita. Exceto, quando abriga exposições temporárias. Primeira surpresa: os restos arqueológicos da cidade romana: Londinium, construída no século 1 d.C. e que chegou a ter entre 20.000 e 30.000 habitantes. No subsolo do Guidhall Art Gallery poderá ver alguns dos restos arqueológicos numa montagem prá lá de didática.⁣
⁣
As salas da galeria abrigam pintura vitoriana, ou seja, produzida entre 1837 e 1901, durante o reinado da Rainha Vitória. São vários estilos, pois essa denominação é temporal. As pinturas estão divididas por tema que te mostram como era a sociedade da época. ⁣
⁣
Assisti parte de um tour gratuito e se você tem um inglês intermediário, acho que valeria a pena dar uma olhada se no horário da sua visita não tem nenhum acontecendo. ⁣
⁣
Uma das peças-estrela do museu é "La Ghirlandata", pintura pré-rafaelita de Dante Gabriel Rossetti. Mas que infelizmente está sendo restaurada nesse momento. Mas mesmo assim, vale a pena a visita. Calcule entre 30 minutos e 1 hora para a visita. ⁣
⁣
#guidhallartgallery #londonmuseum #londonlovers #prerafaelita #pinturavitoriana #artlondon

Follow Me!