Guias de Viagem e Arte

 
 
fev 20 2009

Chambord: a menina dos olhos de um grande rei

Este castelo é enorme e o terreno que o rodeia ainda maior. Era o lugar aonde Francisco I vinha de caça e também a “menina dos seus olhos”. Foi este rei quem iniciou sua construção em 1519, mesmo ano que seu amigo Leonardo Da Vinci morreu em seus braços. Sim, eles eram amigos, e foi Francisco I quem persuadiu a Da Vinci para vir morar em França.

Bem, voltando a Chambord, se os trabalhos sobre terreno começaram em 1519, foi apenas em 1526 que o edifício em si começou a ser erguido por cerca de 1.800 operários! Um edifício renascentista, no qual o rei pretendia unir e harmonizar a tradição francesa e a italiana.

Todo o castelo está decorado com os símbolos de Francisco I: sua inicial (“F”) e a salamandra. Não é nada difícil encontrá-la!

São 440 aposentos, dos quais 365 possuem chaminé própria, isso quer dizer que cada aposento tinha uma calefação independente das demais, e estamos falando do século XVI!

A escada principal do castelo é incrível … principal porque existem outras 74! As lendas urbanas dizem que haveria sido projetada por Da Vinci, mas ninguém sabe ao certo. E qual é a genialidade aqui? Existem como duas escadas entrelaçadas em uma dupla hélice, e você desce por uma e outra pesosa sobe pela outra e vocês nunca vão se encontrar …

A maioria dos castelos visitados não dispõe de muitos móveis e tal, e isso tem uma razão. Na verdade, os palácios estavam praticamente vazios quando seus moradores não estavam, o rei e a comitiva mudavam constantemente de residência, por questões do Estado e até por segurança, o que acontece é que eles literalmente levavam a casa nas costas. A cada mudança levavam o mobiliário, tapeçarias, quadros, enfim tudo. Para tanto, a comitiva de Francisco I estava formada por cerca de 18.000 cavalos e por 5.000 a 10.000 cortesãos. UAUUUUU…

Outra curiosidade, que apesar de amar Chambord, Francisco I em seus 32 anos de reinado, passou apenas 42 dias neste castelo!

O complexo do castelo oferece lojinha e restaurantes. Pode-se chegar ao castelo de transporte público a partir de Blois, mas este transporte somente opera nos meses de verão, entre maio e setembro.

Existem vários tipos de visitas, livre, com audio-guia, guiada e lúdica. Também todos os dias existe uma apresentação do castelo que dura 30 minutos e está incluída na entrada, mas normalmente em francês. Nos meses de alta temporada (maio a setembro) podem oferecer em outros idiomas.

O audio-guia é oferecido em português, e custa 4€ (tarifa reduzida – 2€) e se você escutar todos os pontos marcados levará 1 hora e meia. Também pode comprar um livrinho – Carta de Enigmas, que está pensado para famílias com crianças entre 8 e 12 anos, e você vai visitando e preenchendo atividades. Normalmente estas atividades são super legais, e muito melhores que aquelas pensadas para “adultos”, por isso se você lê um pouco de francês pode se lançar nesta aventura, o livrinho custa 2€.

Para os especialistas ou amantes deste tipo de arte e arquitetura oferecem uma visita em francês mais aprofundada, que dura 3 horas, custa 6€ e acontece todos os fins de semana e feriados às 14:00 horas.

Ah! Falta falar que a área de caça do castelo é maior do que todo o centro de Paris!!!

Durante o verão se oferecem diferentes espetáculos, entre eles luzes e sons; show com cavalos, etc. Mas claro que estes são pagos à parte! Por exemplo para ver o espetáculo de luzes e sons se pode comprar um ticket combinado com a entrada do castelo, que te sairia por 17€ (Para ter uma idéia de como seria este show dá uma olhada no video ao final do post do Georgswa).

E existem espetáculos musicais durante o ano, no dia 19 de setembro você poderá assistir a ópera de Verdi – Rigolleto em pleno Chambord, imagina que luxo!?? Os preços? De 42 a 79 euros, o que não é nada do outro mundo quando se trata de uma ópera, e isso sim seria uma experiência única! As reservas podem ser feitas através do site: http://www.fnacspectacles.com/place-spectacle/manifestation/Opera-RIGOLETTO-RIGO6.htm

Informações Práticas
Acesso

Site oficial: www.chambord.org
Horários
De 02/01 a 31/03 : 9h – 17h15
De 01/04 a 10/07 : 9h – 18h15
De 11/07 a 16/08 : 9h – 19h30
De 17/08 a 30/09 : 9h – 18h15
De 01/10 a 31/12 : 9h – 17h15

Fecha nos dias: 1º. /janeiro; 1º. /maio e 25 de dezembro.

A venda de entradas termina meia hora antes do fechamento do castelo.

Tarifas
Baixa temporada (02/01 a 31/03 e de 01/10 a 31/12): 8,50€ (reduzida – 7€)
Alta temporada (01/04 a 30/09): 9,50€ (reduzida – 8€)

A tarifa reduzida se aplica a:
Jovens de 18 a 25 anos; grupos com mais de 20 pessoas; menores de 18 anos acompanhados pela família.

Imagens:
www.chambord.org
Découvre les châteaux de la Loire au temps de la Renaissance
turomaquia_2006
Video: http://www.youtube.com/user/Georgswa

3 Comentários

  1. Viniart

    Nosssaaaaaaa rsrsrsr, agora fiquei literalmente com aguaa na boca !!!Nossa que lugar lindo eim …Olhe não tem nada melhor do que unir o útil ao agradável, que é o trabalho ao prazer de conhecer um local assim maravilhosooo.Esse com certeza está incluso na minha lista de locais que desejo conhecer !!!!!!é um lugar mágico e muito bonito.Lindas fotos minha maiga, parabénsssss !!!!!!abração

    responder
  2. Patricia de Camargo

    Obrigada Vini, também se pode alugar bici neste castelo e visitar uma parte do bosque!Beijos

    responder
  3. ana paula

    queria saber se dá pra comprar o ticket de entrada do castelo por algum site.

    responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes
  • Fim da San Silvestre! Foto tirada por um amigo querido, Federico. Agora partindo para a casa da minha sogra e vc onde vai passar essa noite?

#sansilvestrelaspalmas #anonovo2020 #laspalmasdegrancanaria #running
  • Recomendo essa caminhada que começa no Castillo del Tostón e vai até a Playa del Esquinzo. Ida e volta são na verdade quase 14 km, mas é de nível 1. Fizemos uma parte caminhando pela praia 🏖 
#elcotillofuerteventura #fuerteventuraexperience #fuerteventurabeach #beachlife🌴

Follow Me!