Guias de Viagem e Arte

 
 
nov 23 2009

Dez dicas para um mochilão pela Europa – Mandamentos do Mochileiro by Turomaquia

1. Vá antes dos 25 anos.
Qualquer idade é fantástica para fazer um mochilão. Mas aqui entre nós, para realizar este mochilão louco de dormir em um país, acordar em outro e quem sabe até jantar em um terceiro, o melhor é estar na casa dos 20 e poucos anos. Este tipo de viagem abre a cabeça para as próximas e muitas viagens que virão. Uma bela introdução ao mundão de meu deus. Além do que, é mais barato. Somente os menores de 25 anos podem comprar o Eurailpass de 2ª. Classe, e a maioria dos museus somente dá descontos para estudantes menores de 26 anos.

carteira de estudante

2. Viaje o mais leve possível.
Passar 30 dias carregando nas costas a casa é complicado, imagina se a casa for um chalé de dois andares?! Eu aguentei bem as comprinhas que fiz no mochilão, mas o resultado foi o seguinte: uma semana depois da volta, minha coluna travou e passei 3 dias de cama sem conseguir me mexer, meus pais queriam que eu fosse para o hospital de ambulância. Eu que sou meio cabeça dura, me agarrei no colchão, e disse daqui eu não saio, daqui ninguém me tira. Imagina o mico de sair de casa com 24 anos de maca!?

Albergue Suiça
Depois da Itália, ademais da “mochilinha”, carregava uma mala de mão, não faça isso com sua coluna!

3. Leve um netbook.
Pode parecer uma chatice carregar o dito cujo, mas imagina a grana que você vai economizar chamando o Brasil pelo skype, sem ter que pagar para baixar as fotos em um DVD, etc. Agora, nada de autismo social, utilize-o  o justo e necessário, porque um dos propósitos de uma viagem como essa é socializar-se! Pesquise se não vale a pena comprar um durante a viagem. Aqui em Canarias, uma cadeia de lojas chamada MediaMarkt, durante este mês tinha uma oferta de 199€. Hoje eu diria, leve um smartphone 😉

4. Não use teu cartão de celular brasileiro para fazer as chamadas telefônicas.
Leve teu celular desbloqueado e compre um cartão pré-pago de uma companhia européia com boas ofertas em todo o continente. É imprescindível para emergências e para que teus pais fiquem sossegados em casa!

5. Compre um adaptador universal de tomada.
De nada adianta levar todos os cabos da tua vida: celular, câmara fotográfica, Ipod, netbook, etc e depois não conseguir utilizar nenhum deles porque tuas tomadas são incompatíveis com as locais. Em vários locais da Europa se utilizam as tomadas com três plugues, seguidas de uma série de tipos com dois plugues, plana, arredondada de diferentes diâmetros …

adaptador de tomada
Veja imagem e post: http://www.caiunateia.com/2007/08/21/adaptador-de-tomada-universal/

6. Aproveite a moeda única.
Quando eu fiz o mochilão de 1995 cada país tinha sua moeda. Mudou de país, vá descobrir onde trocar $, qual a melhor taxa, e tentar utilizar todas as moedas porque estas não são aceitas para realizar câmbios. Agora, um montão de países utilizam o euro, uma mão na roda e uma preoucpação a menos.

7. Leve um cadeado para o albergue.
Muitos albergues oferecem um pequeno armário para deixar a mochila, mas para sua segurança tranque o armário, e para isso necessitará do tal cadeado.

8. Monte sua guia.
Se vai visitar muitos países é complicado levar uma guia de cada país. As solução tecnológica é comprar um leitor de e-book, e ver na rede tudo de interessante sobre o destino colocar em um documento e convertê-lo a pdf ou comprar os capítulos dos guias Lonely Planet que você realmente vai necessitar durante a viagem. Por enquanto, apenas vendem os capítulos em pdf em inglês. Alternativa mais barata: tire xerox do que vai necessitar e monte seu próprio guia, e no caso de necessitar espaço na mochila para a volta, presentei ou na pior das alternativas jogue no lixo mais próximo.

Lonely Planet

9. Compre o passe global.
É mais caro, mas apenas ele te permite fazer aquelas loucuras deliciosas de tomar café em Paris, e se der vontade amanhecer em Amsterdã. Eu já não faria este tipo de viagem, mas eu fiz e foi o must! Essa liberdade de pegar qualquer trem a qualquer hora, de sentir-se realmente dono do teu destino não tem preço! O impacto de cruzar diferentes culturas é uma lição que se leva para sempre, e sabe o melhor? Ninguém pode roubar, é sua e de mais ninguém!

10. Nos pés um sapato ultra confortável e na cara aquele sorisso colgate.
Europa é sinônimo de andar, tanto nas ruas como nos intermináveis corredores de museus. Portanto, nada de levar aquele sapato que você acha confortável porque apenas usa o pobre coitado uma hora durante uma festinha, para a qual você foi de carro. Europa também é sinônimo de muita diversidade cultural. Cada povo tem seu jeito de ser, que podemos dizer mais frio, menos frio, mais alegre, mas ninguém resiste a um obrigado no seu idioma e um sorriso de ponta a ponta. Afinal, todos somos HUMANOS, nascendo aqui ou acolá!

Por fim, a modo de P.D. abra sua cabeça para divertir-se estando em albergues dormindo com 10, 12, 20 pessoas; tomando chuva na rua ou recebendo um desdém de algum garçom, isto tudo não importa, porque os minutos que você passará conversando com gente de todo mundo, comendo uma paella, um bocadillo, uma linguiça alemã ou diante de um Velázquez, esses sim valem qualquer esforço, mesmo que ao voltar à casa tenha que encarar um busão, porque o carro ajudou a concretizar este sonho

Destaque post:
Dicas práticas para fazer um mochilão
Viajando de mochila

Imagens: http://www.traveltocusco.org/spanish/images/isic.jpg
http://www.caiunateia.com/2007/08/21/adaptador-de-tomada-universal/
www.lonelyplanet.com
foto: archivo_turomaquia_1995

9 Comentários

  1. Mari Campos - Pelo Mundo

    Otimo! Belissima compilacao de dicas testadas e aprovadas 😉

    responder
  2. Camila

    Ficou ótimo, Patricia! Só fiquei triste porque já tô passando da idade… hehe

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Mari e Camila, realmente testei todas as dicas, e este lance de idade eu coloquei como algo ideal, mas deixei claro no início, que fazer uma mochilada não tem idade!!!Camila, tá na hora de meter a mochila na estrada heheheheBeijos

    responder
  4. Franciele Sonda

    Patrícia … recentemente fiz uma viagem de 35 dias pela América do Sul e posso afirmar que o netbook é indispensável mesmo!

    responder
  5. Patricia de Camargo

    Franciele, é bem mais cômodo, né?! Porque no final se gasta uma grana para baixar fotos, estar em cyber cafe, e o pior perdendo um tempo precioso da viagem, enquanto poderiamos fazer tudo isso naquele momento pos banho no hotel ou nas conexões longas!Beijos

    responder
  6. Anonymous

    bom eu estou nacasa doa quarenta e estou amando fazer isso,a europa è linda e vale a pena em qualquer idade,vou ficar aqui mais um mes e volto ao Brasil em abril,alias ovos de pascoa aqui de um kilo custa so 6 euros,ameiiiiiiiiiiiii

    responder
  7. Patricia de Camargo

    hehe a dica era por questões de preço, mas do que ualquer coisa, você já viu que por aqui só tem desconto para menores de 26 anos, e tô contigo, a Europa ou melhor viajar é lindo em qualquer idade! Curte muito! Por onde você está agora???

    responder
  8. José

    Nossa, amei o post, muito bom msmo!!! Em um tour como este pela Europa vc recomendaria em torno de quanto (em dinheiro para duas semanas) a se levar por pessoa???

    responder
    • Patricia de Camargo

      José é complicado dizer leve isto ou aquilo, porque dependerá muito das cidades escolhidas e do teu estilo de viagem 🙁 prometo em breve fazer um post com custos nos principais destinos europeus!

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Pessoas, pessoas, pessoas ... mesmo num mundo polarizado, são os encontros que marcam nossa existência, enfim que nos fazem felizes. Hoje graças a minha amiga Leidinara do @curitidoce conheci a Kitsten do @travelandabroad que me fez essa foto, que revela como eu sou em dias em que os encontros deixam minha alma leve, leve ... Brigaduuuu Kitsten e Lola 🥰

#fotografamadrid #madri #museoreinasofia #photoshoot #hapiness
  • Olha a quantidade de pássaros no lago do  Parque del Retiro 😱

O clima está meio maluco. Choveu, fez sol, frio, nem tanto, tá parecendo Curitiba 😂

#parquedelretiromadrid #madridlovers❤️ #roteiromadri
  • Você está participando do #lendoarte2020? Se está, tenho uma baita novidade, a criação de um guia de leitura. Como o livro do Will Gompertz não traz muitas imagens, vou colocar nesse guia, as imagens das obras citadas e material extra para quem tiver a fim de saber mais sobre o tema tratado a cada capítulo. ⁣
⁣
O post está no www.turomaquia.com (coloque o link na bio) e nele pouco a pouco vão aparecer todos os capítulos. Hoje já pode consultar o material do capítulo1, mas até o final da semana, nesse mesmo link terão à disposição as imagens dos capítulos 2 e 3. Curtiu a ideia? Tem alguma sugestão de outras coisas que gostaria de ver nesse "Guia de Leitura do Isso é Arte"?⁣
⁣
Post: http://bit.ly/isso-e-arte⁣
⁣
#issoearte #willgompertz #historiadaarte #lendoarte #duchamp #elsa #afonte #artemoderna #arteconceitual
  • Me comportei muito bem, olha só o que os Reis trouxeram do Oriente 😜😜😜 #presentesdenatal #livrodemoda #livrodearte #maximhuerta #klimt #pullandbear #itcosmetics
  • O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim lançado em 2018. O personagem nos leva pelas salas do Louvre acompanhado por uma de suas divas. É uma edição linda e de grande formato. ⁣
⁣
O que eu achei mais legal foi que o autor fala de alguns artistas que não são aqueles mais buscados pelos turistas. É claro que Da Vinci aparece, mas também um pouco conhecido pelo grande público, Daubigny.⁣
⁣
O livro não se restringe ao Museu do Louvre, o personagem viaja a uma cidade próxima à Paris para se encontrar com outro grande artista ;)⁣
⁣
É uma leitura rápida. Daqueles livros para deixar na mesa da sala e rever os desenhos, bem como para  proporcionar às nossas visitas algo muito mais lindo e interessante do que uma revista de fofocas ;) #desafio1livropormês #livrosdearte #turolivros #mangaartist #louvremuseum #jirotaniguchi #pipocaenanquimeditora
  • Uma alegoria do sonho americano através da saga de uma família imigrante, os Levov. O personagem principal que parece ser e ter tudo, vê pouco a pouco como sua vida desmorona, ou melhor, a visão da perfeição que ele tinha de si mesmo e de todos aqueles que o rodeavam.⁣
⁣
Uma novela que fala sobre nossa humana debilidade em sempre tentar encontrar motivos, razões pelas quais coisas ruins, estranhas, sem sentido, acontecem em nossas vidas. E portanto, também é uma ode (de certa forma) à perda da inocência. ⁣
⁣
Philip Roth ganhou o Prêmio Pulitzer por essa novela  em 1998.⁣
⁣
Li o e-book e curti muito até os 70%, depois achei meio arrastado. Mas ninguém pode dizer que o final não é surpreendente.⁣
⁣
"Viver é entender as pessoas errado, entendê-las errado, errado e errado, para depois, reconsiderando tudo cuidadosamente, entender mais uma vez as pessoas errado. É assim que sabemos que continuamos vivos: estando errados. Talvez a melhor coisa fosse esquecer se estamos certos ou errados a respeitos das pessoas e simplesmente ir vivendo do jeito que der. Mas se você é capaz de fazer isso ... bem, boa sorte".⁣
⁣
"Ele aprendera a pior lição que a vida pode ensinar - que ela não faz sentido. E quando isso acontece, a felicidade nunca mais é espontânea. É artificial e, mesmo então, obtida ao preço de um tenaz alheamento de si mesmo e da própria história".⁣
⁣
"Quem é que está preparado para a tragédia e para o absurdo do sofrimento? Ninguém. A tragédia do homem despreparado para a tragédia - esta é a tragédia do homem comum".⁣
⁣
"O que o estava deixando espantado era como as pessoas pareciam correr para longe de si mesmas, correr para longe da matéria mesma, qualquer que fosse ela, que fizera dessas pessoas aquilo que eram e, assim drenadas de si mesmas, elas se transformavam no tipo de gente de quem, em outros tempos, elas mesmas teriam sentido pena". ▶️ Para comprar ou saber mais, clique no link da bio.

#booklover #philiproth #apastoralamericana #desafioumlivropormes

Follow Me!