Guias de Viagem e Arte

 
 
out 13 2017

Música medieval e a criação das notas musicais

Você sabia que a escritura musical começou a ser inventada nos mosteiros?
O lance é que existiam vários cantos religiosos, mas como não existia uma escritura musical cada um cantava como havia escutado ou outra pessoa tinha lhe contado. Como naquela brincadeira do telefone sem fio, imagina no que se convertia a melodia original depois de umas seis “telefonadas”?

Para tentar evitar tal situação, e buscando uniformizar a música, os monges começaram a inventar uma forma de “escrevê-la”! O primeiro de tudo foi a utilização de uns símbolos, chamados de neumas.

Os quatro neumas fundamentais eram: punctum, virga, clivis e podatus. Eram colocados em cima do texto e marcavam quando se devia cantar do agudo para o grave ou aumentar/diminuir a voz. Nada além disso, mas foi o começo de tudo!

criação das notas musicais
Neumas Fundamentais

criação das notas musicais

Canto com os neumas colocados em cima das palavras

No século X começaram a utilizar uma linha vermelha. Para que servia? Está linha delimitava uma nota musical, normalmente o FA. Tudo que estava acima dela era mais agudo e abaixo, mais grave.

Com o tempo para dar mais precisão, foram aumentando o número de linhas. Até que chegou o monge beneditino Guido D´Arezzo (ou Guido Monaco) e criou o tetagrama, ou seja, uma composição de quatro linhas, e não foi só isso não, também deu nome às seis primeiras notas de uma escala: UT, RE, MI, FA , SOL, LA. Para nomeá-las, sabe o que fez? Utilizou as primeiras sílabas dos versos de um hino dedicado a São João Batista que erado século VIII. Com o tempo UT virou DO. E juntando as duas primeiras letras dos versos subsequentes, apareceu o SI. Louca esta história não?!

criação das notas musicais

Como era naquela época e como é hoje

Na Idade Média, a música religiosa utilizava o tetagrama do Guido e a música profana acrescentou outra linha, ao que se chamou de pentagrama musical. As notas começaram a aparecer quadradinhas entre estas linhas ou sobre elas. O resto é história para quando o Renascimento chegar …

Criação das notas musicais – Podcast

Novidade Turomaquia: Cansado para ler o texto, escuta uma pequena parte neste podcast!

Mais arte medieval

Será que você teria sua alma assegurada na Idade Média?
Bestiário Medieval, ui, o que é isso?!
A roupa na Idade Média
Arte bizantina e como se produziam os mosaicos
Capela Sistina do Românico
Características de uma igreja românica
O que eram os livros de horas?
Gótico, de onde vem esse nome?!
Escultura medieval talhada num dente de elefante
A virgem que se abre – Tríptico da Idade Média
Notredame
O que é uma Pietà?
Do gótico ao renascimento

Arte medieval no TOP100 Arte



Meus livros de arte

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

Imagens: http://mariajesusmusica.files.wordpress.com

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dica Madri: como prometi hoje lhes deixo a dica de um hotel econômico na cidade. Queria fazer um vídeo como o de Londres, mas acontece que perdi várias imagens dessa última viagem, só me sobrou essa foto de "look do dia" no quarto 😂⁣
⁣
Peguei umas fotos de divulgação, mas lhes comento que são de quartos duplos, o meu era individual e era bem menor. Mas tinha janela para o pátio interno do hotel, mas por exemplo não havia porta do quarto para o banheiro. Em contrapartida era ótimo porque tinha ducha efeito chuva, cafeteira e cápsulas de café, madalenas de cortesia, ar-condicionado, pisos e madeira, televisão, espaço para trabalhar, mas tudo isso bem condensado 😉⁣
⁣
O hotel está num edifício antigo mas com elevador ao lado do Museu do Romanticismo, ou seja, a localização é fantástica! Duas paradas de metrô estão próximas: Alonso Martínez e Tribunal.⁣
⁣
👁‍🗨 Para ver mais fotos e outras opiniões, clique no link da bio 🤟🏽⁣
⁣
#hotelMadri #madrilovers #hotelBBBEuropa #hotelBBB #hotelemMadri #turoMadri
  • Dica Londres: caminhada recomendada inclusive para sedentários 😂 1,3 km entre o Southbank Centre a Tate Modern junto às margens do rio. Essas imagens são de janeiro, imagina num dia lindo de sol e com um calorzinho?!⁣
⁣
Almocei com a @helorighetto no Ping Pong do Southbank e de lá fui sozinha demoradamente até essa meca da arte moderna e contemporânea. lembrando que a entrada no museu é gratuita, exceto para as exposições temporárias. Mas sempre sugiro uma doação por mínima que seja, já que a união faz a força e manter um centro de arte como esse é caro prá dedéu.⁣
⁣
E aí, qual é tua caminhada favorita em Londres? É apta para todas as idades? Conta prá mim na caixa de comentários 😘⁣
⁣
#londonlovers #caminhadaLondres #oquefazeremLondres #turoLondres #mapadelondres
  • Paguei 60 libras a diária nesse hotel localizado do lado da Abadia de Westminster #londonlovers #hotelbbblondon #hotellondres
  • Publiquei a última parte do guia de leitura desse mês. Lembre que nosso bate-papo sobre ele vai rolar no dia 27 de fevereiro às 19:30 horas no YouTube - Patricia de Camargo. Ah, é o guia vc encontra no www.turomaquia.com 🤓

#lendoarte #seurat #nationalgalleryoflondon #pontilhismo #historiadaarte #artemoderna #issoearte
  • Sentados no chão do café da Galeria degli Uffizi tomando um aperol spritz após a visita. E você acha que a gente tá com cara de infeliz?! 😂😂 Esse é um baita museu, mas que tem um café minúsculo, então não tivemos muita alternativa e estávamos mortos depois de 6 horas entre obras 🤷🏽‍♀️ Qual foi o café ou restaurante que você mais curtiu dentro de um museu?

#galeriadegliuffizi #firenzelovers #artmuseum #museu #italyart
  • Mostro pouco minha cidade por aqui. Mas uma das minhas resoluções de ano novo é resolver essa pendência 🥳 
#laspalmasdegrancanaria #vegueta #grancanarialovers🖤 #canaryislands

Follow Me!