Guias de Viagem e Arte

 
 
out 13 2017

Música medieval e a criação das notas musicais

Você sabia que a escritura musical começou a ser inventada nos mosteiros?
O lance é que existiam vários cantos religiosos, mas como não existia uma escritura musical cada um cantava como havia escutado ou outra pessoa tinha lhe contado. Como naquela brincadeira do telefone sem fio, imagina no que se convertia a melodia original depois de umas seis “telefonadas”?

Para tentar evitar tal situação, e buscando uniformizar a música, os monges começaram a inventar uma forma de “escrevê-la”! O primeiro de tudo foi a utilização de uns símbolos, chamados de neumas.

Os quatro neumas fundamentais eram: punctum, virga, clivis e podatus. Eram colocados em cima do texto e marcavam quando se devia cantar do agudo para o grave ou aumentar/diminuir a voz. Nada além disso, mas foi o começo de tudo!

criação das notas musicais
Neumas Fundamentais

criação das notas musicais

Canto com os neumas colocados em cima das palavras

No século X começaram a utilizar uma linha vermelha. Para que servia? Está linha delimitava uma nota musical, normalmente o FA. Tudo que estava acima dela era mais agudo e abaixo, mais grave.

Com o tempo para dar mais precisão, foram aumentando o número de linhas. Até que chegou o monge beneditino Guido D´Arezzo (ou Guido Monaco) e criou o tetagrama, ou seja, uma composição de quatro linhas, e não foi só isso não, também deu nome às seis primeiras notas de uma escala: UT, RE, MI, FA , SOL, LA. Para nomeá-las, sabe o que fez? Utilizou as primeiras sílabas dos versos de um hino dedicado a São João Batista que erado século VIII. Com o tempo UT virou DO. E juntando as duas primeiras letras dos versos subsequentes, apareceu o SI. Louca esta história não?!

criação das notas musicais

Como era naquela época e como é hoje

Na Idade Média, a música religiosa utilizava o tetagrama do Guido e a música profana acrescentou outra linha, ao que se chamou de pentagrama musical. As notas começaram a aparecer quadradinhas entre estas linhas ou sobre elas. O resto é história para quando o Renascimento chegar …

Criação das notas musicais – Podcast

Novidade Turomaquia: Cansado para ler o texto, escuta uma pequena parte neste podcast!

Mais arte medieval

Será que você teria sua alma assegurada na Idade Média?
Bestiário Medieval, ui, o que é isso?!
A roupa na Idade Média
Arte bizantina e como se produziam os mosaicos
Capela Sistina do Românico
Características de uma igreja românica
O que eram os livros de horas?
Gótico, de onde vem esse nome?!
Escultura medieval talhada num dente de elefante
A virgem que se abre – Tríptico da Idade Média
Notredame
O que é uma Pietà?
Do gótico ao renascimento

Arte medieval no TOP100 Arte



Meus livros de arte

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi

Imagens: http://mariajesusmusica.files.wordpress.com

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!