Guias de Viagem e Arte

 
 
set 14 2009

O melhor de Santo Amaro: o passeio com o José

Por mais louco que pareça, estou andando descalça em uma areia que está exposta durante o dia a 36 graus e muito sol. Meu cérebro está meio enlouquecido, mandando a cada minuto mensagens do tipo “você vai se queimar”, “coloca a sandália”. Ensandecida pela paisagem já nem dou bola para o coitadinho, só quero olhar ao máximo tudo aquilo para que esta sensação de felicidade a 100% permaneça o máximo de tempo possível.

Extasiada, maravilhada, é assim que me encontrava durante aquela primeira aproximação aos Lençois. Foram 75 minutos até chegar ao nosso destino. Só vimos lixo no começo, e não era culpa da população ou de turistas mal educados, e sim das inundações que o Maranhão tinha sofrido nos meses anteriores. Mas depois dos 10 primeiros minutos de caminhada, a areia estava imaculada, nada de nada, só aquele branco gostoso que tocava meus dedos urbanos calejados de tanto andar de sapato fechado. Meus dedinhos estavam mais eufóricos do que nunca, aquilo era uma liberdade sonhada … que se acabaria nos dias seguintes, mas não por culpa da areia, e sim por outras partes do meu corpo que reclamaram a falta de elementos de amortização …

O destino era a Lagoa da Gaivota. Por estes lados se filmaram as célebres cenas da telenovela “Da Cor do Pecado”, lembram da Taís Araújo e do Gianechini? Foi na novela que vi pela primeira vez os Lençois e sofri aquela síndrome do “tenho que ir”. O filme “Casa de Areia” também se gravou em Santo Amaro.

Nosso guia no passeio foi o José que trabalha na Pousada Água Doce. Sem sombra de dúvida graças a ele o passeio foi ainda mais inesquecível. Ele conhece, e muito a região, já cruzou o parque várias vezes, até de bicicleta. E não é nervoso do tipo, agora vamos, ou já acabou o tempo, ele te deixa à vontade, te deixa desfrutar, e até se afasta para permitir teu encontro de corpo e alma com o lugar, sem interferências. Tô exagerando? Juro que não. E é caro? Não, ele nos cobrou R$ 40,00 pelo passeio (não por pessoa), que começou às 15:15 e só terminou no começo da noite.

Não deixe de entrar na lagoa, a água é cristalina, uma delícia. A perspectiva das dunas é ainda mais assombrosa dentro d´água. Tudo é ainda mais gigantesco, te entra aquela sensação de mundão, e de formar parte dele. Suba as dunas em volta à lagoa, atire-se por elas, seja um pouco criança, se der barrigada na água, e daí?! Você não enfrentou uma viagem louca de mais de 5 horas para somente tirar fotos, ou pensar “já tá visto”. Espero que você tenha chegado neste lugar para viver intensamente o momento, esquecendo nosso jeitinho urbano chic e deixando aflorar aquela mistura de indiana com maluco beleza.

Não deixe de ver o pôr-do-sol. E volte caminhando, não tem perigo nenhum, as dunas ganham uma cor ainda mais branca, meio prateada. O silêncio é total. Erámos apenas nós três naquela imensidão de areia, água e vegetação. Uma lua enorme nos iluminava o caminho …

Voltando após o pôr-do-sol

Quer receber mais dicas de viagem ou ficar sabendo quando saem os próximos posts?
Então curta nossa página no Facebook, clicando aqui.
Siga o nosso Twitter @turomaquia.
Veja nossas fotos no Instagram – Turomaquia.

Postado por Patricia de Camargo | Marcadores:

13 Comentários

  1. Malu

    Olá Patricia!Caramba, é muito mais bonito em julho com as lagoas cheias do q quando eu fui hein?!E q queimada que o Antonio levou hein…olha a marca da camiseta na ultima foto…hahahaSaudades!!Bjos!!!

    responder
  2. SÍLVIA OLIVEIRA

    Gente, e isso é BRASIL! Lindo! 🙂

    responder
  3. Patricia de Camargo

    Malu, hehehehe super queimada, e realmente nos disseram que ensta época as lagoas estão transbordando. Beijos e logo vamos nos ver por terras espanholas!Silvinha, ainda tem mais coisa linda pela frente heheheheBeijos

    responder
  4. Viniart

    Patricia, confesso que neste post você me fez viajar nas dunas, sinceramente, deixar as formalidades de lado, e cair de corpo e alma nesse lugar MARAVILHOSO …. Fantástico, agora quem ficou com a síndrome do tenho que ir …Culpa sua ! rsrsAbraço querida !

    responder
  5. Luisa

    Cada vez que eu leio um post seu sobre os lencois maranhenses, mais certeza eu tenho de que eu PRECISO visitar esse paraiso de que tenho que parar de adiar essa viagem!Tuas fotos estao demais!BjsPS – Ando meio relapsa com os comentarios, mas bato ponto aqui todo dia pra ver as novidades!

    responder
  6. Patricia de Camargo

    Vini, te pego a síndrome hein?!!! Ótimo, e isto que ainda tem muita paisagem surpreendente pela frente!Beijos

    responder
  7. Carol Wieser

    Affffff… Quem posso dizer???Lindoooooooooo…. qeroir, quero ir!!!As aguas devem ser bem quentes com esse solão né???Amei!Obs: as fotos estao divinas tbm. Fiquei só imaginando o quanto foi difícil tirar aquela foto meia no ar, meio caindo, meio pendendo, meio alegre! Super!

    responder
  8. Daniel

    Oi Patrícia, tenho viagem marcada para o Maranhão no feriado de 07 de Setembro, espero que minha viagem seja tão fantástica como a que estou acompanhando no seu (ótimo) blog. Tenho 3 dias e meio, por isso planejei ficar primeiro em Barreirinhas, depois ir pra Alcântara e por ultimo em São Luis. Acha uma boa idéia? Bjs

    responder
  9. Patricia de Camargo

    Daniel, não sei como estarão as lagoas em setembro, mas 1 dia em Barreirinhas é pouco, eu ficaria ao menos dois, e desistiria de São Luis ou Alcântara. O mais prático é deixar Alcântara, já que vc deve chegar e sair por São Luis. Tente no passeio de barco ir até Atins e comer os famosos camarões, não vai se arrepender! Boa viagem!

    responder
  10. Sirlei

    Patricia,
    estamos planejando esta trip para julho.. detalhe, estarei com meus tres filhos de 5 anos. O que vc acha? Será que eles aguentaram o pique? Bjs

    responder
    • Patricia de Camargo

      Oi Sirlei, o passeio por conta é barra e suuuper cansativo. Talvez se vcs fretassem um 4×4 destes com motorista só prá vcs, e nos horários de vcs e princiopalmente que andassem numa velocidade segura, vocês poderiam fazer sem problema.

      Eu ñ recomendo para criança pequena o passeio a Santo Amaro da maneira que nós fizemos.
      Depois me conta o que vc resolveu!

      responder
  11. Arícia

    Olá, Patrícia!
    Estou indo para os Lençóis em agosto e infelizmente (ou felizmente, não sei) a pousada Água Doce está lotada. Você teria o telefone desse guia José para me passar?
    A pousada Cajueiro, em que eu devo ficar, está querendo cobrar R$ 100 reais por pessoa por esse passeio a pé pelas lagoas mais perto

    responder
    • Patricia de Camargo

      Arícia, vou ficar te devendo 🙁

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!